sábado, 19 de janeiro de 2013

Vigilante é morto dentro de escola

CONJUNTO CEARÁ
Vítima foi atingida com um tiro no peito. O crime foi presenciado por vários alunos que chegavam ao colégio

Policiais militares isolaram o local do crime até a chegada dos peritos. O vigilante foi atingido com um tiro no peito e sua arma ficou próxima do cadáver. Os atiradores fugiram do local em um Gol preto dirigido por um comparsa FOTO: NATINHO RODRIGUES

O vigilante Carlos Antônio Dutra de Abreu, 45, foi assassinado, a tiro, na manhã de ontem, quando prestava serviço na Escola Estadual de Educação Profissionalizante Professor César Campelo, localizada na esquina das ruas 513 e 519, na Segunda Etapa do Conjunto Ceará. O crime foi praticado por dois homens, de identidades ainda desconhecidas, que desceram de um Gol de cor preta. Uma pessoa ficou ao volante do veículo.

Os criminosos chegaram ao local por 6h50 e tentaram entrar no colégio. O porteiro (identidade preservada) disse que eles não poderiam. Ao perceber a movimentação estranha na entrada da escola, o vigilante Carlos de Abreu tentou intervir, no entanto, os desconhecidos sacaram as armas, dois revólveres, e efetuaram vários disparos.

Carlos de Abreu foi atingido com um tiro no peito esquerdo. Ele ainda tentou se apoiar numa árvore, mas tombou sem vida. O vigilante ainda conseguiu sacar a arma, um revólver calibre 38, mas não atirou.

A dupla saiu rapidamente do local e embarcou no veículo. O vigilante estava sem colete à prova de bala. Houve correria no local, pois alguns alunos já tinham chegado para assistir às aulas. Devido ao nervosismo, os estudantes não tiveram condições de fazer a descrição física dos criminosos.

Latrocínio?
Policiais militares que estiveram no local do crime suspeitam que tenha ocorrido uma tentativa de assalto. Para eles, a intenção dos bandidos era entrar na escola para roubar a arma do vigilante. Após atirar, os invasores teriam optado por fugir, pois os estampidos atraíram a atenção de vários alunos e da vizinhança.

O perito Luiz Rodrigues, da Coordenadoria de Criminalística (CC) da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), informou que foram constatadas duas lesões no corpo da vítima. Uma acima do peito esquerdo e outra nas costas, provavelmente de saída da bala, mas ele preferiu deixar para concluir a dinâmica das lesões no trabalho dos médicos legistas da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel).

Ainda conforme a Polícia, os bandidos, provavelmente, utilizaram revólveres para atirar contra a vítima, pois não foram encontradas cápsulas de balas no local, o que poderia indicar o uso de pistolas. O diretor adjunto da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Franco Pinheiro, esteve na escola e iniciou as investigações.

Outros crimes
Mais dois homicídios foram registrados em Fortaleza na noite de quinta-feira. Um deles teve como vítima uma mulher, identificada como Maria Lidiane Ferreira do Nascimento, que foi assassinada, a tiro, na porta de casa, na Rua Santa Cleide, no bairro Padre Júlio Maria, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Outro homicídio ocorreu no bairro Padre Andrade, onde um homem foi executado a tiro.

FERNANDO BARBOSAREPÓRTER

Nenhum comentário:

Postar um comentário