sábado, 28 de julho de 2012

Sequestrador era foragido do IPPS


MORTO NO RN
Era do fugitivo cearense Francisco Genério Bruno da Silva o corpo do homem que morreu, na última terça-feira, em confronto com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte. O bandido havia escapado misteriosamente do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS) e juntou-se ao bando encabeçado pelo cearense Paulo Victor Lopes Monteiro.


Francisco Genério Bruno da Silva morreu, na última terça-feira, em tiroteio com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte no Município de Extremoz FOTO: DIVULGAÇÃO
A quadrilha foi desarticulada no começo da semana depois de manter em cativeiro, durante 37 dias, o empresário potiguar Porcino Fernandes da Costa Segundo, o ´Popó Porcino´. O local onde o refém estava aprisionado foi ´estourado´ por policiais da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, sob o comando da delegada Sheyla Freitas. O cativeiro havia sido montado em uma casa de veraneio na Praia do Pitangui, no Município de Extremoz. ´Popó Porcino´ havia sido sequestrado em uma vaquejada na cidade de Ceará-Mirim (RN).

Procurado
Além da morte de Genério Bruno da Silva, a equipe da Deicor prendeu quatro bandidos cearenses. Paulo Victor Lopes Monteiro foi capturado juntamente com sua namorada, Bruna de Pinho Landim, 22. Também foram detidos José Orlando Evangelista da Silva e Anderson de Sousa Nascimento.

Genério, natural de Quixadá, era acusado de ter sequestrado um estudante, em 2008, dentro de um colégio particular, localizado no bairro Papicu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário