domingo, 25 de junho de 2017

Pai de vereador de Itatira é assassinado.



Acompanhe a notícia no link: http://itatira.lagoashow.com/news_000000000082.html

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ministério Público quer que policiais paguem indenização a assaltantes presos

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) ingressou na Justiça pedindo a condenação de cinco policiais militares pela atuação deles no combate ao roubo de uma concessionária em Cuiabá. A ação foi aberta pela 20ª Promotoria de Justiça de Criminal e os policiais podem pagar até R$ 937,00 por criminoso ou prestar dois meses de serviços comunitários. O promotor responsável pela ação, Roosevelt Pereira Cursini, entendeu que houve crime de “abuso de autoridade” e “uso de truculência” na abordagem dos policiais aos meliantes.
O caso ocorreu no dia 17 de outubro de 2016, quando três criminosos armados invadiram a concessionária Borges Veículos, renderam proprietários, funcionários e clientes, roubaram objetos e uma caminhonete Hilux, e fugiram em seguida. Na fuga, os assaltantes foram perseguidos por duas viaturas da polícia. Durante a perseguição, o motorista da caminhonete perdeu o controle da direção e subiu na calçada. Com a aproximação dos policiais, os bandidos sacaram armas e começaram a atirar contra os policiais, que revidaram. A ação terminou com três assaltantes presos, sendo que dois deles foram baleados pela polícia. A perseguição foi filmada e divulgada na Internet:
Em post divulgado em redes sociais, o cabo Rodrigo Ribeiro Leite, membro da equipe de policiais que fez a prisão e citado na ação, mostrou sua indignação com a decisão do Ministério Público em buscar punição aos policiais. No texto, ele narra ação de sua equipe na perseguição e fala em inversão de valores:
“Imaginem só, o que nois PMs sofremos por várias inversão de valores, uma ocorrência padrão, roubo na Borges Veículos, elementos invadiram a loja armados e truculentos com as vítimas, estavam os proprietários, clientes e funcionários da loja, foram subtraído vários pertences como anéis, celulares, relógios, documentos, é uma Hilux branca do proprietário. A minha Guarnição escutou no rádio uma Viatura do Cb. Toninho, informando que estava em acompanhamento de uma Hilux branca roubada, e os bandidos bateram a caminhonete e trocou tiro com a guarnição do Cb. Toninho, onde dois dos 4 elementos foram baleados, um na perna, e outro no pé, e uns dos 4 evadiu em direção a Av. do CPA, foi quando a minha Guarnição estava próximo aí eu com a minha astúcia e visão aguçada, consegui ver o outro foragido, prendemos e recuperamos um revólver calibre 38, e logo depois encaminhamos os 3 detidos e um foragido, recuperamos todos os pertences das 7 vítimas, só ficou com o prejuízo foi o dono, pois sua caminhonete os bandidos bateram.
 Aí fui hoje em uma audiência no Jecrim, aí vi uma coisa que nunca tinha visto em 14 anos de PM, O Ministério Público ordenou que eu e as outras guarnições, temos que pagar um salário mínimo para os bandidos, porque eles foram torturados, que a PM agiu com truculência, ainda o bandido que eu consegui pegar, deu nome errado, depois lembrou seu nome no Ministério público, e o bandido ainda tem credibilidade perante a sociedade? O dono da loja levou um prejuízo de quase 20 mil reais para arrumar a caminhonete, todos eles foram torturados psicologicamente, chamados de vagabundos e em todo o momento falavam que iam matar, depois da ocorrência o Ministério Público ordena que os PMs que estavam na ação, indenizam os bandidos? País de inversão de valores.
Como PMs trabalham desse jeito, o que fazer?”
De acordo com o andamento do processo n° 5885.64.2016.8.11.0062, que pode ser consultado pelo site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (consulta por “numeração única), os policiais devem comparecer ao juizado especial criminal no próximo dia 27 de julho para nova audência do processo.
mpe-mt-policiais
As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Somente 27 homens estão presos exclusivamente pela Lei Maria da Penha no Ceará

Atualmente, 616 homens estão presos autuados pela Lei Maria da Penha, que criminaliza casos de violência doméstica e familiar contra mulheres. No entanto, somente 27 destes estão presos sem responder por outros crimes, segundo dados da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus).
A promotora Jeritza Braga diz ver com preocupação a estatística. Coordenadora do Núcleo de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, ela diz que, devido à superlotação nas unidades penitenciárias, a prisão hoje é vista como “última opção” em caso de agressões contra mulheres.
Em muitos casos, ela conta que a liberdade do agressor é bem quista pela vítima por causa da dependência financeira. “Muitas mulheres, na hora da agressão, pedem a prisão, às vezes, ele é preso em flagrante. Mas muitas vezes, depois, a mesma mulher vai pedir para ele ser solto. Porque muitas vezes é ele quem sustenta a casa”.
Dessa forma, outras medidas são adotadas para punir os abusos, como o uso de tornozeleiras eletrônicas. O uso do aparelho emite alerta à Polícia caso o agressor chegue a menos de 500 metros de distância da vítima.
O Ceará registrou, só nas quatro primeiras semanas de 2017, 97 casos de violência doméstica — uma média de três casos e meio por dia, segundo a Delegacia de Defesa da Mulher.
Série de reportagem da Rede Jangadeiro FM mostra testemunhos de mulheres que superam as agressões e viram os algozes pagarem pelos crimes. Entre os casos ouvidos estão o de uma mulher que foi mantida em cárcere privada pelo próprio marido e o de uma professora que se viu entre a vida e a morte após ser brutalmente agredida pelo companheiro. Confira:
Tocador de áudio Tocador de áudio

Detentos fogem da Cadeia de Madalena

Três detentos fugiram por volta das 13h30 do último sábado (17) da Cadeia Pública do município de Madalena.

De acordo com informações da Polícia Militar, fugiram: Antônio Alcione Sousa Tavares, 32 anos, respondendo ao Art. 157 do CPB; Victor Mendes de Oliveira, 23 anos, respondendo ao Art. 33 da Lei 11.343 e Art. 29 da Lei 9.605; e Emanuel Oliveira Cunha de Sousa, 27 anos, respondendo ao Art. 129, parágrafo 9, do CPB e Art. 5º e 7º da Lei de Violência Doméstica.

Conforme o destacamento da PM informou ao 4º BPM de Canindé, a grade do portão de saída da Cadeia estava serrada, e após uma contagem de presos foi constatada a fuga dos três detentos.

Dentro da Cadeia foi encontrada uma serra que provavelmente foi usada para cortar a grade, sendo provável que após a grade serrada, os presos tenham saído para o Pátio Interno e pularam o muro que dá acesso à rua.

GRAVE ACIDENTE DE TRÂNSITO EM VIÇOSA DEIXA DOIS MORTOS E UM GRAVEMENTE FERIDO

Neste domingo, por volta das 19h00, na CE 232, há aproximadamente cinco quilômetros da zona urbana de Viçosa, no trecho que liga os municípios de Viçosa do Ceará e Cocal-PI, ocorreu um grave acidente de trânsito que deixou dois mortos. 

Segundo informações colhidas entre os populares que presenciaram o acidente, um veículo celta de cor prata trafegava em alta velocidade, quando veio a colher dois jovens que estavam em uma moto, os quais foram arremessados para fora da pista, tendo ambos morte imediata.
Um pouco mais a frente o mesmo veículo atropelou a vítima identificada como FRANCISCO SOUSA DE OLIVEIRA, 46 anos, o qual sofreu fratura exposta na perna direita, pancada na cabeça e várias escoriações pelo corpo, sendo socorrido para o hospital de Viçosa e depois transferido para Sobral. O veículo envolvido no acidente foi encontrado abandonado no centro de Viçosa, sendo o mesmo apreendido pela Policia Militar e levado para Delegacia local. O condutor do veículo ainda não foi identificado.

Os dois jovens que morreram no acidente foram identificados como LEONARDO ALVES MENDES, 26 anos, residente no Sitio Tranqueira de baixo, na zona rural de Viçosa do Ceará, o qual segundo informações de populares seria o condutor da moto Titan, cor vermelha, placa HUQ-7023 e RANGEL DE SOUZA MONTEIRO, 17 anos, residente no Sitio Delgada, na zona rural de Viçosa do Ceará.

A equipe do Núcleo de Perícia Forense (PEFOCE) compareceu ao local e conduziu os corpos das vítimas para o IML de Sobral. 

Estiveram também no local os Policias do Destacamento de Viçosa sob o Comando do 1º Sgt Macedrânio, bem como a equipe da Policia Rodoviária Estadual (PRE).

Que Deus possa confortar o coração dos familiares das vítimas nesse momento tão difícil.

 
 
 
Fonte : Blog Sinhá  Saboia via Ibiapaba 24hs

Acidente que deixou 10 mortos e 18 feridos no Piauí não partiu de Boa Viagem-CE


Tacógrafo do ônibus será periciado pela Polícia Civil (Foto: Divulgação/PRF)

Conforme informação do portal G1, o ônibus tinha saído de Boa Viagem, mas na verdade foi de Sobral.
Um ônibus de turismo com 28 passageiros e dois motoristas capotou na BR-135, no Povoado Paus, zona rural de Monte Alegre do Piauí, 786 km ao Sul de Teresina, por volta das 6h20 deste sábado (17). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) até as 17h00h foram confirmadas 10 mortes e 18 feridos. Duas pessoas saíram ilesas.
Os feridos foram encaminhados, inicialmente, a hospitais de Redenção e Bom Jesus. Após os primeiros atendimentos, permaneceram 15 em Bom Jesus e três foram transferidos para Floriano.
A assessoria do Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus, informou que os 15 pacientes estão estáveis e não correm risco de morrer. A regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou ao G1 que feridos e mortos sofreram amputação de membros.
A equipe da PRF informou que esteve no local e só foi possível precisar o total de mortos depois de desvirar o veículo. A Polícia Rodoviária destacou que praticamente todos os passageiros foram arremessados para fora do veículo, em consequência do não uso do cinto de segurança.
Acidente envolvendo ônibus deixou 10 mortos no Piauí (Foto: Divulgação/PRF)
Identificação
Todos os corpos permanecem no necrotério do hospital de Bom Jesus e a Polícia Civil do Piauí fará a identificação das vítimas. Segundo o policial civil Carlos George, não há prazo ainda para a liberação.
“Estamos com os documentos de todos os passageiros do acidente na delegacia e temos um perito no hospital reunindo as informações das vítimas, para podermos identificar todos, mas não podemos precisar quando conseguiremos fazer isso”, disse Carlos George.
A PRF destacou que o estado dos corpos pode dificultar a identificação, devido às mutilações.
Ele destacou que a Polícia Civil fará também a investigação sobre a causa do acidente. O tacógrafo do ônibus será periciado, para determinar o tempo que o veículo já estava circulando, qual a velocidade média e que distância percorreu.
De acordo com a PRF, os passageiros informaram que o ônibus saiu do Ceará, da cidade de Sobral, e tinha como destino o estado de São Paulo.
A PRF destacou que o acidente foi do tipo tombamento seguido de colisão com objeto fixo, envolvendo um ônibus pertencente à empresa Gênesis.
A PRF disse que o condutor perdeu o controle depois que fez uma curva fechada em declive. Um desnível de 20 cm entre a pista de rolamento e o acostamento, segundo a PRF, pode ter contribuído para o acidente.
A Polícia Civil informou que o motorista que conduzia o veículo na hora do acidente está vivo e será ouvido em Bom Jesus assim que for liberado do hospital, onde recebe atendimento.
A PRF destacou que o veículo possuía autorização para transporte interestadual e não circulava de forma clandestina.
Com informações do G1 PI
Desnível de 20 cm pode ter contribuído para o acidente, segundo a PRF (Foto: Divulgação/PRF)

Agricultor de Mombaça é assassinado com seis facadas na zona rural de Pedra Branca

pedra_branca_viatura_delegaciaUm homicídio a faca no Sítio Tabuas, zona rural de Pedra Branca, na região Central do Ceará, mobilizou policiais militares no fim da noite deste sábado, 17. Um morador informou aos PMs, que por volta das 23h, estava em um aniversário, juntamente com a vítima do homicídio, que ao termino da festa, resolveram ir embora os dois, e quando já ia chegando na residência deles, se distanciaram um pouco um do outro, foi quando ouviu uns gritos de socorro por parte da vítima.
Destaca ainda o informativo policial de que uma pessoa conhecida como “Emanoel” passou correndo pela testemunha [amigo da vítima], e quando foi ver seu amigo identificado como Francisco Claudio Maia de Brito, 34 anos, já estava morto ao sofrer quatro perfurações a faca nas costas e mais duas no tórax, já sem vida.
A comunicação se deu horas depois, devido ao acesso ruim e sem sinal de celularno local, vindo a comunicar a polícia por volta das 04h deste domingo. Diante de tão pouca informação, os PMs trataram logo de realizar diligências, na tentativa de localizar e prender o autor deste delito, mas, sem êxito.
Os familiares de Francisco Claudio Maia de Brito residem na cidade de Mombaça. Os PMs não conseguiram prender o acusado.