sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Aplicativo para uso de ônibus está disponível

GOOGLE TRANSIT
Sem Wi-fi gratuito em espaços públicos, usuário deve ter tecnologia 3G para usar o aplicativo no celular

Usuários de ônibus de Fortaleza agora possuem meios para tentar driblar algumas dificuldades do transporte público. A Prefeitura lançou, ontem, uma versão local do aplicativo Google Transit, recurso do Google Maps que oferece informações sobre os percursos das linhas, horários de partida e chegada dos veículos, paradas e distâncias dos trajetos. A ferramenta ajuda o passageiro a encontrar o melhor itinerário, entretanto é voltada apenas para os que possuem dispositivos com Internet.

Recurso do Google Maps disponibiliza informações sobre o percurso das linhas de ônibus, horários de partida e chegada, paradas e distâncias Foto: Lucas de Menezes
No trânsito, os passageiros com aparelhos móveis, precisam, ainda, possuir a tecnologia 3G, já que espaços públicos da Capital não contam com internet Wi-fi gratuita. Alternativas para alguns desses serviços, como o Programa Bem na Hora, implantado em 2005 pela Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) e fora do ar há anos, não existem na cidade.

Nas paradas, o sistema indicava o horário previsto de chegada dos coletivos. Dentro dos ônibus, comunicava os pontos de embarque e desembarque de passageiros ao longo do trajeto. Conforme o presidente em exercício da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o programa foi abandonado devido a problemas técnicos. Há alguns anos, os painéis já não funcionam mais e os monitores instalados dentro dos ônibus foram retirados.

Embora tente substituir o Bem na Hora, o Google Transit exclui boa parcela de usuários que não têm acesso à tecnologia. Antônio Ferreira afirma que a Etufor estuda uma forma de retomar o programa. Segundo ele, a ideia é instalar, nos terminais, novos painéis com os horários de chegada dos coletivos e, nas paradas mais movimentadas, tótens com a mesma informação. O projeto não possui previsão de ser colocado em prática.

Com o Google Transit, ao digitar o endereço do local onde está e o de destino, o usuário tem acesso às opções de linhas de ônibus para fazer o trajeto de acordo com sua posição. O sistema também permite saber a duração da viagem, em que parada descer, quantos quarteirões ele precisará andar do ponto de desembarque até o lugar desejado e quais horários de partida e chegada dos coletivos. Tudo isso atualizado em tempo real.

"O usuário terá uma previsão de acordo com o trânsito atual. Lógico que podem ocorrer alguns imprevistos, como a queda de uma árvore ou uma batida, que irão comprometer a informação. Mas haverá uma estimativa bem aproximada do real", explica Antônio Ferreira.

Inicialmente, a ferramenta incluirá apenas dados sobre itinerários dos ônibus. Segundo o prefeito Roberto Cláudio, somente a partir do dia 15, quando começa a integração do Bilhete Único para vans, o sistema passará a dar informações sobre as linhas do transporte complementar.

Wi-fi

Na tentativa de ampliar a utilização do aplicativo, o prefeito Roberto Cláudio promete que, até junho deste ano, praças e outros espaços públicos da Capital voltarão a ter Internet Wi-Fi gratuita. Em 2012, seis logradouros no Centro da cidade passaram a contar com o serviço, mas, após inúmeras queixas da população sobre a qualidade do sinal oferecido, tiveram a conexão interrompida no ano passado.

VANESSA MADEIRAREPÓRTER 

Nenhum comentário:

Postar um comentário