sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Pelo menos 10 distritos policiais de Fortaleza estão sem delegados

Delegados de Fortaleza tiram férias ou licenças e não são substituídos. 
Segundo sindicato, 98% dos B.O. não são transformados em inquéritos.
Do G1 CE
Pelo menos dez delegacias de polícia de Fortaleza e de municípios da Região Metropolitana estão sem delegados, segundo denúncia feita pelo Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol-CE). De acordo com o sindicato, a ausência se dá por férias ou licenças dos titulares das delegacias. Com isso, diz Francisco Oliveira, diretor do Sindicato, delegados de outros distritos policiais estão sobrecarregados. Além disso, “98% dos Boletins de Ocorrência (B.O.) não são transformados em inquéritos policiais”, diz.
O motorista Francisco Pires precisou de tempo e paciência para conseguir registrar um B.O. “Fui a várias delegacias, até conseguir, mas sem a assinatura do delegado”, diz. Na maioria dos casos, a assinatura do delegado é obrigatória nos B.O., segundo o Sindicato dos Policiais Civis, apenas nos casos de extravio de documentos ou de objetos de pequeno valor ela é dispensável.
Na delegacia do Bairro Dias Macêdo, por exemplo, a delegada está de férias e não existe substituto. Até o retorno da delegada, os casos estão sendo encaminhados para outras delegacias. Na Central de Flagrantes, localizada no mesmo edifício da Superintendência da Polícia Civil, a delegada só trabalha no período da manhã, de acordo com o Sinpol.
Segundo o Delegado Geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, nem sempre é possível substituir um delegado ausente já que o quadro de servidores é pequeno. Andrade Júnior garante que nem por isso, o serviço deve ser prejudicado.  De acordo com o delegado, os escrivães também são autorizados a  assinar boletins de ocorrência da ausência do delegado, independentemente da reclamação. "O cidadão tem o direito de registrar B.O, seja qual for a situação. Quem não conseguir deve denunciar e o caso será investigado", diz.
Sobre a denúncia de que a delegada da Central de Flagrantes não estaria cumprindo a carga horária, o delegado Andrade Júnior disse que vai apurar o caso.
Delegacia Eletrônica
Quem tiver dificuldades para registrar boletins de ocorrência nas delegacias, pode utlizar a  internet para fazer o B.O.  No site da Delegacia Eletrônica, a população poderá registrar 11 tipos de delitos como extravio de documentos, acidente de veículos (sem vítimas), furto (exceto de veículos, armas de fogo, munições e  explosivos), roubo a pessoa, roubo a residência (desde que sem lesão corporal), calúnia, difamação, injúria, desaparecimento de pessoas, dano ao patrimônio (público ou privado), e violação de domicílio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário