sexta-feira, 13 de janeiro de 2012


Mulher é presa suspeita de matar animais (Reprodução)
MAUS-TRATOS
Mulher é presa suspeita de matar animais
Cães e gatos adotados são achados mortos.
Após 2 dias, prematuros 
vão para UTI (Reprodução / TV Globo)
TOCANTINS
Após 2 dias, prematuros 
vão para UTI
Sem vaga, bebês corriam risco de morte.
Preso sem provas deve 
ser solto hoje (Reprodução/TV Globo)
DENÚNCIA DE ROUBO
Preso sem provas deve 
ser solto hoje
Agente de saúde foi detido em outubro em SP.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Com greve de policiais, delegados do CE escoltam preso até cadeia pública



Acúmulo de funções ocorre por conta da greve de policiais civis no Ceará.
Escrivães e inspetores da polícia civil estão em greve desde terça (3).

Do G1 CE, com informações da TV Verdes Mares

Três delegados da cidade de Juazeiro do Norte, no Sul do Ceará, tiveram de escoltar um preso no percurso de alguns metros a pé entre a delegacia e a cadeia pública. Com a greve de escrivães e inspetores no Ceará, os delegados tiveram de acumular funções como a escolta de presos e registro de BOs. A transferência feita por delegados chamou a atenção da população e de servidores em greve.
"Ele (o suspeito preso) deveria ser escoltado em viatura. Em cima de tudo isso que acontece com a segurança no Ceará quem paga são os cidadãos, que pagam imposto e não têm a segurança que deveriam ter", disse o guarda municipal Rafael Mota, que assistiu à transferência.
Os delegados dizem que acumulam funções para não ter de parar as atividade das delegacias municipais da região. "É um direito do cidadão que o serviço das delegacias não pare, e não vai parar", afirma Levi Leal, um dos delegados que escoltou o preso da delegacia de Juazeiro do Norte.
Entenda o caso
A primeira paralisação da categoria ocorreu no dia 2 de julho de 2011, mas foi suspensa pela Justiça em 5 de julho pela 6ª Vara. A categoria retomou as atividades em 3 de agosto após impasses com a Justiça. Nova paralisação foi realizada em 14 de outubro, mas o movimento, mais uma vez, foi considerado ilegal pela Justiça, fazendo com que os policiais voltassem ao trabalho em 14 de dezembro.
Nas duas primeiras paralisações a categoria permaneceu com 30% do efetivo trabalhando nas delegacias cearenses. Agora, no entanto, segundo informações do Sinpoci, 100% do efetivo policial está orientado a paralisar as atividades.

Vigilante é baleado em assalto a banco no interior do Ceará



Três homens atiraram no vigilante antes de anunciarem assalto, diz CPI.
Dois suspeitos foram presos e um está foragido, segundo sargento.

Do G1 CE

R$ 13 mil foram recuperados com dois suspeitos presos (Foto: Mardem Lopes/Arquivo Pessoal)R$ 13 mil foram recuperados com dois suspeitos
presos (Foto: Mardem Lopes/Arquivo Pessoal)
Um vigilante foi baleado durante um assalto a banco em Irauçuba, na Zona Norte do Ceará, de acordo com o sargento do Comando de Policiamento do Interior (CPI) Rodrigues Matos. Segundo o CPI, três suspeitos chegaram a pé e se aproximaram da entrada do banco e atiraram no vigilantes antes de anunciarem o assalto.
O vigilante ferido foi encaminhado à Santa Casa de Sobral, também na região Norte do Ceará, e não corre risco de morrer, de acordo com o sargento do CPI. Houve troca de tiros e um dos suspeitos também foi baleado.
Dois suspeitos foram presos e um terceiro, já identificado, está foragido. O sargento Rodrigues diz também que policiais seguem em busca do terceiro suspeito. De acordo com o coronel Gilvandro, os dois suspeitos presos são homens foragidos da Justiça de São Paulo.
De acordo com o coronel Gilvandro Oliveira, os suspeito roubaram do banco R$ 13 mil, valor já recuperado. Segundo o coronel, R$ 9 mil está com um dos suspeitos e R$ 4 mil com outro. Além do dinheiro, foram apreendidas armas e munições usadas no assalto e alimentação. A comida seria usada durante o período em que ficariam escondidos em zona rural de Irauçuba, de acordo com a Polícia Militar.