quinta-feira, 8 de agosto de 2013

PALMEIRAS

Bandidos trocam tiros com policiais

Um bandido morreu e outros dois foram presos numa troca de tiros com policiais do Serviço Reservado do Comando de Policiamento da Capital (CPC), na tarde de ontem, no Conjunto Palmeiras, na zona Sul de Fortaleza. O trio foi cercado no momento em que praticava assalto à pizzaria e depósito ´Bebe Água´, localizado na Avenida Castelo de Castro.
Francisco Rafael Rodrigues, 23, atuava como motorista do carro usado na fuga após cada assalto fotos: Helosa Araújo
José Agilson Oliveira de Souza, 27, foi preso em flagrante. Um comparsa dele morreu no tiroteio com os militares


Os assaltantes usaram um Gol preto na fuga e efetuaram vários disparos contra a Polícia, que revidou e deixou um dos assaltantes baleado.

De acordo com informações do supervisor do CPC, major PM Ricardo Moura, que chefiou a operação, José Agilson Oliveira de Souza, 27, foi preso e José Jailton de Souza, 20, encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF) com dois tiros, sendo um no abdômen e outro na perna, Ele morreu no hospital.

Segundo o oficial, José Agilson é tio do comparsa que morreu. Os dois chegaram ao comércio por volta de meio-dia e anunciaram o assalto. O dono do estabelecimento foi amarrado e a dupla roubou R$ 1.700,00 em espécie, além de dois litros de uísque, refrigerantes e energéticos.

Na fuga, os suspeitos se depararam com a equipe do Reservado do CPC e iniciaram uma troca de tiros, descarregando um revólver de calibre 38. O terceiro acusado é Francisco Rafael Rodrigues, 23, que atuava como motorista do carro usado na fuga, porém durante a perseguição bateu o automóvel em uma calçada e também foi preso.

Rafael negou que estivesse envolvido no assalto, mas depois confessou que possuia uma dívida de R$ 2 mil com os assaltantes e participou do crime como "piloto de fuga" para pagar a dívida. A Polícia ainda encontrou diversas mensagens de texto no celular do motorista, que delatavam a participação dele no crime. Rafael e Agilson foram encaminhados ao 30º DP (São Cristóvão) onde foram autuados em flagrante pelo crime de roubo. A arma, com três cartuchos deflagrados, e o veículo também foram apreendidos pela PM.

Raio

A Polícia Militar informou que existe a suspeita de que o trio pode estar envolvido com o ataque a policiais do Batalhão Raio, que ocorreu na noite da última segunda-feira no Conjunto Palmeiras. Eles usaram uma metralhadora na ação. Durante o confronto, na Rua Maguary, dois PMs ficaram feridos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário