quarta-feira, 5 de dezembro de 2012


Esposa do segurança morto em acidente diz que empresa trata trabalhador como animal

A esposa do segurança Cleidimar Alves Lopes, que faleceu no acidente envolvendo o carro forte de uma presa transportadora de seguros, no fim da tarde desta terça-feira (04), Edilaine Santos, afirmou em entrevista a rádio Espinharas de Patos e ao site patosonline.com, que seu marido trabalhava em situação precária, sem segurança e que não era tratado como ser humano e sim como “animal”.
“Os profissionais que arriscam a vida nessa empresa, trabalham em situação precária, a empresa não da almoço, não oferece segurança, eles viajam em carros quebrados, saem da base com carros com problemas, porque a empresa não se preocupa com os funcionários, eles tratam os trabalhadores como bichos”, declarou.
Cleidimar Alves Lopes, deixa uma esposa e mais três filhos, a viúva fala como foi o acompanhamento da empresa em relação ao funeral e assistência a família.
Ouça a entrevista.
segurança
Patosonline.com
Fotos de Marcelino Neto
Áudio – Departamento de Jornalismo Rádio Espinharas

Nenhum comentário:

Postar um comentário