quarta-feira, 11 de junho de 2014

Dois homens são presos no Eusébio

MORTE EM GINÁSIO
Image-0-Artigo-1634379-1
Rodrigo Barros da Silva teria sido executado por conta de uma rixa existente entre gangues das comunidades Precabura e Abreulândia
FOTO: KIKO SILVA
Policiais da Força Tática de Apoio (FTA) realizaram na manhã de ontem a prisão de dois suspeitos de envolvimento na morte de Rodrigo Barros da Silva, 20, assassinado quando trabalhava em um canteiro de obras no Ginásio Poliesportivo Cararu, no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no último dia 2.
Os suspeitos, Américo Pinheiro Filho,34, e José Iran Silva Sá, foram capturados e levados para o 35ªDP (Curió).
Crime
O homicídio aconteceu no dia 2 deste mês. Na ocasião, quatro homens invadiram o ginásio, que está em construção, à procura de um desafeto e acabaram atingindo Rodrigo Barros.
De acordo com a titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio, Ana Lúcia, a dupla foi presa em cumprimento de ordem judicial e José Ivan estava foragido. Ele fugiu de uma unidade prisional onde respondia por outros crimes.
Os dois já respondiam por homicídio e roubo. Ambos estão detidos no 35ªDP (Curió) e devem ser encaminhados para a Delegacia de Capturas (Decap).
Horizonte
O Ministério Público (MP-CE) denunciou, ontem, os dois acusados da chacina contra duas mulheres e uma adolescente no último dia 29 de maio, no distrito de Canavieira do Muniz, em Horizonte, na RMF.
O MP recomenda a prisão preventiva dos acusados e que sejam submetidos a julgamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário