Dois foragidos, acusados de participar do assalto ao banco em Palhano, foram presos nesta quarta-feira (5), no município de Beberibe, a 79 quilômetros de Fortaleza. Os acusados estão sendo levados à Delegacia de Roubos e Furtos na capital.
Pedro Monteiro do Santos, 34 anos, conhecido como “Nego Pará” – natural do estado do Pará –, foi preso na manhã desta quarta foi preso na localidade de Cruz. Além dele, Márcio André Rocha, 26 anos, conhecido como “Dar”, na localidade de Pitombeira.
De acordo com o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI), coronel Hervano Macedo, foi apreendida uma metralhadora nove milímetros, além de cerca de 100 cartuchos e dois carregadores.
Mulher dava apoio
Além disso, a mulher do Nego Pará também foi detida nesta quarta, entre as localidades de Cruz e Cristais. Ela foi acusada de ajudar numa possível fuga dos acusados. A esposa também foi encaminhada para aDelegacia de Roubos e Furtos.
Assalto ao banco
Uma quadrilha composta por cerca de 10 homens atacou a agência bancária do Banco do Brasil na terça-feira (4). Dois caixas foram explodidos. Durante o tiroteio com a polícia, quatro acusados morreram (dentre eles, dois irmãos) e três foram presos.
Confira a galeria (por Emanuella Braga)