segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Fuzil, rifle e espingarda apreendidos em casa

ANCURI

Homem investigado por supostamente vender produtos falsificados escondia armas dentro da própria residência

Image-0-Artigo-1734068-1
Além do fuzil, um rifle e uma espingarda estavam com o suspeito. As armas, municiadas, possuíam luneta e silenciador
FOTOS: KLÉBER A. GONÇALVES
Image-1-Artigo-1734068-1
José Éder Alves, 32, disse aos policiais que guardava as armas para um amigo, mas não informou o nome
Image-2-Artigo-1734068-1
Delegado Jaime Paula Pessoa Linhares mostra o fuzil apreendido na casa do suspeito pelos inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações
Um fuzil 7.62 de origem búlgara, um rifle Rossi calibre 38 com luneta e silenciador e uma espingarda de pressão, também com luneta, foram apreendidos pela Polícia escondidos dentro de uma residência no bairro Ancuri, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
O armamento estava em poder de um homem, que é suspeito de ter envolvimento com venda de mercadoria falsificada. Ele alega que guardava as armas para um amigo. José Éder Alves, 32, foi abordado por policiais da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) por volta do meio-dia de ontem, na Avenida Governador Raul Barbosa, bairro Aerolândia, na Capital.
O homem, investigado pela Especializada por supostamente comercializar produtos 'piratas', guiava um veículo Toyota Corolla de cor preta e placas NQN- 1495, cujos documentos estão em nome de uma outra pessoa.
Dentro do carro, os agentes civis encontraram quatro cartões de crédito, sendo três em nome de uma mulher e outro em nome de uma quarta pessoa. Havia, ainda, dois cheques no nome da mesma mulher, que segundo Éder, seria sua esposa.
Primo
O suspeito alegou que o outro cartão de crédito pertenceria a um primo, da mesma forma que o carro. Segundo o delegado titular da DDF, Jaime Paula Pessoa Linhares, a Polícia também tinha informações sobre a possibilidade de existir armamento em posse do homem. "Tínhamos as duas informações. Quando foi perguntado sobre as armas, o Éder confessou que as guardava dentro da própria residência, e nos apontou o endereço", afirmou Linhares.
Os policiais seguiram, então, até a Rua Quartzo, número 33, no bairro Ancuri, em Itaitinga. No local, foram encontrados o fuzil, o rifle e a espingarda, além de 14 munições de calibre 38 e outras 24 munições de fuzil. Foram ainda apreendidos cinco aparelhos celulares, também encontrados na residência.
"O suspeito nos disse que guarda as armas para um amigo, mas não revelou quem seria essa pessoa. Esta é uma apreensão significativa feita pela equipe da DDF. É uma baixa que a Polícia dá no crime, tirando de circulação esse armamento de grosso calibre", apontou o delegado.
Éder foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Todo o material apreendido pela Polícia permanece na Delegacia "inclusive o carro, para prosseguir as investigações", informou o titular da DDF.
Levi de Freitas
Repórter

Nenhum comentário:

Postar um comentário