sábado, 28 de junho de 2014

Homem é morto em cruzamento

MESSEJANA
Image-0-Artigo-1647379-1
A vítima ia buscar a esposa em um salão de beleza quando um casal em uma moto disparou vários tiros no cruzamento de duas ruas
FOTO: NAVAL SARMENTO
O fim de semana tem cumprido a infeliz tradição de homicídios na Grande Fortaleza. Na noite de sexta-feira, um homem foi morto com cinco tiros quando dirigia seu carro para buscar a esposa em um salão de beleza. Gilnardo Pio Rocha, de 34 anos, foi assassinado no cruzamento das ruas Nicolau Coelho com Afonso Henrique, na Messejana.
Morador do bairro Guajiru, a vítima recebeu uma ligação para buscar a esposa no salão de beleza no bairro Messejana. Seguia em um gol cinza de placas HXM 1248 quando foi abordado por um casal em uma moto que o seguia e parou ao lado no cruzamento das ruas. Sem chance de defesa, Gilnardo recebeu ao menos cinco tiros, dois no tórax e três na cabeça. Informações de populares dão conta de que a vítima seguia de carro na companhia de uma irmã quando foi surpreendido pelo casal em uma moto parando ao lado.
De acordo com a Polícia, Gilnardo Rocha não tinha antecedentes criminais. Estava desempregado, mas havia atuado recentemente como prestador de serviços em farmácias da região.
No entanto, a sua companheira seria ex-esposa de um traficante de drogas morto recentemente. Por isso, a possibilidade de crime passional é uma das teses seguidas pela linha de investigação da Polícia, que está à procura do autor do homicídio.

Polícia Rodoviária apreende explosivos

IGUATU
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) apreendeu farto material explosivo no Km 368 da Rodovia CE 060, em Iguatu. A documentação estava vencida. Foram apreendidas com Francisco Luis Roberto Regis, de 45 anos, 49 bananas de dinamite, 100 espoletas, 42 metros de cordão detonante e 21,5 metros de estopim hidráulico. O material foi recolhido na noite da última sexta-feira. Francisco Luis seguia em um Fiat Strada de cor branca, quando foi parado pelos policiais.
De acordo com o delegado Jerssison Pereira, plantonista na Delegacia de Iguatu, o documento da portabilidade do material estava fora da validade e "os quantitativos não correspondiam ao que estava na documentação". O delegado descarta a possibilidade de uso do material para prática de crimes. "Ele trabalha numa empresa terceirizada pela Coelce que atua na instalação de postes de energia elétrica. Os explosivos são usados quanto os postes são implantados em terrenos rochosos".
Mas o delegado alerta para a vulnerabilidade no transporte. "Uma quadrilha de assaltantes poderia tomar esses explosivos com facilidade". O portador do material foi autuado no artigo 16 do Estatuto do Desarmamento e está preso.

PODER JUDICIÁRIO

Acusados de tentar roubar a sede da AMC condenados
Image-0-Artigo-1647228-1
Os quatro homens foram presos em flagrante por policiais militares dentro do prédio. Três deles já possuíam antecedentes criminais
FOTO: NAVAL SARMENTO
Os réus Arnaldo da Conceição, Luiz Marinheiro Costa, Francisco Adriano Martins da Silva e Francisco Daniel da Silva Lima foram condenados por tentar roubar a sede da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC). Eles praticaram o crime com emprego de arma e em concurso de pessoas. A decisão é da titular da 14ª Vara Criminal do Fórum Clóvis Beviláqua, juíza Marilêda Frota Angelim Timbó.
Arnaldo da Conceição deverá cumprir cinco anos, dois meses e seis dias. Luiz Marinheiro foi condenado a quatro anos, dez meses e 20 dias e Francisco Adriano a quatro anos, cinco meses e dez dias. Os três, já com antecedentes criminais, cumprirão pena em regime inicialmente fechado. Francisco Daniel, réu primário, deverá responder em regime semiaberto a três anos, seis meses e 20 dias.
Segundo o processo, no dia 28 de fevereiro de 2013, por volta das 22h, os quatro acusados, armados de revólver, entraram na sede da autarquia, localizada na avenida Aguanambi, em Fortaleza, para efetuar o roubo. Uma funcionária conseguiu acionar a polícia, que chegou ao local rapidamente. Os homens fizeram o segurança e mais quatro agentes de "escudo humano" e se entregaram, sendo presos em flagrante. Em depoimento, os réus confessaram o crime.
Ao analisar o caso, a juíza afirmou que conforme "documentos que acompanham o inquérito policial, bem como pelas declarações da vítima, pelos depoimentos das testemunhas inquiridas por este juízo, além das confissões dos acusados em seus interrogatórios, resta devidamente caracterizada a materialidade para a conduta criminosa do tipo roubo".
Provas
A magistrada disse ainda que "analisando as provas colhidas durante a instrução, vislumbra-se que o crime efetivamente não restou consumado, uma vez que os agentes policiais chegaram ao local exatamente no momento em que ainda estavam em curso as ações dos agentes, impedindo, desta forma, que os acusados lograssem êxito na consumação delitiva", ressaltou.

Subtenente da PM é baleado e morto em um assalto

ARMA ROUBADA
Image-1-Artigo-1646940-1
pm morto
O policial da Reserva Remunerada da PM, Francisco Alcimiro de Oliveira, foi baleado dentro do comércio dele, situado na Rua Francisco Mota, comunidade Olho D'Água, no município de Eusébio e morreu no hospital
FOTO: ÉRIKA FONSECA
O subtenente da Reserva Remunerada da Polícia Militar e ex-comandante da Guarda Municipal do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Francisco Alcimiro da Silveira, foi morto durante assalto. A ação ocorreu por volta das 14h de ontem nas dependências do mercadinho da vítima. O policial é suplente na Câmara Municipal de Eusébio, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).
De acordo com testemunhas, três suspeitos invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto. O subtenente tentou reagir e foi baleado na cabeça na frente do próprio filho de 10 anos de idade. Alcimiro foi levado por populares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, mas não resistiu aos ferimentos.
O trio de assaltantes levou a pistola .40 do policial e fugiu do local em um veículo Siena Prata, em direção a Fortaleza. A Polícia trabalha, inicialmente, com a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte). O caso será investigado pela Delegacia Metropolitana de Eusébio (DME), mas será acompanhado pela Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).
Outros casos
Entre maio e junho deste ano, esse foi o sétimo caso de policial vítima de crime, na Grande Fortaleza; dois deles morreram.
No dia 20 de maio, um sargento morreu durante um assalto no Conjunto Ceará. Um dia depois, outro policial militar foi baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto, no Bairro Jóquei Clube. Menos de 24 horas depois, um outro PM acabou baleado em um assalto no bairro Parangaba. No sábado (24), um soldado foi baleado no Icaraí, em um roubo. No dia 27 de maio, um PM sofreu um atentado no bairro Serrinha.
Neste mês, no último dia 21, o sargento Carlos Wanderley Vicente Barbosa morreu após ser atingido por vários tiros na cabeça, no bairro São Cristóvão. Os acusados levaram a arma do PM e fugiram em uma moto.

SETE DETIDOS

Comunidades da Sapiranga são 'cercadas' pela Polícia

A operação conjunta envolveu 488 policiais civis, militares e bombeiros militares com apoio do Judiciário

sapiranga cercada pela policia
Em entrevista coletiva, o tenente-coronel da PM Marcelo Furtado; delegado Marx Quaresma; o coordenador da Copol Fernando Menezes; e o coronel do Corpo de Bombeiros Carlos Viana deram detalhes da ação
FOTO: ÉRIKA FONSECA
Image-1-Artigo-1646870-1
Eronilson de Queiroz Silva, o 'Biul', preso na operação, era o chefe do tráfico na região
FOTO: REPRODUÇÃO
Sem nenhum tiro disparado, uma operação policial resultou na prisão de um dos chefes do tráfico na região da Sapiranga e seus comparsas em plena madrugada de ontem. Antes do amanhecer, fechou-se o cerco nas comunidades do Muro Alto e Uruca para cumprimento de mandado judicial coletivo de busca e apreensão. Enquanto as residências eram vistoriadas, Eronilson de Queiroz Silva, o 'Biul', chefe do tráfico, pulava os muros das casas em direção à lagoa na área de manguezal. A Polícia já estava lá esperando.
Rendido com uma pistola 380 e uma balança de precisão, 'Biul' guiou os policiais até sua suposta residência. A tentativa de despistar não deu certo porque populares informaram a casa de uma irmã do traficante. Era lá que estava o entorpecente que pertenceria a 'Biul', segundo a Polícia. O flagrante coloca-o na prisão 35 dias após ter de lá saído - já responde por três homicídios e porte ilegal de arma.
A operação conjunta envolveu 488 policiais civis, militares e bombeiros militares. Com as áreas das comunidades do Muro Alto e Uruca completamente mapeadas, as equipes divididas fecharam todas as saídas. O mandado judicial de busca permitia que em toda a área as residências pudessem ser vistoriadas. A intenção era seguir os deslocamentos de residências pelos criminosos até alcançá-los, daí o nome Operação Nômade, dado à ação policial.
Prisões
Além de 'Biul', preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecente, foram detidos Edgar de Abreu Braga, 18, Maria Elisângela Ribeiro de Sousa, 29, Lucas Menezes da Silva,19, e, ainda, três adolescentes apreendidos.
De mãos limpas, Edgar Abreu tentava sair da comunidade quando foi detido para averiguação pela barreira montada pela equipe do Batalhão de Choque. Não durou muito até ser encontrada sua arma, um revólver calibre 38, jogada no telhado de uma residência onde moram três senhoras.
"A operação foi realizada em dois ambientes sensíveis da Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3), mas tivemos uma importante base de informações investigativas, com apoio das polícias Civil e Militar da área e da Coordenadoria de Inteligência (Coin)", afirma Fernando Menezes, coordenador operacional da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol).
Questionado se a força policial empregada na operação atendeu às expectativas, Fernando Menezes foi enfático: "o nosso objetivo foi alcançado. Prendemos 'Biul' e seus comparsas".
Sobre possíveis críticas sobre a "megaoperação", o delegado pontua que se tratou de uma ação de interesse social. "A maioria das pessoas que moram ali são de bem. O que ocorre é que o criminoso fica migrando nas casas da comunidade. Tenta se disfarçar se utilizando de diversas residências. Foi com essa visão que entendemos que se fizéssemos a busca em todo um quadrante, poderíamos identificar aquele criminoso que estava se escondendo", afirmou, referindo-se a 'Biul'.
Reincidente
É a segunda prisão de Eronilson de Queiroz Silva, o 'Biul', em quatro meses. Em fevereiro deste ano, ele foi detido em um ônibus intermunicipal com a companheira Sabrina Ferreira Lima, a 'Binna', quando iam ao cemitério onde estava enterrado um adolescente morto uma semana antes.
O delegado Marx Quaresma, titular do 26º DP (Edson Queiroz) que responde pela área em questão, comemorou o resultado da ação por se tratar de "uma área onde o crime é recorrente". Ele apontou o empenho do Judiciário e do Ministério Público - o mandado coletivo de busca teve a anuência dos juízes da 7ª e da 8ª Vara Criminal.
O delegado Fernando Menezes pontua que as ações de busca nas mais de 200 residências tiveram o apoio das próprias comunidades. "Às vezes o cidadão esta acuado, porque o criminoso se esconde para fugir da Policia. Fica com medo por não termos um mandado para entrar na casa dele. Em algumas residências, quando chegamos, algumas pessoas nem perguntavam se tínhamos mandado de busca, elas diziam 'por gentileza, entre na minha casa, olhe se tem alguma coisa errada aqui'", afirmou.
Direitos
Para o delegado, não houve violação de direitos ao fazer um 'quadrante'. "Tivemos o apoio da comunidade do Muro Alto. Numa comunidade de pessoas humildes, existem pessoas de bem, que são prejudicadas pelo crime, às vezes até obrigadas a pactuar com atividade criminosa. Se não esconder a droga que comprou ele será morto".
E deu o recado: "vamos continuar". De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), outras áreas da Grande Fortaleza foram mapeadas e deverão ser motivo de mais buscas, como define a própria Operação Nômade.
Melquíades Júnior
Repórter

quarta-feira, 25 de junho de 2014

'Queria dar amor', diz mulher que levou bebê de maternidade no RS

Mulher de 39 anos foi presa durante a madrugada desta quarta-feira (25).
Suspeita tem 5 filhos e disse que pretendia cuidar da criança, diz polícia.
Do G1 RS
Mulher que roubou bebê Porto Alegre (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)Mulher de 39 anos foi presa horas depois de levar
bebê de maternidade  (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)
A hospital de Porto Alegre na terça-feira (24)  tem cinco filhos e não possui nenhum vínculo com a família da criança. Luciana Soares Brito, de 39 anos, disse que pegou a menina Bárbara, de dois dias de vida, para cuidar. Ela foi presa na madrugada desta quarta-feira (25), e a  criança foi devolvida para os pais.
"Eu só queria cuidar dela. Queria dar amor e carinho", disse a sequestradora, acrescentando que comprou roupas para o bebê. A polícia, porém, investiga se ela pretendia vender a criança.
A criança foi sequestrada por volta das 16h de terça-feira (24) e ficou desaparecida por cerca de 10 horas. Segundo a Polícia, a mulher se vestiu como enfermeira e entrou no quarto onde a mãe da criança estava internada, durante o horário de visitas, e disse que levaria a menina recém-nascida para fazer exames. Nas imagens de câmeras de segurança, porém, é possível ver a mulher saindo do prédio e entrando em um táxi com o bebê no colo, em frente ao hospital.
Criança retornou aos pais na Santa Casa (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)Criança retornou aos pais na Santa Casa de
Misericórdia da capital (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)
Após receber duas denúncias, a polícia descobriu que a suspeita levou a criança para a casa de um filho, no bairro Lami, na Zona Sul de Porto Alegre, onde foi presa em flagrante por sequestro. "É horrível ganhar uma filha e, no outro dia, saber que a tiraram de ti e não saber onde a menina está", disse o pai de Bárbara, Magnun Lefa.
Para a mãe da criança, Viviane Beatriz Casagrande, a menina "renasceu". "Para mim, ela é minha guerreira. A nossa Bárbara. Graças a Deus, ela está aqui, e não fizeram nenhuma maldade", afirmou a mãe ao reencontrar a filha, emocionada.
De acordo com o delegado Hilton Muller Rodrigues, responsável pela investigação, a mulher já prestou depoimento e foi encaminhada ao presídio feminino Madre Pelletier. A polícia, no entanto, investiga se mais pessoas participaram do crime.
"As câmeras de segurança de outros prédios mostram que ela estava com a criança na mão e falando ao telefone. Temos que ver as ligações que ela fez, para quem foram", afirmou o delegado Hilton Muller Rodrigues.
  •  
Bebê roubado em maternidade de Porto Alegre (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Após roubar criança e deixar hospital, mulher entrou em táxi em Porto Alegre (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

362 inspetores são empossados

SEGURANÇA PÚBLICA
Image-0-Artigo-1644885-1
Em 2013, foram formados e empossados 614 inspetores de 1ª classe da Polícia Civil, a primeira turma contemplada pelo concurso de 2011
FOTO: AGÊNCIA DIÁRIO
Capital e Interior do Estado terão em breve novos agentes de Polícia Civil atuando nas unidades. Serão empossados na manhã de hoje 362 inspetores de 1ª classe da Polícia Civil aprovados no Curso de Formação Profissional da Corporação. A solenidade acontece às 9h no Centro de Eventos do Ceará, com a presença do governador Cid Gomes.
Os novos inspetores irão reforçar o quadro efetivo da Corporação nas diversas delegacias do Estado. O Curso de Formação Profissional ocorreu entre os meses de julho e dezembro de 2013. Durante cinco meses, os alunos tiveram carga horária de 700 horas/aula e mais 50 horas/aula complementares (Curso de Condutores de Veículos de Emergência).
Os alunos tiveram nos cinco meses, entre as disciplinas, aulas de Fundamentos de Direitos Humanos, Sistema de Segurança no Brasil, Fundamentos da Sociologia da Violência, Gerenciamento de Crises, Mediação de Conflitos, Investigação Criminal, Inteligência Policial, Análise Criminal, Defesa Pessoal e Tiro Policial Defensivo.
O conteúdo teórico e prático é baseado na Matriz Curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (Senasp), do Ministério da Justiça.
O curso de formação, bem como a cerimônia de posse hoje, são de realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE) e a Polícia Civil do Ceará.
Segunda turma
É a segunda turma de formação de novos policiais contemplados no último concurso para a Polícia Civil, lançado em 2011. Na primeira turma, foram formados 614 inspetores de 1ª classe. Eles já atuam na Capital e no Interior. Em maio deste ano, o governador Cid Gomes autorizou a abertura de mais um concurso público para a contratação de 763 novos policiais civis, sendo 168 delegados, 336 escrivães e 259 inspetores, que fortalecerão o trabalho realizado pela Segurança Pública do Estado.

Laboratório de drogas é fechado pela Polícia

QUADRILHA DESARTICULADA

O local para refino de entorpecentes funcionava em um condomínio, no bairro Maraponga

apreensao
No apartamento, onde os homens foram presos, os policiais encontraram 17 Kg de cocaína, 2,5 Kg de pasta-base, uma pistola, 110 gramas de maconha, R$ 2,9 mil. Três veículos também foram apreendidos
FOTOS: RUI NÓBREGA
Image-1-Artigo-1644878-1
Jeferson Diego Holanda Barbosa, 23, já havia sido preso por receptação e uso de documento falso
Image-2-Artigo-1644878-1
Valdenir Ferreira da Silva, 25, é acusado de tráfico de drogas e associação criminosa
Image-3-Artigo-1644878-1
Yago Steferson Alves dos Santos, 21, responde a cinco homicídios, associação criminosa e desacato
Três homens, que seriam integrantes da quadrilha do assaltante de banco e sequestrador Francisco de Assis Fernandes da Silva, o 'Barrinha', foram presos durante uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), em parceria com a Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A prisão, do trio foi fruto de desdobramentos das investigações sobre o as ações de 'Barrinha' e resultou no fechamento de um laboratório para refino de drogas. A captura dos acusados, em um condomínio na Rua Mimosa Coelho, no bairro Maraponga, ocorreu no último sábado, mas só foi divulgada na tarde de ontem.
'Barrinha' foi preso na última sexta-feira (20), por força de um mandado de prisão referente ao roubo à agencia do Banco do Brasil de Milhã, ocorrido em 2012. Ele era um dos homens mais procurados do Ceará. Diante de seu envolvimento com diversos crimes, a Polícia aprofundou os trabalhos de inteligência e descobriu que ele estaria financiando um laboratório de refino de drogas, em Fortaleza.
"O dinheiro que ele roubava dos bancos, investia no tráfico. Era uma organização que negociava grande quantidade de drogas. O material que conseguimos apreender representa um prejuízo de cerca de R$ 600 mil para eles", disse o delegado Raphael Villarinho, titular da DRF.
O delegado disse, ainda, que o bando desarticulado representa uma das associações criminosas mais bem organizadas do Estado. "Eles negam qualquer envolvimento com o 'Barrinha', mas chegamos aos nomes deles e conseguimos tirar de circulação mais três bandidos altamente perigosos", disse Villarinho.
Captura
Os três suspeitos foram surpreendidos dentro de um dos dois apartamentos alugados por eles, onde funcionava o laboratório de drogas. Yago Steferson Alves dos Santos, 21, que responde a cinco homicídios, associação criminosa e desacato; Jeferson Diego Holanda Barbosa, 23, que responde por receptação, desacato e uso de documento falso; e Valdenir Ferreira da Silva, 25,que responde por tráfico e associação criminosa, foram encaminhados para a DRF, onde foram ouvidos e autuados.
"Quando chegaram à Delegacia, todos apresentaram documentos falsos. Por isto, além de tráfico, associação criminosa e porte ilegal de arma, vão responder por uso de documento falso", disse o titular da DRF.
No apartamento, foram apreendidos 17 Kg de cocaína, 2,5 Kg de pasta-base, uma pistola, 110 gramas de maconha, R$ 2,9 mil e duas placas de veículos. Uma caminhonete L200, um Hyundai i30 e um Pálio Weekend, também foram confiscados e levados para a Delegacia Especializada.
Márcia Feitosa
Repórter

Bandidos assaltam Bradesco de Morrinhos

OUSADIA

Homens renderam vigilantes e funcionários da agência bancária a poucos metros do destacamento policial

Uma quantia não revelada foi roubada do cofre da agência do Bradesco no município de Morrinhos, na Zona Norte do Estado. Dois homens armados com pistola e escopeta invadiram a agência na tarde de ontem rendendo vigilantes, o gerente e outra funcionária. A poucos metros dali, na mesma rua, fica o destacamento da Polícia Militar. A única viatura está quebrada e foi necessário usar veículo de um programa social para os únicos dois policiais de plantão perseguirem os assaltantes do 31º ataque a banco neste ano no Estado do Ceará.
Foi um dia para pagamento de aposentados e pensionistas. O expediente bancário já tinha se encerrado 40 minutos antes, quando, às 15h40, um veículo Siena branco chegou na agência do Bradesco. Dois homens desceram e um deles usou uma marreta para quebrar a porta de vidro enquanto o outro, com escopeta, ameaçou os dois vigilantes, tomando suas armas e coletes. Outros dois bandidos permaneceram dentro do veículo no apoio aos comparsas.
Cofre
No interior da agência, também renderam o gerente José Maria Moreira e outra funcionária, tomando celulares, relógios e uma bolsa. "Eles me pediram para levar até o cofre e tentaram me amarrar numa cadeira com fita adesiva, mas desistiram", afirma o gerente Moreira, segundo o qual a ação teria durado cerca de 10 minutos. A 200 metros dali, na mesma Rua Joaquim Coriolano Rocha, fica o destacamento da Polícia Militar onde estavam de plantão o sargento Francisco Teixeira e o cabo Romão.
Como a viatura policial está quebrada, foi usado o veículo do Programa de Proteção à Cidadania (Pró-Cidadania), do Governo do Estado em parceria com o município para prevenir danos ao patrimônio em Morrinhos.
Destino
Nas buscas aos acusados, a Polícia ainda encontrou uma bolsa, que seria da funcionária do banco, na localidade de Poço Branco, caminho de quem segue para Santana do Acaraú. Participaram da operação de busca dos assaltantes policiais dos destacamentos de Acaraú, Santana do Acaraú e da Força Tática de Apoio (FTA) da 3ª Companhia do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Itapipoca. Até as 21h de ontem as equipes faziam campana numa área de matagal próximo à localidade de Poço Branco, ainda em Morrinhos, onde se suspeita que os criminosos estariam escondidos.
Esse foi o 31º ataque a banco no Estado do Ceará somente neste ano. No mesmo período do ano passado, foram 39 ataques. Em todo o ano de 2013 foram 88 registros. O ataque em Morrinhos foi o quarto deste mês. Antes, foram alvo estabelecimentos bancários em São Gonçalo do Amarante, Barroquinha e Maracanaú, sendo as ações dos bandidos frustradas pela polícia nesses dos últimos municípios, com a prisão de alguns envolvidos.
Melquíades Júnior
Repórter
hghh

Tiroteio deixa quatro feridos no Bonsucesso

VIOLÊNCIA
Quatro pessoas foram baleadas durante um tiroteio na Rua Marginal Verde Oeste, no bairro Bonsucesso. O crime ocorreu na noite da última terça-feira (24), quando um grupo que assistia ao jogo entre Brasil x Camarões em uma televisão instalada calçada na via.
Segundo testemunhas, um veículo Fiat Siena de cor preta parou no local e as pessoas que estavam dentro do carro realizaram vários disparos contra o grupo. Populares informaram à Polícia que o alvo do crime seria um traficante da área, mas outras pessoas que não possuiam envolvimento com o tráfico foram baleadas na ação criminosa.
De acordo com o comandante da 4º Cia do 17º BPM, capitão PM Solonildo Uchôa, entre as vítimas havia um adolescente de 12 anos, que foi encaminhada ao hospital Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará.
Idoso
Um idoso caiu e quebrou o braço durante a correria para se esconder dos tiros. A esposa de um dos homens que estava assistindo ao jogo também foi baleada. Na tarde de ontem, o clima ainda era de tensão no local. Moradores não quiseram dar outras informações sobre o tiroteio.

Médica é morta por ex-namorado após fim de relacionamento

Fotógrafo estaria insatisfeito com fim de relacionamento com a médica.
Suspeito tentou atear fogo em residência de médica.
Do G1 CE
Uma médica foi assassinada pelo ex-namorado, um fotógrafo, na noite desta terça-feira (24), em Juazeiro do Norte, a 492 Km de Fortaleza. O crime ocorreu na Rua Pio X, próximo à Igreja dos Salesianos. De acordo com a Polícia Militar, o fotógrafo, Onofre Ribeiro, antes do homicídio, teria bloqueado a saída da casa com o carro da médica e depois ateou fogo ao veículo.
Em seguida, invadiu a casa da médica pediatra Elisabeth Bernardes, a matou e depois se matou. “Ele colocou fogo no carro, bem como em móveis da casa e estaria com ela como refém", disse o policial Adaílton da Silva. O carro ficou totalmente destruído.
Familiares desesperados por notícias sobre a médica foram impedidos pela polícia de entrar na residência que ficou isolada até a chegada da perícia forense."Houve primeiramente a tentativa de incendiar a casa. Primeiro ele matou a médica e depois se matou", afirmou o perito criminal, Antônio Barbosa.
As primeiras investigações dão conta de que o fotógrafo estaria insatisfeito com o fim do relacionamento com a médica. Segundo familiares da vítima o casal estava separado há cerca de dois anos. O fotógrafo, segundo a família, queria a volta do relacionamento várias vezes. Além da arma utilizada e munição a polícia encontrou grande quantidade de material inflamável.

terça-feira, 24 de junho de 2014

OPERAÇÃO POLICIAL

Polícia frustra ataque a banco no CE

A ação criminosa foi interrompida pela Delegacia de Roubos e Furtos em Barroquinha. Quatro estão presos

Image-3-Artigo-1643149-1
Pelos equipamentos usados na tentativa de assalto em Barroquinha, Raphael Villarinho, titular na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), acredita que as pessoas presas são especializadas em ataques a instituições financeiras
FOTOS: JOSÉ LEOMAR
Image-4-Artigo-1643149-1
Maçarico, chave de fenda, alicate, máquina cortadora e uma caixa de acrílico que impediu o sensor de alarme de soar estão entre os equipamentos apreendidos. Grupo foi autuado por furto qualificado, associação criminosa tentativa de homicídio
Image-0-Artigo-1643149-1
Roberto Rivelino Dias do Prado foi preso ao tentar assaltar agência bancária em Barroquinha
Image-1-Artigo-1643149-1
Erivando Nascimento Mendes já responde por seis roubos, associação criminosa e porte ilegal de arma
Image-2-Artigo-1643149-1
Jocicleide Santiago de Oliveira era a única do grupo preso que não respondia por outros crimes
Uma operação da equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) em parceria com a Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSPDS) e a Delegacia Regional de Sobral prendeu uma quadrilha no momento em que seus integrantes tentavam arrombar um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil do Município de Barroquinha (413Km de Fortaleza), na madrugada de ontem. Três homens e uma mulher foram detidos e duas outras pessoas que participaram da ação conseguiram fugir.
De acordo com o delegado titular da Especializada, Raphael Villarinho, uma denúncia feita há cerca de 15 dias sobre o bando desencadeou a operação. "Recebemos a informação de que esta quadrilha já tinha atuado várias vezes no Nordeste, e que estava marcado um ataque para o banco de Barroquinha. Montamos uma campana e esperamos eles chegarem", declarou. Conforme o delegado, os dois primeiros integrantes do bando a serem abordados foram Erivando Nascimento Mendes, de 37 anos, e Jocicleide Santiago de Oliveira, 21.
Eles estavam em uma motocicleta Honda, modelo CB300, de cor preta e repassavam informações para os criminosos que já estavam no interior da agência sobre uma possível aproximação da Polícia.
Quando os agentes interceptaram a moto, Jocicleide estava em uma ligação telefônica com um comparsa, que percebeu o prejuízo da ação. Nesse momento, os arrombadores foram para fora da agência e um tiroteio com a Polícia teve início.
Fuga
"Diante dos tiros, houve revide por parte dos policiais. Foi quando alguns dos criminosos foram baleados e dois conseguiram fugir, acreditamos que feridos, levando as armas", disse Villarinho. Os dois homens que escaparam estavam em um automóvel Honda, modelo Civic, de cor prata, que havia trazido o bando até o local. O veículo foi abandonado, após ser alvejado por vários tiros, não tendo mais condições de locomoção.
O carro e a moto envolvidos no crime foram periciados em Barroquinha no sentido de verificar possível registro de roubo ou adulteração. Conforme Raphael Villarinho, as pessoas presas são especializadas em ataques a instituições financeiras. "Acreditamos que a grande maioria dos ataques que vinham sendo feitos com maçarico tenham o envolvimento deles. Ainda estamos fazendo levantamentos, mas suspeitamos de muitos arrombamentos aqui no Ceará e de alguns no Estado do Piauí".
Roberto Rivelino Dias do Prado, 44, e Manocélio Teixeira de Sousa, que estavam tentando violar os caixas, foram presos. Manocélio foi atingido durante o tiroteio e encaminhado para a Santa Casa de Sobral.
Villarinho ressaltou que a quadrilha era bastante perigosa e formada por criminosos contumazes. "Somente a Jocileide não respondia a nada, mas acreditamos que ela já tivesse participado de outras ações deste tipo. Roberto já respondia por roubo qualificado, sequestro e corrupção de menores; Erivando responde por seis roubos, associação criminosa e porte de arma de uso restrito. Eles são sempre ousados e violentos em suas ações".
Equipamentos
A Polícia já tem informações de quem seriam os dois que conseguiram fugir, mas não informou suas identidades. Os equipamentos que estavam na agência - um maçarico, alicates, chaves de fenda, uma maquita e uma pequena caixa de acrílico - foram apreendidos e levados para a DRF.
"O maçarico serve para enfraquecer a estrutura do equipamento; a maquita consegue cortar o a proteção que dá acesso ao dinheiro; a caixa de acrílico foi usada para encobrir o sensor de presença e fazer com que o alarme da agência não soasse. Diante do que foi apreendido, temos mais uma evidência de que eram especializados. Claro que não fizeram isso pela primeira vez, se pensaram em tudo", disse o titular da DRF. Todos os integrantes da quadrilha serão autuados por furto qualificado, associação criminosa e tentativa de homicídio. "Tentaram matar os policiais quando dispararam contra eles, sem necessidade alguma. Vão responder por isto", concluiu o presidente do inquérito.
Reposta
Após recorrentes ataques, incluindo arrombamentos e explosões, nas agências bancárias do Ceará, as duas ações mais recentes tiveram pronta resposta da Polícia. Tanto na agência da Caixa Econômica em Maracanaú, uma semana atrás, quanto na do Banco do Brasil em Barroquinha as ações foram abortadas pela Polícia durante o andamento, e os bandidos envolvidos foram presos, antes que levassem qualquer valor.
 
Márcia feitosa
Repórter

Raio prende dois acusados de roubo

FLAGRANTE

Raio prende dois acusados de roubo
Dois homens foram presos por uma equipe do Batalhão de Policiamento de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no momento em que praticavam um assalto na Avenida Perimetral, no bairro Momdubim. Diego Brito Nascimento,20 e Denis Aguiar Silva,18, foram detidos quando roubavam uma mulher.
Morto na CPPL
Família de preso deve ser indenizada
O Estado foi condenado a pagar indenização de R$ 80 mil e pensão para dois filhos de detento assassinado na Casa de Privação Provisória de Liberdade localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A decisão é da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Segundo o processo, no dia 2 de agosto de 2012, o preso foi espancado até a morte em uma das celas da CPPL.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

REDES SOCIAIS

Tecnologia alia cidadão à Segurança Pública

Aplicativos para smartphones e tablets registram ocorrências nas ruas e auxiliam até a Polícia em uma captura

policia tecnologia
Ninguém está mais só, nem invisível. Pode estar no telefone alheio. Aplicativos usados em celulares e tablets auxiliam o cidadão e as próprias forças de segurança, informando desde uma área com alagamento a assalto, pessoas em situação de rua ou incêndio, se alguém tem mandado de prisão em aberto. Ou se um carro que trafega é roubado ou teve a placa clonada.
De repente, do celular se tem um mapa sinalizador de situações. Zello, Sinesp, Liga e Viber estão virando febre. Determinantes sobre se vamos ou deixamos de ir por um dado lugar. E com quem.
Por aplicativos como Viber ou WhatspApp, este um dos mais usados na telefonia móvel (38 milhões de usuários no Brasil), os policiais militares compartilham informações em grupos. Foto, vídeo, áudio e texto sobre a ocorrência mais recente. No encalço dos rastros deixados pelos bandidos, a informação chega visual e por vezes mais veloz que a rádio frequência da viatura.
Informações sobre o deslocamento de uma quadrilha do tráfico de drogas são repassadas por um cidadão de "confiança" para policiais do destacamento próximo à área em crise. "É preciso ser confiável para participar do grupo, trocamos informações e ficamos atentos para possíveis operações", afirma o tenente Rivelino Veiga, moderador do grupo "Kombaty", no WhatsApp. "A pessoa agradece por ter sido incluída no grupo dando algum 'feedback', seja de acidente ou movimento suspeito, por exemplo". Outros grupos são restritos aos policiais, que trocam informações de antes e depois das ocorrências. Mas é também pelo WhatsApp que o Diário do Nordeste, pela ferramenta VC Repórter, têm informações em tempo real sobre ocorrências nas ruas.
Amigos
De maneira colaborativa, os usuários sinalizam no Liga, nos mapas em tempo real, em que se pode inserir informações sobre as ocorrências. Na função "queridos amigos", pode-se cadastrar uma lista por afinidade e fazer alertas em casos de situações de risco. Se uma via está interditada por uma obra, por exemplo, o usuário cadastrado aponta a ocorrência no mapa e compartilha em seu grupo de interesse.
Em outro aplicativo, o Sinesp Cidadão, é possível verificar a situação de um veículo em todo o País no aporte CheckPlaca. Diz se o veículo consta como roubado, furtado ou clonado. Também é possível identificar se há mandado de prisão em aberto para uma determinada pessoa, desde que de posse do nome completo dela e da mãe. O aplicativo é gerenciado pelo Serviço Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça. É um meio pelo qual o cidadão se alia à Polícia no compartilhamento de informações.
Contra falsificação
Na mesma linha de segurança, o Banco Central lançou, neste mês, o aplicativo Dinheiro Brasileiro. Ao aproximar a cédula da câmera do celular, o aplicativo identifica onde estão os elementos de segurança para que o usuário possa verificar se a nota é verdadeira. Um aliado para os turistas estrangeiros neste período de Copa do Mundo.
A lista de objetos de quem tem aderido a tecnologias de segurança e informação vai além. Ainda tem o aplicativo Zello, pelo qual é possível interagir com um contato ou um grupo inteiro na modalidade walkie-talkie. Com um simples toque de botão a mensagem de voz segue para todos os contatos.
O Brasil encerrou o mês de maio com 275,4 milhões de linhas ativas na telefonia móvel. É gerada uma média de 136 acessos por habitante, segundo a Agencia Nacional de Telecomunicações (Anatel).
Os aplicativos citados estão disponíveis gratuitamente no Google Play e App Store. Essas novas tecnologias encontram um mercado promissor, mas o tipo de uso vai depender da intenção do usuário.
Uso das ferramentas precisa de cuidados
Todo fato vai além da própria verdade e nisso reside um perigo: o risco de compartilhar a informação. Um aplicativo que pode auxiliar na segurança, pessoal ou pública, pode ser também a própria ferramenta de fragilidade da segurança. O cuidado na informação que será repassada, bem como a quem repassar, é o principal conselho de especialistas no setor.
A tecnologia pode ser usada para ações socialmente positivas ou o contrário. Depende de quem usa. Quando falamos em segurança da informação, existe o nível tecnológico e o intelectual. O uso desses aplicativos é bastante positivo, mas a vulnerabilidade está nas pessoas, afirma Marcos Monteiro, professor universitário e perito em computação forense.
O especialista explica que as técnicas de engenharia social proporcionadas pelos aplicativos. O seu uso depende não apenas da intenção de um usuário, mas de todos. "Essas ferramentas constituem técnicas de segurança da informação. Quando você informa em tempo real onde está, abre um precedente de ataque de engenharia social", aponta. Seria o risco, por exemplo, de compartilhar informações em um grupo do WhatsApp sem conhecer todas as pessoas. "Você pode estar informando um possível criminoso e ele se utilizar dessa informação".
Evitar abordagem
Embora todo o sucesso do aplicativo Sinesp Cidadão, idealizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o Ministério da Justiça faz o alerta que, em caso de constatar, pela placa, um veículo roubado ou com a placa clonada, evitar qualquer aproximação e avisar à Polícia, a quem de fato cabe a abordagem ao suspeito.
Na ânsia de proporcionar segurança, o usuário da tecnologia pode acabar gerando o crime em que ele próprio é a vítima.
Melquíades Júnior
Repórter

Corpos de assaltantes seguem sem identificação

TAUÁ
Os corpos dos dois supostos assaltantes, que morreram durante um confronto com a equipe da Força Tática de Apoio (FTA) da 1ªCia do 13º BPM (Tauá), continuam sem identificação na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) de Quixeramobim. As mortes aconteceram na tarde do último sábado, em um matagal às margens da CE-363, na altura da Serra do Umari, que divide os municípios de Tauá e Mombaça.
Em consequência de uma operação de combate à assaltos, os militares foram até a Serra do Umari, em um carro descaracterizado, à paisana, e simularam uma pane no automóvel. Dois homens se aproximaram em uma motocicleta, e anunciaram um assalto. Os PMs se identificaram e houve um confronto.
Ao fim do tiroteio, os dois criminosos estavam mortos. Os revolveres, calibre 38 e 32, e a motocicleta que a dupla usava foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Tauá.
Informações do 13ºBPM deram conta que nenhum familiar dos mortos apareceu para retirar os corpos. Como os supostos assaltantes não portavam documentos, também não foram identificados pela Polícia.

Comerciante é morto a tiros

VIOLÊNCIA
O comerciante Edilson Oliveira Melo foi assassinado em seu sítio, na Zona Rural de São Benedito, no fim da tarde de sábado. A esposa da vítima ouviu três disparos e, quando chegou ao local, o marido estava morto.
Segundo a mulher, duas pessoas que estavam em uma motocicleta teriam efetuado os disparos. Os acusados fugiram e, ainda não foram localizados.
Além deste crime e de um duplo homicídio em Tauá (ver matéria ao lado), o Comando de Policiamento do Interior (CPI) registrou seis homicídios entre e sábado e a manhã de ontem. Os crimes aconteceram nas cidades de Beberibe, Amontada, Juazeiro do Norte, Baturité, Barreira e Mulungu. Até o momento, apenas um dos acusados foi preso. As informações são da Redação Web do Diário do Nordeste.
No início da manhã do último sábado (21), em Ponta D'água, próximo à Lagoa do Uruaú, Franscisco Flavenisio de Sousa, 20, foi assassinado a bala. Moradores informaram que cinco pessoas que estavam em um carro seriam os acusados do crime.
No veículo, foram encontrados cinco munições de calibre 38. O motorista do automóvel, identificado como Silas Pereira de Morais, foi detido.
Na localidade de Mutuca, em Amontada, o agricultor Antônio Ribeiro Sobrinho, 61, foi esfaqueado. O suspeito é o também agricultor Francisco Martins do Nascimento. Francisco Martins fugiu após praticar o crime.
Em Baturité, na tarde do último sábado, o pedreiro Paulino de Oliveira Santos também foi morto. Segundo a Polícia, o suspeito é Andrean Roque. A esposa de Paulino disse que o crime aconteceu devido a um conflito que já existia entre a vítima e o acusado por conta da compra de uma casa, caso que já estava em disputa judicial. Andrean não foi localizado.
Juazeiro do Norte
Por volta das 22 horas de sábado, Antônio Pereira de Sousa, 41, foi baleado e morto em sua casa, na cidade de Juazeiro do Norte. Os suspeitos são duas pessoas que fugiram em uma motocicleta vermelha. A vítima era acusada de receptação, tráfico de drogas e porte ilegal de arma. De acordo com a esposa de Antônio, um dos envolvidos no crime é conhecido como 'Bené'.
Na Praça dos Taxistas, no município de Barreira, Alex Pereira da Silva, 18, foi encontrado morto na madrugada de ontem. Ainda durante a madrugada, o pedreiro Carlos Alexandre Brasil, 25, foi morto em Mulungu.

Marca de gols de Neymar já é a mesma de Ronaldo 'fenômeno' na Copa de 2002

35 GOLS
Estadão Conteúdo 

O jogador pode se tornar o 4º brasileiro a conquistar a artilharia de um Mundial; Craque já ultrapassou Rivaldo na lista dos maiores artilheiros da história da seleção

Neymar
Neymar soma 35 gols em 52 partidas disputadas pela seleção brasileira.
FOTO: REUTERS
Neymar fez mais uma vez o que se espera de um craque: O camisa 10 da seleção brasileira marcou mais dois gols na Copa do Mundo, dessa vez, na vitória por 4 a 1 sobre Camarões, nesta segunda-feira (23). Com quatro gols em três partidas, o jogador do Brasil assume a artilharia isolada do Mundial.

Os números de Neymar são iguais aos alcançados por Ronaldo na Copa de 2002. Na ocasião, o atacante brasileiro também somava quatro gols ao término da primeira fase Depois, Ronaldo balançou as redes mais quatro vezes e conquistou a artilharia do torneio - o craque marcou contra Bélgica (2 a 0), Turquia (1 a 0) e Alemanha (os dois gols da vitória brasileira na final).
>  Neymar faz centésimo gol da Copa do Mundo e se isola na artilharia

Neymar, que faz sua estreia em Copas do Mundo, pode se tornar o quarto brasileiro a conquistar a artilharia de um Mundial.

Leônidas da Silva marcou sete gols em 1938, na Copa da França, e alcançou a marca de goleador máximo depois de cinco partidas disputadas. No Mundial seguinte, no Brasil, em 1950, foi a vez de Ademir de Menezes chegar garantir o topo da artilharia - o centroavante balançou as redes em nove oportunidades. Ronaldo, 52 anos depois, tornou-se o terceiro brasileiro a terminar uma Copa como goleador máximo.

Com os dois gols marcados nesta segunda-feira, Neymar soma 35 gols em 52 partidasdisputadas pela seleção brasileira. O craque, com isso, ultrapassou Rivaldo na lista dos maiores artilheiros da história da seleção. Neymar, agora, fica atrás de Bebeto (39), Zico (48), Romário (55), Ronaldo (62) e Pelé (77).
Alerta
O craque brasileiro está em situação de risco, pendurado com um cartão amarelo (recebido na estreia da Copa), contra a Croácia. Se receber mais um nas oitavas de final, Neymar estará suspenso caso o Brasil avance na competição. A disputa pela vaga nas quartas de final será contra o Chile, no próximo sábado, no Mineirão, às 13 horas