sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Cid Gomes anuncia atrações do Réveillon de Fortaleza

APÓS DESISTÊNCIA DA PREFEITURA
O governador Cid Gomes assumiu o Réveillon de Fortaleza e anunciou, na tarde desta quinta-feira, 20, as atrações. São elas: Billy Paul, Luis Marcelo e Gabriel, Waldonys, Ítalo e Reno, Kezya Estácio e Nayra Costa (ex-participantes do programa The Voice Brasil), Forró Real, Banda Patrulha, Aviões do Forró, Luan Santana, Zezé di Camargo & Luciano e Banda Verona.

Humoristas cearenses também ganham espaço no evento. Irão participar: Skema, Mastrogilda, Laitinho Brega, Ciro Santos e Raimundinha. O governador ainda brincou após divulgar as atrações: "Se alguém encontrar o Belchior, avise. Alguém tem notícia dele?".

Segundo Cid, o mais difícil era conseguir as atrações do evento. "Creio que conseguimos em um nível razoável", pontuou. Além das atrações musicais e humorísticas, Cid confirmou também o show pirotécnico, que terá a duração de 15 minutos. "Estou conseguindo patrocínio para os fogos de artifício", disse.

Dentre os patrocinadores do evento, estão confirmados Oi, Coca-Cola e Banco do Nordeste.

Desistência da Prefeitura

"Eu entrei nessa história, porque a Prefeitura desistiu. Houve uma pressão natural e legítima da população para que o Réveillon ocorresse. O Roberto Cláudio não pode fazer ainda", disse o governador, durante a coletiva desta quinta.

Na última quarta-feira, 19, a Prefeitura de Fortaleza anunciou a desistência de realizar a festa. Segundo nota enviada, caberá ao próximo gestor avaliar as possibilidades e decidir se, no futuro, o evento poderá ser novamente realizado. 

Trecho da nota dizia:
"O Réveillon depende da ação conjunta de diversos órgãos, que a partir de meia noite do dia 01/01/2013, não estarão mais sob o comando da atual Prefeita, tais como AMC, Guarda Municipal, Etufor, Secretaria Regional II e Emlurb, além das empresas privadas licitadas e a Polícia Militar. Caso haja qualquer transtorno, a Prefeitura não terá como garantir o bem-estar dos participantes do evento". 

Redação O POVO Online 

Nenhum comentário:

Postar um comentário