quarta-feira, 11 de julho de 2012

'Vamos até o fundo para apurar', diz irmão de cantor morto no Ceará


Cantor de forró, Tony Morais, foi baleado após sacar R$ 10 mil.
Irmão acredita em 'saidinha bancária'. Três suspeitos foram detidos.
Do G1 CE, com informações da TV Verdes Mares
Cícero Morais, irmão do cantor Tony Morais, assassinado nesta segunda-feira (10) disse acreditar que Tony tenha sido mais uma vítima de saidinha bancária. “Nós vamos até o fundo, porque a tendência é que seja uma quadrilha de banco. Nós vamos até o fundo para apurar o fato”, afirmou ele, que esteve na delegacia de Messejana, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (10).
Três homens, de 20, 27 e 28 anos, foram detidos. Todos foram autuados por furto. A polícia ainda investiga o homicídio e não descarta o envolvimento do trio. “Os três jovens estão autuados pelo furto. Evai ser investigado se realmente houve lá um latrocínio (roubo seguido de morte) ou se foi um homicídio propriamente dito”, explicou o delegado Franco Pinheiro, chefe adjunto da Divisão de Homicídios, em Fortaleza.
 
O cantor Tony Morais foi assassinado pela manhã em rua do Bairro Messejana em Fortaleza. Em imagens, feitas por um morador minutos depois do crime, o cantor aparece baleado dentro do carro. Segundo familiares, Tony Morais fez um saque de R$ 10 mil em uma agência bancária, na Avenida Washington Soares. A polícia suspeita que ele tenha sido seguido por uma moto uma rua em Messejana, onde foi baleado.
Testemunhas contam que viram apenas a camionete bater desgovernada na esquina e depois entrar de ré em uma casa. Para socorrer o cantor, os moradores quebraram o vidro do carro. Moradores informaram que três homens que moram no bairro decidiram levar o cantor para o hospital no carro dele. A princípio pareciam apenas pessoas querendo ajudar, mas no hospital a polícia descobriu que todo o dinheiro sacado por Tony havia sido dividido entre os três.
De acordo com o capitão da Polícia Militar, Rolney, eles pediram ajuda à Polícia para socorrer o cantor baleado até o hospital Frotinha de Messejana. “Tinha um que aparentava estar bem nervoso. Ele pediu para ir para casa, que estava passando mal, que fazia um tratamento de drogas. Quando nós fomos abordá-lo, nós encontramos o dinheiro no bolso dele. Nós, de imediato, demos voz de prisão, e aos outros dois também. Fizemos uma busca de armas minuciosa e encontramos R$ 10 mil”, relatou.
Tony morais tinha 48 anos e iniciou a carreira em 1987, como cantor de forró. Gravou vários sucessos e chegou a ganhar disco de ouro. Nos últimos anos, Tony Morais estava trabalhando como empresário na linha de shows.

Nenhum comentário:

Postar um comentário