quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Ex-presidiário morto com 38 disparos em Tabuleiro do Norte

Redação Web

Outros 6 homicídios foram registrados pelo CPI nas últimas 24 horas

A última terça-feira (3) e o início desta quarta-feira (4) foram de bastante violência pelo interior cearense. Segundo dados do Comando de Policiamento do Interior (CPI), 6 homicídios a bala foram registrados somente nas últimas 24 horas. Entre eles, um duplo homicídio onde um homem foi alvejado por 38 disparos, em Tabuleiro do Norte, a 211 km da Capital cearense.
Antônio Edmar Carneiro de Sousa, de 38 anos, foi encontrado morto dentro de uma casa. A vítima havia acabado de sair do presídio por porte ilegal de arma. Além de Antônio, Aldeci Carneiro da Silva também foi encontrado morto no local com 7 disparos.
Em Jaguaruana, a 183 km de Fortaleza, um homem de 18 anos foi morto com 3 disparos na cabeça. Carlos José da Silva era usuário de drogas e foi executado por 2 homens numa moto.
Em Senador Pompeu, a 273 km da Capital, um homem foi morto a bala no início da manhã desta quarta-feira. Eduardo Cavalcante Guimarães estava na companhia de um amigo identificado como França Neto Cambraia quando uma discussão entre ambos iniciou-se. 'Leleco', como era conhecido Cambraia, efetuou 3 disparos contra a vítima, que morreu na hora. Populares que ouviram os disparos acionaram a polícia, mas o acusado conseguiu fugir.
Já em Morada Nova, a 168 km de Fortaleza, um homem foi executado no início da tarde da última terça-feira. Francisco Taciano de Oliveira, de 21 anos, estava em uma fazenda quando 2 homens numa moto chamaram por ele. Ao se aproximarem da vítima, os homens efetuaram vários disparos. Taciano morreu na hora.
Em Icó, a 375 km da Capital, Marcos Antônio Brito Junior, de 22 anos, foi morto a bala em um bar na BR-116. Os autores do disparo ainda não foram identificados. Já no município de Acaraú, a 255 km de Fortaleza, Francisco Sebastião de Brito, conhecido como 'Tato", de 51 anos, foi alvejado por 6 disparos na tarde da terça-feira. Os tiros atingiram o peito e a cabeça da vítima, que morreu na hora. Francisco Sebastião já respondia à justiça por homicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário