sexta-feira, 2 de agosto de 2019

ATENÇÃO!!!


segunda-feira, 15 de julho de 2019

Operação prende 10 homens em Guaraciaba do Norte

As prisões foram efetivadas por meio de cumprimento de mandado de prisão e mandado de busca e apreensão

Uma operação realizada pelas forças de segurança pública no Ceará (Polícia Civil e Polícia Militar) neste sábado, 13 em Guaraciaba do Norte, na região da Ipiapaba, resultou na prisão de 10 homens, apreensão de aproximadamente 5 kg de drogas (maconha, cocaína e crack), seis aparelhos celular e cinco balanças de precisão.
As prisões foram efetivadas por meio cumprimento de mandado de prisão e mandado de busca e apreensão.  
De acordo com a Polícia, a operação foi montada com intuito de reduzir os crimes na região da Serra da Ibiapaba, principalmente, após a prisão de uns dos maiores traficantes da área,  Cícero Lopes de Oliveira, mais conhecido como “Cícero bombeiro”. Devido o apelido do traficante e a formação dos novos policiais do grupo “Sertão” do Cotar, a operação foi batizada “Sertão em Chamas” .  
Ainda de acordo com os policiais, além de Cícero foram presos: Cláudio Henrique de Sousa Avelino, Dheyson Martins Araújo, Francisco José Martins de Sousa, Paulo Henrique Barbosa de Sousa, Manuel Muniz da Silva, José Idevandro Rodrigues de Sousa, Paulo Henrique de Sousa Silva, Francisco Danilo Tavares Pereira e Sebastião Tavares de Sousa. Todos os suspeitos são dos municípios de Guaraciaba  do Norte e Ipu.
Os 10 homens foram presos pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e encaminhados à Cadeia Pública de Guaraciaba do Norte, onde aguardam a realização de audiência de custódia.

Raio prende homem com cocaína em Juazeiro do Norte

Augusto Alves Bernardino, 20, foi preso durante um patrulhamento de uma equipe do Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas no município
Policiais Militares efetuaram na tarde deste sábado, 13, em Juazeiro do Norte, a prisão de um homem com aproximadamente 2kg de cocaína, uma pequena quantidade de maconha e uma balança de precisão.
Augusto Alves Bernardino, 20, foi preso durante um patrulhamento de uma equipe do Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), na rua coronel Antônio Fernandes, bairro Pirajá. De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, uma denuncia anônima apontou o endereço onde ocorria um intenso tráfico de drogas, local em que os policiais realizaram o flagrante. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte.
Fonte: CNEWS

Três homens são mortos após saírem de festa em Canindé

Polícia Civil investiga se o tráfico de drogas é o principal motivo do assassinato das vítimas
Três homens foram mortos na madrugada deste domingo, 14, após saíram de uma festa em Canindê, que fica a 118km de Fortaleza. Os corpos foram encontrados próximo à CE-257.
As vítimas passaram a noite em uma feita ocorrida em um bar no distrito de Boa Vista dos Caúlas, na zona rural. Por volta de 5h, eles foram a pé até a rodovia estadual, quando foram surpreendidos pelos criminosos.
Francisco Valderir Santos Leonor, de 35 anos; Francisco Wagner Souza de Moraes, 26; e Francisco Romário Alves Silveira, 22, sofreram vários disparos, inclusive de armas de grosso calibre, e morreram no local. Os tiros atingiram principalmente a cabeça.
Franciso Wagner respondia por tráfico de drogas, lesão corporal em crime de trânsito e ameaça. Já Francisco Valdery respondia por violência doméstica. A terceira vítima não possuía antecedentes criminais. Equipes das Polícias Civil e Militar realizam buscas aos suspeitos envolvidos no crime. A Delegacia Regional de Canindé investiga o caso.
A principal suspeita da motivação do crime é o suposto envolvimento da vítimas com o tráfico de drogas.

sábado, 6 de julho de 2019

PERICULOSIDADE- Aposentadoria especial do vigilante foi pro ralo com a nova reforma da Previdência.

ATUALIZADO; No dia 05/07/19 às 14:h33min por SEGURANÇA PRIVADA jucelino… ( FOTOS e VÍDEOS ) compartilhe.”
O Governo entregou a proposta de Reforma da Previdência 2019 no dia 20 de fevereiro, trazendo diversas mudanças na aposentadoria de todos os brasileiros.
Vigilante não terá o direito de aposentadoria especial 25 anos com o novo modelo da reforma da Previdência
O compromisso com nossos clientes vigilantes é responder as dúvidas que estão chegando até nós sobre a reforma, como ela pode impactar na aposentadoria desses trabalhadores.
As perguntas que mais recebemos e que iremos responder são:

 1. O Vigilante perderá o direito à aposentadoria especial com a reforma da previdência?
  1. Já completei os 25 anos de profissão, vou perder o meu direito à aposentadoria?
  2. Não tenho 25 anos de vigilante completos, mas tenho um período como vigilante e outros registros em carteira, posso converter esse tempo após a reforma?
  3. Como o vigilante se aposentará então, se perder a aposentadoria especial?
COMO É HOJE?
Já se sabe hoje que o vigilante tem direito de se aposentar com 25 anos de trabalho, sem idade mínima e sem fator previdenciário. Todos os requisitos se encontram nesse post.

Assim, enquanto os brasileiros em geral precisam trabalhar 35 anos, se homem, ou 30 anos, se mulher, até se aposentarem, vigilantes trabalham 25 anos.
Isto não é um privilégio. A razão para os vigilantes se aposentarem antes é porque trabalham expostos ao risco de vida, diariamente.
É o caso também do eletricitário e do motoboy, por exemplo.

Por tal razão, a lei diferencia essa categoria das demais.
Se você ainda tiver dúvidas se tem o direito a aposentadoria especial para o Vigilante, mande-nos uma mensagem aqui.
Mas como ficará se for aprovada a reforma da previdência?

Será que o vigilante será afetado?
A resposta é que infelizmente o vigilante foi excluído da aposentadoria especial. Isto significa que o vigilante não poderia mais se aposentar com 25 anos de trabalho, caso a reforma seja aprovada.
O governo retirou da proposta o benefício de todos os trabalhadores expostos a periculosidade, como é o caso do vigilante, do eletricitário, dos motoboys, técnicos de radiologia, entre outros.

No atual texto da reforma, as atividades que darão direito à aposentadoria especial serão somente as que expõem o trabalhador a riscos físicos, químicos ou biológicos.
A periculosidade foi descartada do texto da reforma da previdência, o que significa que o profissional vigilante deixará de ter direito a aposentadoria especial.
Somente quem completou os 25 anos até a vigência da nova lei (caso seja aprovada), terá direito adquirido à aposentadoria especial do vigilante.
Se este é o seu caso, recomendamos ir atrás da documentação necessária para a aposentadoria especial, saiba mais baixando o nosso e-book:

Como ficam os vigilantes que não conseguirem completar os 25 anos antes, mas tenham outros registros em carteira?
Caso o vigilante tenha trabalhado um período na profissão mas ainda não tenha os 25 anos completos ele tem uma alternativa.

Ele deve  converter o período trabalhado como vigilante por 1,4 (se homem) ou 1,2 (se mulher) e somar os outros períodos de carteira que ele possui.
Caso essa soma complete 35 anos para homem ou 30 para mulher, ele já tem direito adquirido de aposentar-se por tempo de contribuição.
Saiba como fazer essa conversão e a soma aqui!
Porém, essa conversão somente pode ser feita até a vigência da reforma da previdência, pois a reforma também tira o direito de converter o tempo especial em comum.
E tem mais: a reforma da previdência 2019 exclui o direito à aposentadoria por tempo de contribuição. Somente existirá aposentadoria por idade. Sendo 65 anos para homem e 62 anos para mulher.

Por tal razão, essa modalidade de aposentadoria por tempo de contribuição, e com conversão de tempo especial em comum, somente seria possível antes da reforma, ou caso o vigilante já tenha direito adquirido, ou seja, já tenha completado os requisitos antes da vigência da nova lei.
Os vigilantes que possuem tempo de carteira na profissão, mas a soma não completa 35 anos se homem e 30 se mulher, ele não poderá mais converter este período.
Significa dizer que o tempo trabalhado como vigilante não valerá mais que o tempo comum após a reforma. Por exemplo, 10 anos trabalhados como vigilante não irá mais valer como 14 anos, para homem e 12 para mulher.
Certamente é mais vantajoso, caso você possua as condições, se aposentar hoje.
E como o vigilante se aposentará então, se perder o direito a aposentadoria especial?
Pelo texto da reforma da previdência 2019, a aposentadoria especial do vigilante deixará de existir, e por conta disso, o vigilante terá que seguir a regra geral.
Mas qual é a regra geral?
O trabalhador que tiver interesse de se aposentar recebendo o salário de benefício integral, terá que trabalhar por 40 anos, e obrigatoriamente terá que contar com 65 anos se homem e 62 anos se mulher.
O tempo mínimo exigido para a aposentadoria por idade será de 20 anos de contribuição.
Deixará de existir a aposentadoria por tempo de contribuição, como já falamos anteriormente.
O cálculo do benefício vai mudar. E não é só para o vigilante, mas para todos os trabalhadores.
Hoje, para chegar ao cálculo do benefício é preciso separar todos os salários de contribuição desde julho de 1994 até hoje.

Excluem-se os 20% menores salários de contribuição e se faz uma média aritmética dos 80% maiores.
Dessa forma, chega-se ao salário de benefício. Veja com detalhes e exemplos aqui, como se faz o cálculo hoje.
Esse é o valor da aposentadoria especial do vigilante hoje.
Mas se a reforma da previdência for aprovada, como está, o vigilante perde também no cálculo.
É que para fazer o cálculo não vão ser mais excluídos os 20% menores salários de contribuição, o que significa dizer que a média vai ser mais baixa.
Além disso, o cálculo da aposentadoria por idade será definido a partir de 60% do salário de benefício, acrescido de 2% a cada ano que ultrapassar 20 anos.
O que isto significa?
Significa que o mínimo para aposentar-se, após a reforma, é com 20 anos de contribuição e 65 ou 62 anos de idade.
Com 20 anos de contribuição o segurado tem direito a 60% do salário de benefício. Se contribuir por 21 anos, o segurado terá direito a 62%. 22 anos, 64% do benefício, e assim por diante.
Caso vigilante tendo trabalhado por 25 anos, receberá 70% do valor do salário de benefício. E obrigatoriamente terá de completar a idade de 65 ou 62 anos.
Ou seja, o vigilante perde muito com a reforma!
Mas se você ainda tem dúvidas, mande-nos uma mensagem.
Como deve o vigilante agir, diante da possibilidade da reforma da previdência ser aprovada?
Certamente o vigilante fica apavorado ao perceber que perderá o direito a aposentadoria especial.
Embora a situação do vigilante fique muito pior com a reforma da previdência, não se sabe se ela será aprovada.
Mas você não precisa ficar parado.
Por isto você pode enviar mensagens ao Senado, à Câmara e fazer valer os seus direitos como cidadão.
Vote aqui contra a reforma da previdência 2019 e exponha os seus motivos!
Fale com o Senado que você não concorda com a Reforma da Previdência 2019!
Sabemos que o povo tem voz, faça valer a sua!
O vigilante também deve procurar um advogado especialista para fazer um planejamento de sua aposentadoria, pois muitas vezes ele já tem direito e não sabe disso.

sábado, 29 de junho de 2019

Suspeitos de aplicar golpes bancários no Ceará são presos

Dois homens e uma mulher, que já vinham sendo investigados, foram presos em flagrante no Centro de Nova Russas


Foto: Divulgação/SSPDS/CE

A Polícia prendeu na quinta-feira (27), na cidade de Russas, Região Jaguaribana, um trio suspeito de aplicar golpes bancários em diversas cidades do Ceará. Dois homens e uma mulher, que já vinham sendo investigados, foram presos em flagrante no Centro da cidade.
De acordo com as investigações, o grupo já tinha aplicado o golpe nas cidades de Crato, Orós, Milhã, Independência, Mombaça, Crateús, Juazeiro do Norte, Nova Russas, Pedra Branca e Senador Pompeu.
De acordo com a Polícia, Maria do Carmo Ferreira Alves Soares (59) e Eurides Alves de Oliveira (54), são irmãos e possuem antecedentes por estelionato e furto, acompanhados de Francisco Welhos Martins da Silva (33), sem antecedentes, foram capturados com diversos cartões bancários de terceiros, anotações com nomes de cidades onde pretendiam agir e comprovantes de transações bancárias, além de uma quantia em dinheiro.
O grupo estava no bairro Centro, em Nova Russas, pronto para aplicar mais um golpe, quando o funcionário de um comércio percebeu que o trio estava assediando pessoas que estavam no serviço de correspondente bancário. Uma equipe da Delegacia Municipal de Nova Russas foi acionada para o local e realizou a prisão dos três integrantes.
Ainda segundo a Polícia, Maria do Carmo abordava uma pessoa que estava na fila, em geral, pessoas humildes, com o pretexto de auxiliar a fazer o saque de algum benefício do Governo. A pessoa aceitava o auxílio e a suspeita, que já tinha outro cartão do mesmo banco, fazia troca. Durante a aplicação do crime, a suspeita decorava a senha e, posteriormente, anotava em um papel. Com cartão e senha em mãos, ela se dirigia para um caixa e efetuava o saque. Se não tivesse valor disponível, o grupo realizava empréstimos ou outras transações bancárias. O Veículo que era utilizado pelo trio foi apreendido.
Eurides Alves ficava próximo aos locais bancários observando as pessoas que iriam utilizar o serviço. Welhos Martins era o motorista do grupo e ficava aguardando a dupla para prosseguir para os saques ou próximos delitos. Três boletins de ocorrência já tinham sido registrados na Delegacia municipal e o grupo vinha sendo investigado há um mês. Os suspeitos confessaram que tinham atuado em Orós, Milhã, Independência, Crateús e Nova Russas, mas as investigações apontam que o número de cidades e vítimas é bem maior. “Encontramos um caderno com uma rota que o grupo vinha fazendo”, afirma o delegado. O trio é de Juazeiro do Norte.

Ossada humana é descoberta durante limpeza em lagoa

Os restos mortais estavam espalhados pelo trecho e foram retirados com auxílio de uma escavadeira, enxada e pá


Foto: Reprodução/TV Cidade
Partes de uma ossada humana foram encontradas por funcionários de limpeza em uma lagoa na rua Iracema, no bairro Aracapé, em Fortaleza. Os restos mortais estavam espalhados pelo trecho e foram retirados com auxílio de uma escavadeira, enxada e pá. 
Os funcionários encontraram parte de um crânio e outros ossos. A Polícia Militar e a Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foram chamadas e participaram das buscas. Uma investigação da Polícia Civil deve esclarecer se o local é usado como cemitério clandestino para integrantes de uma organização criminosa.
Com informações da TV Cidade Fortaleza