terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

FALTA DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS

Celas de delegacia em Horizonte são interditadas por insalubridade

Redação Web 

Os acusados devem ser encaminhados para institutos penais adequados ao acolhimento dos presos provisórios, sob pena de multa diária de R$ 10 mil

Delegacia Horizonte
Celas da delegacia da Polícia Civil de Horizonte foram interditadas
ARQUIVO
As celas da delegacia da Polícia Civil de Horizonte foram interditadas, no último dia 20, por falta de condições sanitárias. A determinação foi encabeçada pelo juiz da comarca do município.
Apesar de ter sido interditada por motivos de insalubridade, ainda é permitida a permanência de presos em flagrância ou de presos provisórios, apenas durante o tempo necessário para os procedimentos policiais. Em seguida, os acusados devem ser encaminhados para institutos penais adequados ao acolhimento dos presos provisórios, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.
O juiz pediu que o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Estado do Ceará (CREA) e a Vigilância Sanitária vistoriassem o prédio da delegacia de Horizonte para avaliação de condições de higiene, aeração, higiene, saúde, segurança e salubridade do edifício.
A Polícia Civil afirmou que está cumprindo as ordens e que logo após o término dos procedimentos na delegacia os acusados são encaminhados para as cadeias públicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário