segunda-feira, 30 de julho de 2012

Tropas policiais ocupam seis bairros de Fortaleza em resposta ao crime


SEGURANÇA PÚBLICA
A ordem partiu da Secretaria da Segurança. Nestas áreas, gangues de traficantes disputam o comércio das drogas
Seis bairros de Fortaleza, das zonas Leste, Oeste e Sul, estão sob ocupação da Polícia Militar. A determinação partiu da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O objetivo da presença da tropa armada nestas comunidades é reprimir com firmeza a ação de traficantes de drogas e gangues armadas que vêm produzindo uma escalada de medo e sangue. Assassinatos de ´encomenda´, por ordem do tráfico, e embates armados entre as quadrilhas têm deixado muitas vítimas.



Exemplo disso foi o que aconteceu há duas semanas, quando uma criança de um ano e nove meses de vida, a pequena Ana Alice Castro Marcelino, foi baleada na cabeça e morreu três dias depois. O episódio ocorreu na Favela do Plástico, no bairro Antônio Bezerra, na Zona Oeste.

Atenção
Assim como no Antônio Bezerra, os outros bairros que agora são ´alvo´ da investida da Polícia são, o Pirambu, Barra do ceará, Praia do Futuro, Edson Queiroz e Messejana. É para estas comunidades que estão voltadas as atenções da PM com maior mobilização. Tropas do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Batalhão de Operações de Ações Intensivas e Ostensivas e (BpRaio) e setores da Inteligência da própria SSPDS e das respectivas companhias de áreas, estão sendo empregadas nas ações supervisionadas pelo Comando do Policiamento da Capital (CPC) e pelo próprio Comando Geral da PM. A determinação é expressa e foi dada pelo secretário da Segurança, coronel Francisco José Bezerra.

A Editoria de Polícia do Diário do Nordeste montou, com base nos registros da Polícia, um mapa das áreas que, atualmente, são consideradas críticas em termos de criminalidade, tudo em decorrência da ação dos traficantes de drogas e dos confrontos quase diários entre as gangues.

No Antônio Bezerra, por exemplo, são dois grupos rivais que, nas últimas semanas, trocaram tiros e causaram, pelo menos, três mortes, além de deixar vários feridos. A intriga envolve os traficantes e gangueiros das favelas do Plástico e do Sossego, localizadas a menos de 150 metros uma da outra.

Em resposta pelo sequestro e morte do traficante Paulo Sérgio Marcelino da Silva, morador da Favela do Plástico (levado de casa por falsos policiais e executado em Caucaia), no fim de junho último, seus comparsas invadiram a Favela do Sossego no dia 19 último, e mataram o adolescente Dênis Cavalcante, 15. A vingança, porém, veio rapidamente. No dia seguinte (20), a gangue do Sossego se armou e atacou a do Plástico, disparando tiros indistintamente contra os moradores.

Além de assassinar o adolescente Igor Rocha da Silva, 16 (que seria um dos matadores de Dênis), os bandidos balearam quatro pessoas, entre elas, a pequena Ana Alice, que morreu no IJF-Centro no dia 22).

Segundo o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Francisco Souto, as operações no Antônio Bezerra e nas demais comunidades consideradas críticas ocorrem diariamente. Em apoio às companhias das respectivas áreas, patrulhas do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Canil, BpRaio e da Força Tática de Apoio (FTA) auxiliam as equipes do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG), que fazem o patrulhamento diário.

Outras áreas

No bairro Edson Queiroz, são as gangues do Gelo e do Coqueiro que eternizam uma rivalidade que já produziu muita violência, com ´baixas´ de ambos os lados. O mesmo acontece na área próxima do Conjunto São Miguel, em Messejana, onde traficantes das comunidades do Coqueirinho e da Mangueira vivem em constante embates. Na zona Oeste de Fortaleza, mais dois bairros causam preocupação e mobilizam a PM, Barra do Ceará e Pirambu.

´Território da Paz´ ainda é motivo de preocupação
O ´Território da Paz´, área constituída por cinco bairros na área do Grande Bom Jardim (Bom Jardim, Granja Lisboa, granja Portugal, Siqueira e Canindezinho) ainda é um dos principais bolsões da violência na Grande Fortaleza. Desde que foi implantado o programa federal para o combate aos índices da criminalidade, a Polícia Militar tem feito um trabalho de constante policiamento naquele setor.

No entanto, a ação de traficantes de drogas insiste em desafiar o Poder Público e os números da violência ainda são preocupantes. Conforme levantamento feito pelo Diário do Nordeste, do começo do ano até ontem, pelo menos 88 pessoas foram mortas naquela região da Capital cearense. No ano passado, foram 126 homicídios, contra 178 em 2010. Portanto, em dois anos e sete meses, nada menos que, 392 pessoas foram mortas no ´Território da Paz´. Entre 2010 e 2011, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), houve uma forte redução da violência nas estatísticas gerais dos crimes ali registrados.

Programa

Mas, além do incremento do trabalho de prevenção e repressão das forças policiais, o programa federal ´Territórios da Paz´ visa também o oferecimento de alternativas para que a população tenha ferramentas sociais e educativas para tirar sua juventude das garras do tráfico.

O programa é uma parceria do Governo Federal, através do Ministério da Justiça, com os governos estadual e municipal. As escolas públicas são parceiras deste trabalho social.

Zona Oeste é a área de maior violência
Nas últimas semanas, a Polícia Militar tem voltado sua atenção especialmente para a zona Oeste de Fortaleza. O tráfico de drogas e a presença de bandidos armados tem abalado a vida de centenas de fortalezenses residentes nos bairros Pirambu, Vela Velha, Goiabeiras, Pirambu, Cristo Redentor, Colônia, Jardim Iracema e Barra do Ceará.


A Polícia Militar está agido sem trégua nos bairros Antônio Bezerra, Barra do Ceará, Goiabeiras e Pirambu devido aos recentes episódios de violência que deixaram várias pessoas mortas ou feridas durante tiroteios FOTO: KIKO SILVA

Diante disso, operação foram desencadeadas pela PM com o auxílio até de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). No fim do mês de junho, foi decidido pelas autoridades que a Corporação iria ocupar, especificamente, a Favela do Gueto, na Barra do Ceará; e o Morro de São Thiago, nas Goiabeiras.

Gangues
Uma das situações mais complicadas que a Polícia vinha enfrentando era na Favela do Gueto, um conjunto de prédios abandonados localizado na Avenida Francisco Sá, na Barra do Ceará, onde, nos anos 80, funcionou uma indústria de confecções.

Hoje, a área está invadida por dezenas de famílias sem-teto. Além de centenas de casebres que foram erguidos em volta dos prédios abandonados, a própria estrutura da antiga fábrica vinha servido como esconderijo para os traficantes e assaltantes.

O comandante-geral da PM, coronel Werisleik Ponte Matias, afirma que, como o prédio tem estrutura vertical, com vários pavimentos, os ´olheiros´ dos traficantes ficavam à espreita e via quando a Polícia se aproximava.

"Daqui de cima eles tinham uma visão privilegiada e sabiam quando as viaturas estavam se aproximando. Então, o aviso era dado e os traficantes conseguiam fugir ou se esconder", disse o oficial no dia em que comandou, pessoalmente, a ´invasão´ tática da PM no Gueto.

Em incursões realizadas diariamente, policiais da 3ª Companhia do 5º BPM (Pirambu) chegaram até a ter que desmontar barricadas feitas com sofás velhos, pedras, paus e latas para impedir a entrada das viaturas e motocicletas.

Goiabeiras

Não muito distante dali, nas Goiabeiras, o tráfico de drogas também vem produzindo muito muita violência.

São bandidos divididos em duas gangues denominadas de ´Ratos da Barra´ e ´Diabos do Polo´, que disputam o território da venda de entorpecentes.

Os constantes tiroteios já deixaram um saldo de, pelo menos, 15 mortos desde o começo do ano. Um dos fatos mais graves ali aconteceu na tarde do dia 14 de abril último, quando ocorreu uma chacina na Rua Santo Antônio, bem próximo do Morro de São Thiago.

Numa intensa troca de tiros, morreram os jovens Ronaldo Vieira da Silva, Valdir Felipe Freitas de Oliveira e Felipe Almeida dos Santos. Os dois últimos eram adolescentes e ambos tinham 17 anos de idade. Desde a ocupação da PM, os tiroteios diminuíram e vários bandidos armados acabaram capturados.

Duas gangues espalham o terror na Barra do CE
A disputa entre duas gangues tem deixado a população das Goiabeiras refém do medo. São dois grupos que se intitularam de ´Ratos da Barra´ e ´Diabos do Polo´, que brigam pelo território da venda de drogas. Neste ano, já ocorreram 51 homicídios na área da Grande Barra do Ceará e, pelo menos, 15 desses crimes estão ligados diretamente a esta disputa de criminosos.

O último corpo resultante dessa ´guerra´ apareceu na manhã da última sexta-feira, quando a Polícia foi acionada por moradores para ir até o Morro de São Tiago e ali se deparou com um cadáver. Era de um jovem identificado como Lucivaldo Ferreira da Silva, conhecido pelo apelido de ´De Menor´.

Segundo a própria família dele, Lucivaldo era usuário de drogas (pedras de crack) e estava devendo a traficantes do bairro. Como não pagou a dívida, acabou sendo levado para o alto do morro e morto a tiros e facadas. 

Esquilo é flagrado 'lendo' informações em embalagem


Cena foi registrada em parque no Canadá.
Imagem foi feita pelo fotógrafo Michael Higgins.
Do G1, em São Paulo
Um esquilo foi flagrado segurando uma embalagem como se estivesse lendo as informações presentes no rótulo. A cena foi registrada pelo fotógrafo Michael Higgins em um acampamento em um parque em Ontário, no Canadá, segundo o jornal inglês "Daily Telegraph".
Esquilo parece ler informações de embalagem. (Foto: Reprodução/Daily Telegraph)Esquilo parece ler informações de embalagem. (Foto: Reprodução/Daily Telegraph)
Leia mais notícias na página principal do Planeta Bizarro. Conheça também a página doPlaneta Bizarro no Facebook.

domingo, 29 de julho de 2012

Quatro pessoas são assassinadas no Interior Diário do Nordeste Online | 07h34m | 29.07.2012 imprimir email O último sábado (28) foi violento no Interior do Estado. Quatro homicídios foram registrados nas últimas 24 horas, de acordo com o Comando da Polícia Militar no Interior. O nome das vítimas ainda não foi divulgado. O caso que chamou mais a atenção foi em Sobral, a 240 Km de Fortaleza. Já na madrugada deste domingo (29), quatro pessoas foram baleadas em uma mesma ação. Um homem morreu e as três demais saíram feridas. Foi apreendido um revólver, calibre 32, com um dos suspeitos de cometer o crime. De acordo com a polícia, os demais assassinatos ocorreram em Quixadá, Boa Viagem e Juazeiro do Norte (a, respectivamente, 167 Km, 220 Km e 533 Km da Capital cearense). Os crimes foram cometidos a faca e a bala. Mais informações em instantes


Diário do Nordeste Online

O último sábado (28) foi violento no Interior do Estado. Quatro homicídios foram registrados nas últimas 24 horas, de acordo com o Comando da Polícia Militar no Interior. O nome das vítimas ainda não foi divulgado.
O caso que chamou mais a atenção foi em Sobral, a 240 Km de Fortaleza. Já na madrugada deste domingo (29), quatro pessoas foram baleadas em uma mesma ação. Um homem morreu e as três demais saíram feridas. Foi apreendido um revólver, calibre 32, com um dos suspeitos de cometer o crime.   
De acordo com a polícia, os demais assassinatos ocorreram em Quixadá, Boa Viagem e Juazeiro do Norte (a, respectivamente, 167 Km, 220 Km e 533 Km da Capital cearense). Os crimes foram cometidos a faca e a bala.
Mais informações em instantes  

Delegados federais estão mobilizados em assembleia


MELHORIAS
Os delegados da Polícia Federal (PF) encontram-se em assembleia geral permanente, no sentido de sensibilizar o Governo para os problemas enfrentados pela categoria. O corte drástico no orçamento da instituição fez com que a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) deflagrasse a "Operação estrita Legalidade".


Delegado federal Luiz Feitosa revela que a redução de verbas para a instituição tem trazido prejuízos enormes para o combate ao crime FOTO: NATINHO RODRIGUES
O representante da ADPF no Ceará, delegado Luiz Alves Feitosa, ressaltou que houve uma queda sensível no número de operações. De 190 em 2009, as operações realizadas no ano passado foram inferiores a 100.

Finanças
Dos R$ 750 milhões destinados para a PF em 2009, o orçamento destinado à instituição para este ano é de R$ 450 milhões. "Isso representa um grande prejuízo no trabalho do policial federal", afirmou Luiz Feitosa.

Devido aos problemas financeiros, os delegados federais só viajam a serviço mediante o depósito antecipado das diárias. "Se não for feito isso, temos de pagar do próprio bolso, sem saber quando esse dinheiro será ressarcido", disse.

No dia 4 deste mês, os delegados da PF fizeram protesto de solidariedade. A categoria fez doação de sangue. Os membros da ADPF usaram camisetas com os dizeres "A PF dá o sangue pelo Brasil". Para os próximos dias estão previstos novos atos de protesto da categoria. As manifestações, sempre ordeiras e com mobilização da classe em geral são feitas na frente da Superintendência Regional da PF, no Bairro de Fátima.

Sem pessoal
Além da carência orçamentária, a PF, segundo a diretoria da ADPF, sofre com a falta de pessoal. Luiz Feitosa não esconde a preocupação com a aproximação da Copa do Mundo. Ele frisa que, mesmo com o concurso, os aprovados terão de passar pelo curso de formação, que deve ser concluído um pouco antes do evento esportivo mundial.

É uma temeridade colocar novatos para trabalhar em um evento desse porte", concluiu.

Os policiais federais desempenham a importante tarefa de reprimir o tráfico de drogas ilícitas, crimes de contrabando e descaminho, evasão de divisas, assaltos a bancos, pedofilia na internet, sonegação fiscal, falsificação de moeda, delitos contra a ordem tributária e contra o sistema financeiro nacional, contra a fauna e a flora, contra instituições federais, entre outros.

No Ceará, um dos destaques da ação da PF é a repressão ao tráfico internacional de drogas. 

sábado, 28 de julho de 2012

Sequestrador era foragido do IPPS


MORTO NO RN
Era do fugitivo cearense Francisco Genério Bruno da Silva o corpo do homem que morreu, na última terça-feira, em confronto com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte. O bandido havia escapado misteriosamente do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS) e juntou-se ao bando encabeçado pelo cearense Paulo Victor Lopes Monteiro.


Francisco Genério Bruno da Silva morreu, na última terça-feira, em tiroteio com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte no Município de Extremoz FOTO: DIVULGAÇÃO
A quadrilha foi desarticulada no começo da semana depois de manter em cativeiro, durante 37 dias, o empresário potiguar Porcino Fernandes da Costa Segundo, o ´Popó Porcino´. O local onde o refém estava aprisionado foi ´estourado´ por policiais da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, sob o comando da delegada Sheyla Freitas. O cativeiro havia sido montado em uma casa de veraneio na Praia do Pitangui, no Município de Extremoz. ´Popó Porcino´ havia sido sequestrado em uma vaquejada na cidade de Ceará-Mirim (RN).

Procurado
Além da morte de Genério Bruno da Silva, a equipe da Deicor prendeu quatro bandidos cearenses. Paulo Victor Lopes Monteiro foi capturado juntamente com sua namorada, Bruna de Pinho Landim, 22. Também foram detidos José Orlando Evangelista da Silva e Anderson de Sousa Nascimento.

Genério, natural de Quixadá, era acusado de ter sequestrado um estudante, em 2008, dentro de um colégio particular, localizado no bairro Papicu. 

Casa de promotor é alvo de disparos


PEDRA BRANCA
Representantes do Ministério Público do Ceará (MP/CE) estiveram reunidos na tarde ontem com integrantes da Cúpula da Segurança Pública do Estado para definir medidas de proteção para os membros do MP. O encontro ocorreu um dia depois que bandidos atiram contra a residência do promotor de Justiça João Pereira Filho, no Município de Pedra Branca (distante 261Km de Fortaleza).


O procurador geral de Justiça, Ricardo Machado, reuniu-se com o secretário da Segurança Pública para buscar providências em relação ao caso FOTO: ALEX COSTA
A ação criminosa ocorreu na madrugada da última quinta-feira (26). De acordo com a Polícia, o membro do MP ouviu barulhos fora da casa dele durante a madrugada, mas acreditou que se tratavam de fogos de artifício.

Pela manhã, ele descobriu que a fachada da casa e o carro dele apresentavam marcas de tiros. Moradores disseram à Polícia, terem vistos um jovem passar em uma moto pelo local no horário dos disparos.

Um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado e peritos da Coordenadoria de Criminalística (CC), da Perícia Forense (Pefoce) examinaram o local. Ontem, pela manhã, representantes do Núcleo de Segurança Institucional (Nusit) e da Associação Cearense do Ministério Público (ACMP) estiveram reunidos para discutir ações ostensivas e preventivas em proteção dos membros da instituição.

No começo da tarde, o procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado, se reuniu com o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Bezerra; e com o comandante geral da PM, coronel Werisleik Pontes Matias; com o superintendente da Polícia Civil, Luiz Carlos Araújo Dantas.

NÚMERO
30 dias é o prazo que a Polícia Civil terá, a princípio, para concluir o inquérito que vai investigar o atentado, a tiro, na residência do promotor de Justiça 

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dupla suspeita assaltar residências é presa com R$ 2 mil no Ceará


Eles foram encaminhados pata a Delegacia Regional da cidade do Crato.
Dinheiro, drogas e uma arma foram encontrados com os suspeitos.

Do G1 CE
Dinheiro, drogas e uma arma foram encontrados com os suspeitos. (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Dinheiro, drogas e revólver foram encontrados com
os suspeitos. (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
Dois homens foram presos na tarde de terça-feira (24), na cidade do Crato, suspeitos de cometerem assaltos e arrobarem residências, segundo informações da Polícia Militar (PM). Os dois foram encaminhados pata a delegacia regional da cidade.
De acordo com a polícia, com a dupla foi encontrado R$ 2 mil em espécie, um revólver calibre 38 com munição, drogas, celulares e uma nota de R$ 100,00 falsa. Os suspeitos têm 24 e 27 anos e estavam em uma moto no momento em que foram abordados.

Em 9 meses, número de mortos por PMs sobe 68% na capital paulista


PM matou 45 no 3º trimestre de 2011; no 2º trimestre deste ano, foram 76.
No estado, aumento foi de 27,17% no mesmo período.

Marcelo Mora Do G1 SP
Os dados sobre criminalidade divulgados nesta quarta-feira (25) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo apontam que, além do aumento do número de homicídios dolosos no primeiro semestre de 2012, as mortes decorrentes de confrontos com policiais militares vêm apresentando seguidas elevações desde o terceiro trimestre de 2011.
Nos meses de julho, agosto e setembro do ano passado, por exemplo, foram contabilizados 92 mortos por PMs. Deste total, 45 ocorreram na capital. Em relação ao trimestre seguinte, houve aumentos destes índices de 12,7% no estado e de 26,6% na capital. Nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2011, policiais militares mataram 104 suspeitos no estado, sendo 57, mais da metade, na capital.
Depois de três meses, já em 2012, mais acréscimo nos índices: de 7,69% no estado e 12,2% na capital. Nos meses de janeiro, fevereiro e março, 112 pessoas morreram em confrontos com policiais no estado e 64, novamente mais da metade, na capital. E, finalmente, no segundo semestre deste ano, novas altas, principalmente nos índices da capital, 18,75% - no estado, foi de 4,46%. De acordo com a SSP, 117 suspeitos morreram ao enfrentar PMs no estado. Na capital, foram 76 mortos, mais de 53% do total contabilizado no período.
Levando-se em consideração para efeitos de compração o período de nove meses, as elevações são ainda mais significativas. Apenas na capital, a PM matou 68,8% a mais no período: saltou de 45 para 76 mortes. No estado, o aumento foi de 27,17%: de 92 para 117 pessoas mortas por policiais.
Desde abril do ano passado, após uma testemunha ter ligado para o Copom para falar sobre policiais militares que executavam um suspeito dentro de um cemitério na capital paulista, o governador Geraldo Alckmin determinou que ações policiais que resultassem em resistência à prisão seguidas de morte fossem investigadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e não somente pela Corregedoria da PM.
De acordo com Jorge Carlos Carrasco, diretor do DHPP, ao menos 35% dos inquéritos que investigaram mortes de civis em confronto com policiais foram concluídos até o final de maio deste ano, quando ele concedeu entrevista sobre seis suspeitos mortos em uma ação da Rota no estacionamento de bar na Penha, na Zona Leste da capital. Na ocasião, ele considerou que toda a ação dos integrantes do grupo de elite da PM “como legítima”, mas ressaltou que “havia indícios” de execução no caso de uma das vítimas dos policiais.
Homicídios dolososO total de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) cresceu 21% na capital paulista e 8,39% no estado de São Paulo no primeiro semestre de 2012, de acordo com as estatísticas divulgadas pela SSP.

No estado, o crescimento no número de homicídios se deve ao registro de 2.183 casos no semestre de 2012, contra 2.014 no mesmo período de 2011, um aumento de 169 ocorrências. Na capital paulista, o total de homicídios chegou a 585 no semestre, contra 482 nos seis primeiros meses do ano passado.
Se comparado os dados de homicídios registrados em junho do ano passado com o mês de junho de 2012, o aumento no número de assassinatos foi de 46,9%. A partir do número divulgado nesta tarde, São Paulo tem atualmente taxa de 10,3 casos de homicídios por cada 100 mil habitantes,  e saiu da faixa recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
O delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima, disse que o estado enfrenta uma "criminalidade muito violenta" e que parte do aumento nos números pode estar relacionada a vinganças praticadas por criminosos.

"É uma linha que a polícia está investigando, ainda não tem uma confirmação de 100% de todos os casos, mas a realidade é que tem uma criminalidade muito violenta", disse.

"Tanto a Polícia Civil quanto a Militar não vão ceder nenhum espaço para o crime organizado. Esse enfrentamento gera a reação do crime organizado. Muitas vezes eles fazem ataques covardes, tentam atingir agentes do estado", disse o delegado-geral.

"Muitas vezes, quando um determinado crime acaba ocupando um espaço maior na mídia, acaba estimulando criminosos a efetuar o crime. Isso tem um fenômeno que é entendido pela criminologia, que o ser humano acaba aproveitando a onda, são crimes oportunista", avalia.
Muitas vezes, quando um determinado crime acaba ocupando um espaço maior na mídia, acaba estimulando criminosos a efetuar o crime. Isso tem um fenômeno que é entendido pela criminologia, que o ser humano acaba aproveitando a onda, são crimes oportunista"
Marcos Carneiro Lima,
delegado-geral da Polícia Civil
"Nós já verificamos que, em alguns crimes, pessoas para se vingar querendo debitar a conta no confronto entre polícia e crime organizado. Isso está sendo elucidado", disse.
Latrocínios
No primeiro semestre, foram 55 casos de latrocínio (roubo seguido de morte) na capital paulista, 4% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado. No estado, houve queda de 1,14% nessa modalidade de crime: foram 176 casos no primeiro semestre de 2011 contra 174 em 2012.

Nos dados divulgados pela secretaria referentes a maio, foram registrados 16 casos de latrocínios e 10 casos de roubo a banco na capital paulista naquele mês. O total é o dobro do registrado no mês anterior nos dois tipos de crimes.
Os roubos tiveram alta de 5,55% no mesmo período: de 116.351 para 122.811 casos.
Roubo de carros
O aumento da violência se refletiu também no aumento do número de roubo de carros, tanto na capital quanto em todo o estado, na comparação entre os semestres. Em 2011, foram roubados 18.797 veículos na capital, contra 23.028 ocorrências deste tipo em 2012, uma alta de 22,5%. No estado, a elevação foi de 19,36%. No primeiro semestre do ano passado, 37.652 carros foram alvo de criminosos. No mesmo período deste ano, o número de casos atingiu 44.944.
Grande São Paulo
Na Grande São Paulo, em apenas três meses, o aumento do total de homicídios foi de 26,7%. No primeiro trimestre deste ano, foram registrados 258 homicídios, contra 327 nos meses de abril, maio e junho.
Na região que abrange os municípios da Grande São Paulo, os números relacionados a assassinatos apresentaram uma pequena alta, na comparação entre os semestres. Em 2011, foram 506 ocorrências, contra 523 em 2012, aumento de 3,35%. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, o crescimento no segundo trimestre foi menor: de 1,9%. Foram 259 casos contra 264.
CRIMES NA CAPITAL                      
1° sem 2011
1º sem 2012
Variação
Homicídio doloso
482
585
Aumento de 21%
Latrocínio
53
55
Aumento de 3,77%
Roubo a banco
78
53
Queda de 32,05%
Furto
98.112
96.273
Queda de 1,87%
Sequestros
13
11
Queda de 15,03%
Roubos
54021
39281
Queda de 27,28%
Roubo de carros
18.797
23.028
Aumento de 22,5%


CRIMES NO ESTADO                     
1° sem 2011
1º sem 2012
Variação
Homicídio doloso
2.014
2.183 casos
Aumento de 8,39%
Latrocínio
176
174
Queda de 1,14%
Roubo a banco
127
99
Queda de 22,05%
Furto
270.758
267.594
Queda de 1,17%
Sequestros
34
23
Queda de 32,35%
Roubos
116.351
122.811
Aumento de 5,55%
Roubo de carros
37.652
44.944
Aumento de 19,3%

PF faz operação em Iguatu

Programa Social

Iguatu Agentes da Polícia Federal da Delegacia de Juazeiro do Norte cumpriram ontem, nesta cidade (384Km de Fortaleza), mandado de busca, apreensão e interditaram a sede do programa ´Agente do Bem´, no Bairro Prado. A determinação foi do juiz eleitoral de Iguatu, Josué de Souza Lima Júnior. O objetivo é apurar denúncia de que o programa, que foi suspenso por determinação judicial, estaria funcionando de forma irregular.

Na sede do programa municipal ´Agente do Bem´, os agentes da PF apreenderam computadores e documentos que serão submetidos a perícia FOTO: HONÓRIO BARBOSA
Os agentes da Polícia Federal recolheram quatro computadores e vasta documentação que estavam na sala do programa. O local interditado. A secretária municipal de Gestão, Célia Freitas, esclareceu que o programa ´Agente do Bem´ não estava em funcionamento.

"Nós respeitamos a determinação judicial e o programa está suspenso", disse. "A documentação apreendida vai comprovar isso. Os cadastros que foram realizados das famílias foram anteriores à decisão judicial. Essa denúncia é uma inverdade e estamos tranquilos", afirmou logo após a ação dos agentes da PF.

O Programa ´Agente do Bem´ foi implantado em 2011 pela Prefeitura Municipal de Iguatu e tem por objetivo efetuar pagamento de conta de água e de luz para famílias em situação de extrema pobreza, segundo critérios sociais, econômicos e mediante determinadas contrapartidas. O Ministério Público Eleitoral, em Iguatu, considerou o programa eleitoreiro e solicitou a sua suspensão, que foi determinada pela Justiça Eleitoral em fevereiro passado. Na época, o promotor eleitoral de Iguatu, Fernando Miranda, entendeu que o programa é uma conduta proibida pela Lei Eleitoral, que veda, aos agentes públicos, em ano de eleição, distribuir bens, valores ou benefícios.

HONÓRIO BARBOSAREPÓRTER

terça-feira, 24 de julho de 2012

Universidade realiza concurso para professor estadual em Sobral


Concurso oferece 20 vagas para cursos de engenharia civil e letras.
Salários variam de R$ 5.310,79 a R$ 9.927,81.
Do G1 CE
A Universidade Estadual do Vale do Acaraú está com inscrições abertas para concurso público para professor efetivo. Ao todo, são ofertadas 20 vagas: 13 para o curso de engenharia civil e sete vagas para o curso de letras. As inscrições devem ser feitas até 2 de agosto pela internet. O salário varia de R$ 5.310,79 a R$ 9.927,81.
Os candidatos às vagas precisam ter título de mestre ou de doutor. A remuneração total, incluindo vencimento base, gratificação de dedicação exclusiva, gratificação de regência de classe e gratificação de incentivo pessoal, com regime de trabalho de 40 horas semanais, será de R$ 5.310,79 para Professor Auxiliar/ Nível A; de R$ 7.016,71 para Professor Assistente/Nível D; e de R$ 9.927,81 para Professor Adjunto/Nível I.
O concurso será coordenado, administrado e realizado pela Comissão Executiva de Processo Seletivo (Ceps) na UVA. A aplicação das provas escrita dissertativa, didática e de títulos ocorrerá nos dias 14 e 15 de agosto, no campus da UVA em Sobral.
As inscrições serão recebidas até 2 de agosto de 2012 no site da UVA. Após o preenchimento da ficha de inscrição on-line, o candidato deve imprimir o boleto bancário para o pagamento no valor de R$ 100,00, em qualquer agência bancária, até o dia 3 de agosto.
Vagas
Das 20 vagas ofertadas, 13 são destinadas para o Curso de Engenharia Civil, para lotação no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, nos seguintes setores de estudo: Construção Civil (4), Estrutura (2), Física na Engenharia (1), Matemática na Engenharia (1), Meio Ambiente (1), Recursos Hídricos (2) e Solos (2).
Para o Curso de Letras, do Centro de Filosofia, Letras e Educação, são sete vagas nos setores de estudo Língua Inglesa (3); Literatura da Língua Inglesa (1); Ensino de Língua Inglesa (1), Linguística e Teoria da Literatura (2).

Jovem é apreendido suspeito de comandar tráfico de drogas no Crato


Caso é acompanhado pelo Juizado da Infância e da Juventude. 
Segundo a polícia, adolescente de 16 anos é reincidente.
Do G1 CE
Um adolescente de 16 anos foi apreendido suspeito de comandar um ponto de vendas de drogas no Centro do município do Crato. A operação foi realizada na segunda-feira (23) depois de denúncias anônimas. Segundo a Polícia Civil, o jovem deve ser levado para o Juizado da Infância e da Juventude nesta terça-feira (24), onde deve ser ouvido pelo juiz e encaminhado para um abrigo em Juazeiro do Norte.
De acordo com o delegado Flávio Santos, o adolescente é reincidente e já tinha um mandado de busca. Com ele, foram encontradas pedras de crack, cocaína, cachimbo para consumo da drogas, saquinhos para embalar, dinheiro, oito telefones celulares e uma faca. O delegado também afirmou que o pai do adolescente confirmou em depoimento o envolvimento do jovem com o tráfico de drogas.

Jovem matou namorada de 15 anos no Ceará por ciúme, diz delegado


Delegado responsável diz que jovem suspeito é 'possessivo' e ciumento.
Jovem de 15 anos foi assassinada com dois tiros na cidade de Barro.
André TeixeiraDo G1 CE
Garota de 15 anos foi assassinada em Barro, e namorado é o único suspeito (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Garota de 15 anos foi assassinada em Barro,
e namorado é o único suspeito
(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
A morte da garota de 15 anos assassinada pelo namorado de 19, em Barro, no interior do Ceará, foi motivada por ciúme, de acordo com o delegado regional de Brejo Santo, José Gonçalves de Almeida, responsável pelo caso. "Ele era ciumento e possessivo, ele tomava de conta da jovem e ela era muito reprimida", diz o delegado.
O delegado diz que as investigações sobre o caso estão "avançadas" e que falta ouvir apenas o namorado da vítima, único suspeito do assassinato. O jovem foi espancado pela população após o crime e está internado no Hospital Santo Antônio, em Barbalha, no interior do Ceará.
O crime ocorreu no domingo (22), por volta de 11h, segundo o delegado, na casa onde morava o casal há um mês. A jovem sofreu dois tiros e chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital. Tatiana da Silva Alves e Diogo Alencar, de 19 anos, namoravam há três meses.
A mãe da vítima, Aline Alves, suspeitava de que a filha estava grávida e que o homicídio havia sido motivado pela suposta gravidez. Nesta terça-feira (24), um exame do Instituto Médico Legal descartou a gravidez.
O suspeito foi preso em flagrante com um revólver calibre 32 e está hospitalizado sob escolta policial. Após alta hospitalar, ele deve prestar depoimento na cidade de Brejo Santo. Segundo o hospital de Barbalha, o estado de saúde do paciente é estável, mas ainda não há previsão para liberá-lo. O suspeito deve responder por homicídio e porte ilegal de arma.
A mãe da garota diz também que a filha havia apresentado mudança no comportamento após o namoro e que tentava ter de volta a guarda da filha, que morava com o namorado. "Nós havíamos procurado o conselho tutelar para reaver a minha filha, estávamos só esperando a audiência, e eu ia ter a minha filha de volta", diz a mãe.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Criança baleada por bandidos morre no IJF


BRIGA DE GANGUES
A menina Ana Alice estava internada na UTI do IJF-Centro desde quinta-feira com tiros na cabeça e nas costas
A criança Ana Alice Castro Marcelino, de apenas 1 ano e nove meses, morreu ontem, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro). Ela havia sido baleada na cabeça e nas costas em um ataque praticado por bandidos armados na Favela do Plástico, bairro Antônio Bezerra, na tarde da última quinta-feira (19). Além dela, o adolescente Igor Rocha da Silva, 16, também morreu, e outras três pessoas ficaram feridas no mesmo atentado.


Testemunhas disseram que Ana Alice não foi vítima de balas perdidas. De acordo com eles, os bandidos atiraram para matar quem estava na rua FOTO: REPRODUÇÃO
Ao tomar conhecimento da morte de Ana Alice, por volta das 5h30 de ontem, parentes da criança entraram em desespero. Eles procuraram a reportagem para pedir Justiça. No fim da manhã de ontem, os olhares das pessoas na Travessa Humberto Tavares refletia o clima de tensão instalado ali.

Na porta da pequena casa da família da criança, parentes se mobilizavam na confecção de cartazes pedindo punição para os acusados, enquanto aguardavam a liberação do corpo da criança. "Minha neta era muito inteligente, carinhosa. Quero que essas pessoas que fizeram isso com ela paguem por esses crimes", disse a avó da menina, a dona de casa Ana Marcelino de Sousa.

No começo da tarde, um novo confronto assustou moradores do local. Um tio de Ana Alice acabou baleado. Os acusados, dois homens e duas mulheres, estavam em um Corsa Classic. Eles efetuaram disparos e atingiram José Clairton, o ´Neném´. Ele foi levado para o Hospital Distrital Evandro Ayres de Moura, o ´Frotinha´ de Antônio Bezerra, mas não corre risco de morte.

Dois acusados de efetuar os tiros que atingiram Ana Alice e as outras quatro pessoas foram presos ainda na quinta-feira. John Carlos de Sousa, o ´Birolho´; e Dimas Leitão Mesquita, 23, acabaram detidos momentos após o crime por patrulhas do Ronda do Quarteirão.

Com ele, os militares apreenderam dois revólveres de calibre 38 e uma pistola 380. Além deles, outros integrantes da gangue do Sossego estão sendo procurados pela Polícia acusados de participar do crime.

Dois homens, identificados como Charlieu e Fabiano seriam os ´chefes´ da gangue. Além deles, três mulheres dariam apoio às ações criminosas do bando, que estão por trás do tráfico de drogas naquela área da Cidade.

Filho e neta

A avó de Ana Alice, ainda se recuperava do trauma pelo assassinato do filho Paulo Sérgio Marcelino da Silva, 19, quando tomou conhecimento da morte da neta. O rapaz, que era pai de Ana Alice foi morto há 25 dias, no Município de Caucaia. Ele foi levado por bandidos em um veículo para o Município de Caucaia e lá acabou executado a tiro.

O crime teria sido motivado por disputas entre grupos rivais que atuam nas favelas do Sossego e do Plástico, no Antônio Bezerra. Segundo a Polícia, o mandante do assassinato de Paulo César foi o traficante Fabiano.

Moradores disseram que as gangues chegam a impedir as pessoas de levar crianças ao médico ou até mesmo a escola. "Quem passa daqui (Favela do Plástico) para o (Favela) do Sossego) morre", disse um morador à reportagem.

Segundo o titular do 17º DP (Vila Velha) delegado José Lopes Filho, os confrontos não são recentes, mas reiniciaram depois da morte de Paulo César. Após o assassinato do rapaz, os ânimos se acirraram e, segundo Lopes, mais mortes só não ocorreram devido a uma intensificação das ações da PM na região.

Pouco mais de 20 dias depois da morte de Paulo César, a situação voltou a ficar tensa depois que o adolescente Dênis Cavalcante, 15, foi morto na Favela do Sossego, na madrugada da última quarta-feira (18). Na tarde seguinte, integrantes do grupo a qual ele fazia parte foram à Favela do Plástico atrás dos responsáveis pelo crime, matando duas pessoas e ferindo três.

EMERSON RODRIGUESREPÓRTER 

Novas notas de R$ 10 e R$ 20 começam a circular nesta segunda


Cédulas da 2ª família têm tamanhos diferentes, mas usa as mesmas cores.
Novas notas de R$ 2 e R$ 5 devem começar a circular no ano que vem.
Do G1, em São Paulo
Nova nota de R$ 10 (Foto: Divulgação)Nova nota de R$ 10 (Foto: Divulgação)
Começam a circular nesta segunda-feira (23) as novas cédulas de R$ 10 e R$ 20, que são da segunda família do real. O Banco Central fará o lançamento das notas, às 15h desta segunda, mas ainda não há informações sobre o tamanho do primeiro lote.
A previsão é que as novas notas de R$ 2 e R$ 5 comecem a circular no ano que vem.
As novas notas têm elementos de segurança mais modernos e fáceis de verificar, segundo o BC. Há novas marcas táteis e cada valor tem um tamanho diferente para facilitar a identificação dos valores das cédulas. As cores das notas e a diferenciação por cores predominantes vão ser mantidas na nova família, de modo a facilitar a "rápida identificação dos valores" por parte da população.
Segundo o BC, a Casa da Moeda modernizou o parque fabril para produzir as novas cédulas com recursos gráficos e novos elementos de segurança. "Com as aquisições, [a Casa da Moeda] se equipara às empresas mais modernas do mundo no ramo da impressão de segurança", disse o BC.
A intenção era substituir as atuais notas de R$ 10 e R$ 20 em 2011 e as de R$ 2 e R$ 5 neste ano, mas houve a necessidade de fazer ajustes técnicos para a fabricação, o que atrasou o início da circulação, segundo o BC.
Os novos modelos foram lançados em 2010 e, na cerimônia de lançamento, o BC informou que a nova família de cédulas vem sendo desenvolvida desde 2003, em conjunto com a Casa da Moeda.

Vendas de serviços das operadoras Claro, Oi e TIM estão suspensas


Medida imposta pela Anatel entrou em vigor nesta segunda-feira (23).
Operadoras estão impedidas de vender chips e serviços de dados.
Do G1, em São Paulo
Veja em quais estados as operadoras devem interromper a venda de serviços
Claro

Santa Catarina
São Paulo
Sergipe
Oi

Amazonas
Amapá
Mato Grosso do Sul
Rio Grande do Sul
Roraima
TIM

Acre
Alagoas
Bahia
Ceará
Distrito Federal, Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Minas Gerais
Pará
Paraná
Paraíba
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rondônia
Tocantins
As operadoras de telefonia Claro, Oi e TIM estão impedidas de comercializar chips e serviços de internet a partir da zero hora desta segunda-feira (23), em estados onde lideraram os índices de reclamações sobre a qualidade de seus serviços. A medida foi imposta pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na quarta-feira (18).

A Claro terá de interromper suas vendas em três estados, enquanto a Oi teve a interrupção determinada em cinco estados e a TIM, em 19 estados.

"A Anatel considerou a crescente evolução da taxa de reclamações de usuários registrada em sua central de atendimento relativa à qualidade da prestação do serviço, e os registros dos sistemas da Agência e as ações de fiscalização realizadas", informou a agência em comunicado na sexta-feira (20).

A agência reguladora determinou uma multa de R$ 200 mil por dia e por cada estado em que a medida for descumprida. A restrição também se aplica a vendedores independentes como bancas de jornal e camelôs. A Anatel informou que vaimonitorar o cumprimento das medidas por meio do sistema eletrônico de informações das operadoras, ao qual já tem acesso.

As operadoras também terão de colocar um aviso em cada posto de venda e uma gravação no centro de atendimento informando que as vendas estão suspensas. Caso contrário estão sujeitas a multa de R$ 10 mil por dia para cada estado em que houver descumprimento. A informação foi publicada no Diário Oficial da sexta-feira (20).

As vendas poderão ser retomadas somente após as empresas apresentarem planos de investimentos, o que deverá ser feito dentro de até 30 dias, contendo metas para resolver os problemas apresentados, informou o presidente da Anatel, João Rezende, após o anúncio das sanções, na quarta-feira (18). De acordo com o presidente da Anatel, a agência terá de aceitar as condições desses planos.
Melhora em seis meses
O superintendente de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Bruno Ramos, estimou que em seis meses deve haver melhoria na qualidade da rede do serviço móvel, que engloba voz e dados. "A melhoria na qualidade de rede já vai aparecer em seis meses", declarou ele a jornalistas, após reunião com diretores da Oi em Brasília, nesta sexta.
Suspensões
Embora não tenham de suspender a venda de chips, as operadoras Vivo, CTBC e Sercomtel também deverão apresentar um plano de melhoria dos serviços em suas áreas de atuação. Caso contrário também podem vir a ter a venda de chips suspensa.
A suspensão na venda de chips, no que se refere à Claro, engloba os estados de Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Sobre a Oi, a decisão da Anatel abrange os estados de Amazonas, Amapá, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rio Grande do Sul. No caso da TIM, a suspensão da venda de chips engloba os seguintes estados: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia e Tocantins.

Recursos e reuniões
Na sexta-feira, a TIM entrou com mandado de segurança contra a decisão da Anatel de suspender as vendas e ativações de novos chips da empresa em 18 estados do país e no Distrito Federal. A ação foi impetrada na 4ª Vara Federal no Distrito Federal. Segundo a Justiça Federal, a decisão não sairá nesta sexta-feira (20) e pode ficar para segunda (23).

Na tarde de quinta-feira, a operadora se reuniu com a Anatel para tratar das medidas impostas pela agência. Segundo Ramos, superintendente da agência, a reunião foi "tensa". "Eles discordaram da punição", declarou.
Antes do encontro com a TIM, Ramos já havia se reunido com representantes da Claro, queentregou um plano preliminar de melhorias. Na manhã de sexta-feira, o superintendente participou de encontro com a Oi. Em nota, a Oi informou que irá "otimizar o ritmo de seus investimentos em 2012" e que entregará, ao longo da próxima semana, uma versão preliminar do plano de ação.

Avaliação do governo
Na avaliação do secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, as empresas de telefonia celular "falharam" ao calcular a demanda por seus produtos. "É fruto de um erro de cálculo. Descasaram o arrojo dos planos com a infraestrutura. Houve uma falha das empresas. Se alguém vai tipificar essa falha, fazer juízo de mérito, ou adjetivar boa fé, ou má fé, não é responsabilidade nossa. A empresa é punida pelo próprio mercado. Pela capacidade do cidadão reclamar e consumir (...) Invista, ou não venda", declarou Alvarez na quinta-feira (19) a jornalistas.