sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

VIGILANTES DECIDEM PARALISAR ATIVIDADES EM ESCOLAS MUNICIPAIS



A categoria aprovou em assembleia que a partir do, dia 23, não haverá Vigilante nas escolas municipais, nem diurno e nem noturno.

PARALISAÇÃO GERAL ATÉ O CARNAVAL!

Todos os vigilantes devem paralisar e se dirigir ao sindicato. Nenhum trabalhador deve virar plantão.
Essa é a nossa última chance de garantir os empregos. A imprensa, a empresa, as escolas e a Secretaria Municipal de Educação já estão informadas da paralisação.
Contamos com a presença de todos no sindicato!
Vamos ver como ficarão professores, alunos e o patrimônio público sem segurança.

Seja um vigilante consciente e paralise!

Agentes acham celulares e armas artesanais em presídio do Ceará

Além dos celulares foram encontradas baterias e carregadores.
Polícia disse que presos responsáveis vão ser responsabilizados.

Do G1 CE

Objetos foram encontrados na Penitenciária Regional do Cariri em Juazeiro do Norte (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)Objetos foram encontrados na Penitenciária Regional do Cariri em Juazeiro do Norte (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)
Agentes penitenciários encontram nesta quinta-feira (23) dezenas de celulares, baterias e carregadores após vistoria na Penitenciária Regional do Cariri (Pirc), em Juazeiro do Norte.
Segundo os agentes, além do material, foram achadas nas celas várias armas artesanais. A polícia informou que os presos responsáveis pelos objetos vão ser responsabilizados.

Polícia prende cinco suspeitos de integrarem quadrilha de professor universitário

DRFApós prender dois receptadores de artigos de luxo, entre eles um professor universitário, a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Polícia Civil, capturou 5 homens que seriam os assaltantes do esquema criminoso, na última quarta-feira (22), e desarticulou a quadrilha por completo, segundo o delegado titular Raphael Vilarinho.
Através de informações colhidas na investigação, a Polícia encontrou Marcos Paulo Mendes de Souza, 29, Carlos Michael Freire Ferreira, 40, Rodrigo Silva Nunes, 27, Eduardo Matos de Souza, 26, e Diego Rodrigues dos Santos, 30, dentro de um veículo Toyota Hilux, no bairro Parque Manibura, em Fortaleza. Os suspeitos tentaram resistir à abordagem policial, mas acabaram presos. No veículo, foi encontrada e apreendida uma pistola calibre 380 que era utilizada nos assaltos.  
A partir da detenção, a DRF chegou a uma residência no bairro Lagoa Redonda que servia para esconder os artigos de luxo roubados pela quadrilha e apreendeu cordões, pulseiras e anéis de ouro e relógios luxuosos, que valiam aproximadamente R$ 200 mil.
Para devolver os pertences das vítimas dos assaltos e indiciar a quadrilha por mais crimes, a Polícia Civil espera que mais pessoas procurem a Delegacia. "Estamos divulgando as fotos deles e solicitando à população que, se reconhecer algum desses indivíduos, prossiga até a Delegacia de Roubos e Furtos para fazer um inquérito policial", pediu o delegado.
Os bandidos presos irão responder pelos crimes de associação criminosa, roubo e posse ilegal de arma de fogo.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

ESSES DOIS ELEMENTOS QUE EFETUARAM TIROS CONTRA A POLICIA APOS ASSALTO NO BAIRRO CONJ.TIMBO EM MARACANAU.

A imagem pode conter: 1 pessoaA imagem pode conter: 1 pessoa

Juazeiro/CE

A imagem pode conter: 1 pessoa
Final de semana em Juazeiro do norte termina com o registro de 4 homicídios o 1° e 2° ao mesmo tempo, tendo duas vítimas no bairro Juvêncio Santana vítimas agredida a golpes de foice. a 3°vitima de homicídio aconteceu no bairro Tiradentes onde um árbitro de futebol amador foi morto a pauladas.4°Vitima agredida a faca no bairro salesianos na tarde de domingo, onde foi socorrido para o hospital mais devido a gravidade dos ferimentos não resistiu e veio a óbito*.
Via:Agencia C/N

Juiz não determina prisão e suspeito fica solto

Juiz não determina prisão e suspeito fica solto (Foto: Divulgação)

"Ele vai continuar matando uma vez que não é o primeiro homicídio dele". Esta foi a revolta de um policial militar ao entrar no site do Tribunal de Justiça do Estado e se deparar com a decisão de um juiz, que indeferiu o pedido de prisão preventiva solicitado pela Delegacia de Homicídios contra Jonathan Nojoza da Silva, apontado pela polícia como sendo o suspeito de ter matado o soldado Moisés de Jesus Chaves, após tentar roubar a moto do militar na rua Maria da Boa na Cidade Nova II, na última sexta-feira (17).

O trabalho dos policiais civis da Divisão de Homicídios foi incessante e em poucas horas identificou a dupla de criminosos, prendendo Maico Douglas Leite Lima, reconhecido por testemunhas e preso como sendo o homem que pilotava a moto do assassino.

Com a prisão em flagrante de Maico, o delegado responsável pelo caso representou à Justiça solicitando a manutenção da prisão do mesmo bem como o pedido de prisão preventiva contra Jonathan Nojoza da Silva, que, segundo a polícia, foi quem ceifou a vida do militar.

Em despacho, o juiz Luís Augusto da Encarnação Menna Barreto Pereira, titular da 3ª Vara Cível e Empresarial de Ananindeua, em plantão regional datado deste domingo (19), afirma que homologou o auto convertendo em prisão administrativa do flagrante de Maico Douglas Leite Lima, em prisão judicial preventiva.

O Ministério Público recomendou o deferimento da prisão preventiva em relação a Jonathan Nojoza da Silva. Mas o juiz acabou indeferindo o pedido da Polícia Civil. "Por mais que se tenha o Ministério Público esforçado em seu parecer", diz o despacho.
O magistrado diz ainda em seu despacho que não se pode pretender deferir decreto tão severo, em que a fundamentação do representante limitou-se a informar: "tendo em vista que este nacional também teve participação no crime".

MAGISTRADO FAZ OBSERVAÇÃO

No despacho, o magistrado ainda faz observações ao trabalho dos policiais da Divisão de Homicídios quanto a fundamentação do fato. "Não referiu qual seria a participação, não referiu se convocou o representado para depor e este negou-se, se diligenciou na convocação do representado", escreveu o juiz.

O DIÁRIO, que teve acesso a decisão do magistrado, também procurou saber quem era o indiciado Jonathan Nojoza da Silva e, segundo a polícia, logo após matar o soldado Moisés de Jesus Chaves, ele fugiu.

Jonathan Nojoza da Silva tem mandados de prisão expedido pela comarca de Ananindeua por homicídios e roubo, sendo considerado de alta periculosidade, no entender da Polícia Civil.

(J.R. Avelar/Diário do Pará)

Guerreiros em ação


Pegaram uma quadrilha especializada só em roubo e clonagem de veículos Toyota
MEGA OPERAÇÃO DO GUERREIROS DA POLICIA EM SOBRAL QUE DESARTICULOU UMA QUADRILHA DE ASSALTANTES.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, close-up e atividades ao ar livreA imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas