sábado, 31 de agosto de 2013

ATAQUES A MILITARES

Policial militar morto e outro ferido
Cabo PM foi morto por dois homens no bairro Joaquim Távora. Na Vila Peri, um soldado reagiu ao assalto e ficou ferido
Um policial militar foi assassinado e outro baleado em duas ações criminosas distintas ocorridas, ontem, em Fortaleza. Em uma delas, o PM foi sumariamente eliminado. Na segunda, um militar acabou ferido durante uma tentativa de assalto. Com a morte de ontem, sobe para 17 o número de agentes da segurança Pública mortos neste ano no Ceará, sendo 14 PMs, um policial civil aposentado, um bombeiro militar da Reserva Remunerada e um policial rodoviário federal. Apenas um dos 14 PMs morreu em serviço.

O corpo do policial militar ficou estendido no meio da rua. Segundo apurou a Polícia, o crime foi praticado por dois homens que fugiram do local em uma motocicleta. O cabo Nazareno teve, ainda, sua arma levada pelos criminosos FOTO: ALEX COSTA

O cabo da Polícia Militar Nazareno Pinheiro de Melo, 45, foi assassinado, no início da tarde de ontem, quando estava na esquina da Avenida Soriano Albuquerque com a Rua Monsenhor Bruno, bairro Joaquim Távora. Ele levou um tiro, de pistola, na cabeça, tendo morte instantânea. O policial militar estava à paisana e era lotado na 5ª Companhia do 5ºBPM.

De acordo com relatos de testemunhas, o policial foi assassinado por dois homens que estavam em uma motocicleta Honda Fan de cor preta. A dupla passou pelo local e observou que o cabo Nazareno Pinheiro estava no local. Menos de um minuto depois, os retornaram, só que dessa vez o garupeiro desceu e atirou, pegando a vítima de surpresa e sem chance de se defender. Em seguida o executor se aproximou do corpo da vítima e levou o a arma que ele portava, uma pistola calibre ponto 40.

Os criminosos estavam usando capacete, porém as testemunhas informaram que um era gordo e o outro magro. Apesar de a arma do cabo PM ter sido levada, acredita-se que chegaram para executar a vítima.

O fato de a arma de Nazareno Pinheiro ter sido levada pode ter sido uma estratégia dos bandidos para desviar os rumos das investigações, que foram iniciadas pela delegada Taciana Ferraz, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. As primeiras informações chegadas à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) davam conta que uma pessoa foi baleada durante troca de tiros com bandidos que estariam assaltando um mercadinho localizado na mesma esquina.

Ao chegar no local, os policiais constataram que a pessoa baleada, já sem vida, era o cabo Nazareno, entretanto não houve assalto no estabelecimento.

Baleado

Em uma tentativa de assalto ocorrida no começo da tarde de ontem, o soldado Alexsandro Viana Alexandre, 42, destacado no Pelotão de Motopatrulhamento do 5º BPM, foi atingido com um tiro na mão. O fato ocorreu na Rua Stênio Gomes, na Vila Peri. Dois bandidos atacaram o PM e levaram sua pistola calibre 380. O militar reagiu e foi atingido com um tiro na mão esquerda e foi levado para o ´Frotinha´ de Parangaba. Um dos bandidos já foi identificado.

Soldado perde a vida em acidente

Um policial militar morreu vítima de um acidente de trânsito no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Padre Antônio Tomaz, na Aldeota, no começo da tarde de ontem.

Um helicóptero da Ciopaer foi acionado para socorrer o policial militar logo após o acidente. Apesar dos esforços médicos, o soldado morreu no IJF. FOTO: KID JÚNIOR

O soldado Ivanildo José de Freitas conduzia uma motocicleta que foi colhida por um caminhão. O motorista do veículo tentava mudar de faixa e não viu o motociclista. O caminhão chegou a esmagar a perna da vítima. O motorista permaneceu no local após o acidente.

A vítima foi resgatada um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) que pousou no cruzamento das avenidas. O helicóptero deixou a vítima na Praça da Bandeira. O soldado foi encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro. Ele estava em estado grave com fraturas nos membros inferiores e hemorragia. Ivanildo passou por uma cirurgia e foi levado à sala de ressuscitação, mas não resistiu aos ferimentos.

Sepultamento

De acordo com informações do relações públicas da Polícia Militar, tenente-coronel PM Fernando Albano, o soldado trabalhava no Hospital da Polícia Militar (HPM), no Centro.

A Polícia Militar do Estado do Ceará providenciou a liberação do corpo juntamente com a Perícia Forense (Pefoce) e o translado para o Município de Itaiçaba (172Km de Fortaleza), cidade natal do policial, onde hoje ocorrerá o sepultamento.


FERNANDO BARBOSA
REPÓRTER

Nenhum comentário:

Postar um comentário