domingo, 16 de fevereiro de 2014

Ônibus articulado começa testes na segunda-feira

Os passageiros da linha 041 – Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu poderão experimentar o modelo. Dez veículos similares já foram adquiridos

 
A partir de segunda-feira (17/2), os passageiros da linha 041–Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu poderão experimentar o modelo de ônibus articulado, similar aos que serão utilizados nos corredores exclusivos para ônibus que estão sendo implantados em Fortaleza. A principal característica do equipamento é o aumento de capacidade de passageiros, que passa de 95 para 150 lugares.
Outra diferença que será percebida pelos passageiros é o fato de o veículo ter piso baixo, sem desnível ou degraus, facilitando a mobilidade dentro do coletivo. Com esse diferencial, o ônibus ficará no nível da calçada na hora do embarque e desembarque, o que reduzirá o risco de acidentes e irá agilizar o transbordo.
Dez equipamentos similares já foram adquiridos para circular nos corredores de Fortaleza. O primeiro corredor a ser implantado pela Prefeitura de Fortaleza fará a ligação entre os terminais de Parangaba e Papicu, passando por vias como Av. Silas Munguba (antiga Av. Dedé Brasil), Av. Paulino Rocha, Av. Oliveira Paiva, Av. Washington Soares e Av. Eng. Santana Junior.
A diferença entre o veículo em teste e os que circularão pela cidade é que ele não conta com ar-condicionado e as janelas estão no padrão da região sul, com abertura na parte superior. O embarque continuará acontecendo pela porta traseira e a tarifa será a mesma cobrada em toda a rede de transporte da cidade.
Segundo o presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza, Rogério Pinheiro, a quantidade de veículos articulados será ampliada a medida em que os corredores forem sendo entregues. “Em breve, a população poderá ver esses ônibus no entorno da Arena Castelão e ao longo da Av. Bezerra de Menezes, no corredor Antônio Bezerra/Centro. O embarque também será feito de forma diferenciada em algumas vias, por meio de estações, que oferecerão mais conforto e segurança aos passageiros”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário