terça-feira, 9 de abril de 2013

Doente mental está presa na Delegacia de Capturas

Em Maracanaú

Uma senhora portadora de problemas mentais e mãe de nove filhos se encontra presa na Delegacia de Captura e Polinter desde a última segunda-feira. Trata-se de Zuleide Costa de Oliveira, residente no município de Maracanaú que, segundo seus familiares, foi detida pelo Ronda do Quarteirão no último sábado no Abrigo Mãe Ternura, onde compareceu atendendo solicitação das religiosas. Na ocasião, ao ser comunicada de que não poderia ver os dois filhos menores de idade internos na instituição, Zuleide revoltou-se e dirigiu palavras de baixo calão às dirigentes da casa, admitiu sua irmã, Zuleica Costa de Oliveira.

Zuleide Costa de Oliveira foi detida pelo Ronda do Quarteirão após tentar ver os filhos sem autorização no Abrigo Mãe Ternura Foto: Kiko Silva
Há cerca de dois anos, Zuleide perdeu a guarda desses filhos devido ao seu desequilíbrio mental, explicou um amigo da família, Carlos Sérgio Mamede Benevides. Ao ser impedida de ver as crianças, ela teve um surto e reagiu à prisão quando os policiais do Ronda chegaram. "O problema só se tornou maior porque as religiosas não informaram aos policiais de que se tratava de uma pessoa doente", disse Carlos Sérgio, citando que a senhora deveria ter sido conduzida a um hospital psiquiátrico e não à delegacia de plantão de Maracanaú e, depois, para a Captura.

Ao ser entrevistado sobre o caso, o titular da Captura, Tarciso Coelho, limitou-se a explicar que não sabia de quem se tratava, pois já estava com o seu expediente encerrado. "Amanhã, pela manhã, vou verificar o caso", garantiu.

Já Zuleica Costa frisou que a família teme que Zuleide, mesmo com distúrbio mental, seja enviada ao presídio feminino Auri Moura Costa. "Amanhã mesmo, nós iremos pedir a ajuda da Promotoria Pública de Maracanaú, pois ela está tão abalada que se nega até a entregar aos policiais os seus documentos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário