terça-feira, 4 de novembro de 2014

Policial morre em assalto a farmácia

CRATO
Image-0-Artigo-1734901-1
O sargento Rodrigues trabalhava em uma das equipes do Programa Ronda do Quarteirão
FOTO: VC REPÓRTER
Crato. Um policial foi morto na manhã de ontem ao tentar impedir um assalto a um estabelecimento comercial no Centro desta cidade. Por volta das 11 horas, dois homens invadiram a Farmácia Gentil e anunciaram o roubo. O sargento PM Francier Rodrigues Lopes, 36, estava no local e reagiu ao assalto. No tiroteio, o PM atingiu um dos acusados e foi, posteriormente, alvejado fatalmente com um tiro na cabeça.
O sargento, que trabalhava em uma das equipes do Programa Ronda do Quarteirão, ainda chegou a ser levados por colegas que foram acionados para dar apoio à ocorrência ao Hospital São Francisco, neste município, mas já chegou morto.
Um dos assaltantes conseguiu escapar em motocicleta vermelha, de placas não anotadas e rumo desconhecido, enquanto que o criminoso que havia sido baleado pelo policial tentou fugir a pé, mas acabou preso por equipes do Ronda do Quarteirão. Sangrando bastante, ele foi socorrido pelos militares ao Hospital Regional do Cariri (HRC), onde recebeu atendimento sob escolta policial.
O comandante do 2º BPM de Juazeiro do Norte, tenente-coronel Welington Alves, compareceu ao HRC para acompanhar a prisão do assaltante baleado, que foi identificado como Gladson Ferreira Santos, 19 anos, morador de Juazeiro do Norte.
No começo da tarde, por volta das 14 horas, ele precisou passar por uma intervenção cirúrgica. Segundo o oficial, seu estado era estável após a cirurgia.
Durante as diligências realizadas pelas equipes da Força Tática de Apoio (FTA), Ronda do Quarteirão e do Comando Tático Rural (Cotar), foi encontrada uma camiseta suja de sangue e com um buraco, aparentemente, feito pela perfuração de uma bala, além de um capacete de cor azul, nas proximidades de um matagal, na altura do Estádio Mirandão, em Crato.
Ao aprofundarem as investigações no local, os policiais se depararam com um homem sem camisa, de arma em punho e que iniciou disparos contra a viatura dos PMs. Na troca de tiros, o homem acabou sendo morto.
A polícia não soube informar, até o fechamento da edição, se ele teria, ou não, participação na tentativa de assalto à Farmácia Gentil. Há pouco mais de um mês outro sargento do Ronda do Quarteirão também acabou sendo baleado ao frustrar um assalto a uma casa lotérica no bairro Vila Alta, em Crato.
Roberto Crispim
Colaborador

Nenhum comentário:

Postar um comentário