domingo, 16 de fevereiro de 2014

População acusa empresa de calote e saqueia loja no interior do Ceará

Estrutura da loja ficou dafinicada e vários objetos foram levados.
Segundo clientes, a empresa não entregou bens negociados.
Do G1 Ceará
O prédio de uma empresa que vendia carros, motos e eletrodomésticos em sistema de compra premiada foi invadido e saqueado nesta sexta-feira (14), no centro de Juazeiro do Norte. Clientes dizem que a loja não entregou os bens negociados. Neste mês, ocorreram vários protestos em frente à loja e, nesta sexta, a invasão.
A estrutura da loja ficou bastante dafinicada e vários objetos foram retirados. "Levaram móveis usados, vaso sanitário, lâmpadas, ar-condicionado, guarda-roupa etc", diz Francisco Ivan, comerciante da região.
Segundo clientes, a empresa não entregou os bens prometidos. "Tive prejuízo de um Fiat Uno no valor de R$  25 mil e de uma moto de R$ 7 mil. Todas as pessoas que foram sorteadas vinham aqui, marcavam o dia para receber e não recebiam. Protelavam as datas. E assim estavam indo", diz o comerciante José Pereira Costa, cliente da empresa.
Por telefone, a promotora de Justiça Alessandra Magna Ribeiro afirmou que havia pedido à Justiça a busca e apreensão de bens na empresa, mas o pedido não foi aceito. A TV Verdes Mares Cariri havia procurado a empresa para ouvir sobre as manifestações e, nesta sexta, sobre a invasão à loja e os representantes da empresa não quiseram falar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário