sexta-feira, 27 de março de 2015

Drogas e armas apreendidas no Genibaú e em Caucaia


Image-0-Artigo-1822913-1
FOTO: BRUNO GOMES
Combate ao narcotráfico
Drogas e armas apreendidas
Duas operações da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) resultaram na prisão de três homens e na apreensão de mais de 20 kg de drogas, além de armas. Dentre o material, uma escopeta calibre 12. As ações foram deflagradas no Genibaú em Fortaleza e Caucaia
Medicamentos vencidos
Setor odontológico de Centro é interditado
O setor odontológico do Centro Educacional São Miguel, no Passaré, foi interditado pela Vigilância Sanitária da Prefeitura. No local foram encontrados seringas e medicamentos vencidos e descarte inadequado de lixo. O juiz Manuel Clístenes Gonçalves, da 5ª vara da Infância coordenou a vistoria.
Poder Judiciário
Ouvidoria passa a atender por Whatsapp
A Ouvidoria Geral do Poder Judiciário Estadual, em uma iniciativa pioneira, agora passa a atender via aplicativo para celulares Whatsapp e mensagem de texto (SMS), através do número (85) 8778-1426. O serviço está disponível 24 horas para a comunicação digital e recebe chamadas de segunda a sexta, das 8h às 18h.

Jorge Loredo, o “Zé Bonitinho”, morre no Rio de Janeiro

Boletim médico informou que ator faleceu vítima de falência múltipla dos órgãos
Morreu na manhã desta quinta-feira (26), aos 89 anos, o humorista Jorge Loredo, intérprete do hilário conquistador 'Zé Bonitinho'. O ator estava internado no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro, desde o dia 3 de fevereiro passado.
O ator morreu de falência múltipla dos órgãos, resultado da luta de Loredo contra uma doença pulmonar obstrutiva crônica grave e um enfisema pulmonar.
O corpo do eterno 'Zé Bonitinho' será velado nesta sexta-feira (27), no Memorial do Carmo, no Caju, a partir das 9 horas.
Carioca, Jorge Rodrigues Loredo nasceu em 7 de maio de 1925. Além de humorista, exercia a profissão de advogado.
Trajetória artística
Loredo ingressou no humorismo nos anos 40, após participar de uma audição para o monólogo cômico “Como Pedir uma Moça em Casamento”.
Sua carreira na TV começou na década de 1970, no programa Praça da Alegria, com destaque principal para seu carro-chefe, o conquistador 'Zé Bonitinho', um tipo de Don Juan caricato, que sempre conseguia a atenção da mulherada.
Criador de vários bordões como, “O chato não é ser bonito, o chato é ser gostoso” e “Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz...!”, Loredo continuou sua trajetória no programa, agora chamado de 'A Praça É Nossa', comandado por Carlos Alberto de Nóbrega, filho do criador da Praça da Alegria, Manuel da Nóbrega.
Além da TV, Jorge Loredo participou de algumas produções no cinema, sendo seu último filme no longa 'Chega de Saudade', de 2008, da cineasta Laís Bodansky.

CPI contrata empresa por R$ 1 milhão para identificar dinheiro desviado

Consultoria Kroll irá apurar desvios da Petrobras para o exterior.
Segundo deputado, contratação foi sem licitação por não ser necessária.

Fernanda CalgaroDo G1, em Brasília
O presidente da CPI da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), informou nesta quinta-feira (26) que a Câmara fechou contrato com a consultoria Kroll no valor aproximado de R$ 1,068 milhão (o preço original é de quase 226 mil libras esterlinas) para investigar e identificar recursos desviados da estatal que estejam em contas no exterior .
De acordo com Motta, o contrato foi autorizado pela Direção-Geral da Câmara e já assinado nesta quinta. O requerimento que autorizou a contratação da Kroll foi aprovado pela CPI no dia 5 março.
A assinatura do contrato foi feita sem licitação. Motta justificou a dispensa do procedimento pelo critério da “inexigibilidade”, por ser tratar de um serviço específico. Ao explicar o modelo de contratação, ele ressaltou que o critério  adotado foi definido pela Diretoria-Geral da Câmara, responsável por cuidar de todos os contratos que envolvem a Casa.

O presidente da CPI ponderou que, se eventualmente for descoberto algum valor além do informado pelos investigados que fizeram acordo de delação premiada, os acordos poderão, em tese, até ser invalidados. "Isso pode derrubar uma delação porque a pessoa terá mentido e não poderá ser beneficiada pela redução de pena", argumentou.

Em tese, a descoberta de dinheiro extra além do informado pelos delatores enfraqueceria o depoimento deles, o que poderia levar os apontados no esquema a questionarem o teor das acusações.

O peemedebista também informou que foram procuradas outras duas ou três empresas além da Kroll para prestar a consultoria, mas, em todos os casos havia conflito de interesse.

A Kroll foi alvo de investigação da Polícia Federal em 2004. O banqueiro Daniel Dantas foi acusado de contratar a empresa para espionar executivos da Telecom Itália. Na época, Dantas negou a contratação da empresa para a realização de interceptação telefônica de adversários empresariais e membrosdo governo. Ele foi absolvido pela Justiça da denúncia de formação de quadrilha.
Parlamentares chegaram a levantar suspeitas sobre o trabalho da consultoria devido às denúncias, mas Motta rebateu as acusações. “A Kroll trabalhou para o Dantas, não estava investigando o estado brasileiro e não há nenhuma condenação contra a Kroll”, disse.

Mais cedo, durante sessão da CPI, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) questionou Motta sobre a contratação da empresa pela comissão para ajudar na investigação. “Quais seriam as tarefas da Kroll, o custo do trabalho da consultoria e se houve consulta para alguma concorrência pública?”, indagou Valente. Motta respondeu que todo o processo de contratação da Kroll está sendo feito dentro das leis brasileiras.

O plano de trabalho sobre as pessoas a serem investigadas ainda será definido pela comissão. Caso seja identificado algum recurso fora do país, a CPI enviará as informações para os órgãos de controle brasileiros.

Desvios já identificados
Acordos internacionais firmados, por exemplo, entre o Ministério Público Federal e órgãos de fiscalização de outros países já têm identificado dinheiro desviado da Petrobras para o exterior. Em janeiro deste ano, o MPF divulgou ter assegurado a recuperação de R$ 500 milhões desviados. A recuperação se daria graças a acordos de cooperação com 12 países, entre os quais Suíça, estados Unidos e Holanda.

No último dia 11, o MPF divulgou ter repatriado R$ 182 milhões que estavam em contas do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco no exterior. Desse total, R$ 139 milhões já estavam em conta judicial do processo da Operação Lava Jato, segundo a Procuradoria.

O Ministério Público suíço informou, no último dia 18, que bloqueou o equivalente a R$ 1,3 bilhão(400 milhões de francos suíços) em nove investigações sobre a Petrobras no país europeu. Desse montante, já havia sido autorizada a devolução de R$ 390 milhões ao Brasil, dos quais R$ 292 milhões já teriam sido devolvidos naquela data.

quinta-feira, 26 de março de 2015

Denatran adia até 1º de julho exigência do extintor veicular ABC

É a 2ª vez que a decisão é adiada; medida era pra valer em janeiro.
Segundo governo, equipamento continua em falta nas lojas.

Do G1, em São Paulo
Extintor do tipo ABC será obrigatório em carros a partir de 1º de abril deste ano (Foto: Luciana Amaral/G1)Extintor do tipo ABC será obrigatório em carros a partir de 1º de abril deste ano (Foto: Luciana Amaral/G1)













O Denatran adiou nesta quarta-feira (25) por mais 90 dias a obrigatoriedade do uso do extintor veicular do tipo ABC. A nova data prevista para início da fiscalização será 1º de julho.
De acordo com o Ministério das Cidades, o motivo para adiar a obrigatoriedade é que o equipamento continua em falta nas lojas.
Desde dezembro, pouco antes de a medida entrar em vigor, os consumidores reclamam da falta do item no comércio.
A multa começaria em 1º de janeiro deste ano, mas, no dia 7 daquele mês, o governo anunciou o primeiro adiamento da exigência, para 1º de abril.
Em fevereiro, o G1 fez um levantamento em lojas de 5 estados, em busca do extintor ABC, e constatou que a maioria dos estabelecimentos consultados ainda não contava com o equipamento.
Quando entrar em vigor, a resolução irá punir com multa de R$ 127,69, além de cinco pontos na carteira de habilitação, os motoristas que trafegarem com extintor que não seja do tipo ABC.
Qual a diferença, e quem deve trocar?
O extintor do tipo ABC é mais completo do que o BC, utilizado por alguns veículos. O novo modelo também é eficaz no combate a incêndios em materiais como madeira e tecidos, comuns no interior dos carros. O extintor ABC tem validade de 5 anos.
Uma resolução do Contran de 2004 estabeleceu que, a partir de 2009, todos os veículos deveriam sair de fábrica com o extintor do tipo ABC. Porém, a medida foi derrubada, e voltou a valer em 2009. Com isso, mesmo modelos produzidos entre 2004 e 2009 podem conter o equipamento do tipo BC.
Vale lembrar que o adiamento não desobriga o uso de um extintor automotivo, com prazo de validade em vigência. O não uso, ou uso de um item vencido também é passível de multa.

Três suspeitos de fraude milionária na Caixa seguem foragidos, diz PF

Polícia Federal no Ceará prendeu 17 suspeitos de fraude na Caixa.
Quadrilha teve avião e veículos de luxo apreendidos nesta quarta-feira.

Do G1 CE
Três suspeitos de uma fraude milionária na Caixa Econômica Federal em Fortaleza seguem foragidos, de acordo com a Polícia Federal. Na terça-feira (24), 17 suspeitos de crimes que podem ter desviados até R$ 100 milhões foram presos. Na operação, a Polícia Federal apreendeu um avião, carros de luxo, animais silvestres da fauna brasileira e cédulas de real, dólar e euro.
De acordo com os policiais, os suspeitos criaram empresas de fachadas do ramo da construção civil para obter empréstimos da Caixa, valores que não eram pagos. Eles desviaram pelo menos R$ 20 milhões, mas o prejuízo pode chegar a R$ 100 milhões, segundo a Polícia Federal.
A Caixa Econômica informou em nota que a fraude foi identificada por meio de auditoria interna do banco e informada à Polícia Federal. O banco submeteu os empregados envolvidos a processo de apuração interna que já resultou em demissões e afastamentos.
De acordo com o superintendente regional da Polícia Federal do Ceará, Renato Casarini Muzy, os valores dos veículos apreendidos ultrapassam os R$ 2 milhões. “Só o valor do Maserati, eu acredito que chegue aos R$ 750 ou R$ 800 mil”, afirmou Renato Casarini Muzy.
Além de os veículos de luxo, durante a operação da Polícia Federal também foi confiscado um avião avaliado em R$ 350 mil. “Para nossa surpresa, fora os automóveis de luxo, encontramos um avião que está avaliado algo em torno R$ 350mil”, disse.
Bens bloqueados
Ainda segundo Renato Casarini, todos os envolvidos no esquema tiveram os bens bloqueados. Os estelionatários trabalhavam em conjunto com gerentes de quatro agências da Caixa Econômica, em Fortaleza. Renato Casarini reforça que as investigações iniciaram há um ano e envolve 31 pessoas até o presente momento. Ele lembra que a quantidade de pessoas envolvidas e presas pode aumentar.
“As investigações iniciaram há um ano e envolve 31 pessoas até agora. Lembro que esse número de pessoas envolvidas e presas pode aumentar, já que as investigações continuam. Elas envolvem grande empresários, "laranjas" e funcionários da Caixa Econômica. Essas pessoas presas na operação responderão, na medida de suas participações, por associação criminosa, uso de documento falso, corrupção ativa e passiva, estelionato e evasão de divisa", disse.
Um jatinho foi apreendido na operação (Foto: Polícia Federal/Divulgação)Um jatinho foi apreendido na operação (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Colisão na BR-116 deixa duas vítimas fatais

Uma das vítimas foi jogada para fora do veículo, devido ao impacto da colisão
Duas pessoas morreram nesta quarta-feira (25), após uma colisão frontal entre uma carreta e um automóvel, em um trecho da BR-116, no município de Ipaumirim, 420 km de Fortaleza. O acidente ocorreu no km 13 da rodovia, na divisa entre o Ceará e a Paraíba. 
As duas vítimas fatais, cujo nome não foi divulgado, estavam dentro do carro. Um dos corpos foi jogado para fora do veículo, devido ao impacto da colisão. A outra ficou presa às ferragens. Após o acidente, a via ficou interditada, mas já foi liberada. 
O motorista da carreta teve ferimentos leves. 
Na última terça-feira (24), dois acidentes ocorreram em trechos diferentes da BR-116. Os dois aconteceram em Fortaleza: Um no bairro Ancuri e o segundo no bairro Cambeba

Italiano morre após desabamento de barraca

Vítima tinha sido alertada sobre os perigos que o local apresentava
Após ser ferido por destroços de uma barraca de praia, o italiano Sílvio Rogério Berolucci morreu na noite da última terça-feira (24), no Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza. 
O italiano era proprietário de uma barraca na Praia do Futuro. No momento do acidente, a vítima realizava uma limpeza no local, quando foi atingido por madeiras que faziam parte da construção. 
Populares afirmaram à TV Cidade, que a estrutura da barraca estava comprometida por conta das chuvas. Funcionários informaram que o proprietário já tinha sido alertado sobre os riscos que o local apresentava, mas nada fez. 
A barraca segue interditada.