terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Polícia identifica os autores da execução de um jovem em Fortaleza que chocou o Brasil! Veja o vídeo

Segundo a polícia, que iniciou investigação do caso, quatro pessoas teriam participado diretamente do crime, e três já foram identificadas. Todos eles estão foragidos
A Polícia Civil do Ceará já tem imagens e nomes dos suspeitos de executar um jovem no Bairro Ancuri, na Grande Messejana, em Fortaleza, na semana passada, caso que ganhou repercussão nacional em virtude da crueldade. O homicídio foi gravado e divulgado nas redes sociais, pelos próprios criminosos. Nas imagens, dois homens estão sentados na calçada, quando um grupo armado se aproxima a pé e efetua cerca de 20 disparos, sem chance de reação.

Segundo a polícia, que investiga o caso, quatro pessoas teriam participado diretamente do crime e três já foram identificadas. Ariadina Lima Cordeiro teria filmado e Jorge Maciel de Sousa, 24, teria realizado cinco dos disparos.

Um adolescente de 17 anos também foi identificado. A polícia aponta que ele teria realizado a maioria dos disparos. O quarto rapaz foi identificado apenas como Mateus.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (23), na Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa, em Fortaleza, a polícia ressaltou que o quarteto se autodenomina “Comando de Santa Fé”, sendo suspeito de participar de outro homicídio no domingo de Carnaval. Além disso, acredita-se que eles fazem parte de um grupo organizado suspeito de ter feito resgate de presos em Itaitinga.

A família está sendo ouvida pela polícia, que revelou que já reconheceu as imagens. Todos os suspeitos estão foragidos.


Crueldade
O vídeo chocante virou alvo de investigação da Polícia Civil após repercussão em redes sociais. O jovem – que aparece de bermuda, boné e sem camisa – é atingido por, pelo menos, 20 tiros, sem chance de defesa. De acordo com o perito Leão Júnior, que foi ao local atender a ocorrência, foram constatadas 18 perfurações, de entrada e saída, na vítima. “O vídeo ajudou a perícia a saber como foi a dinâmica do crime”, explica. Segundo disse, o jovem assassinado tinha 24 anos e foi identificado como Fábio Rodrigues.
Nas imagens, o que chama a atenção é a frieza dos assassinos. Uma mulher, identificada como Ariadina, filma toda a ação e incentiva a execução. “Vai, dá na cara. Descarrega”, diz. Ao final do vídeo, ela lamenta: “Ai, eu não vou dar o meu (tiro) não, é?”. Durante o vídeo, é possível ver um dos assassinos com fogos de artifício na mão, que seriam usados para confirmar a morte. O crime ocorreu durante o dia. A filmagem tem data da última terça-feira (17), no período do Carnaval.
Nas imagens, o que chama a atenção é a frieza dos assassinos. Uma mulher, identificada como Ariadina, filma toda a ação e incentiva a execução. “Vai, dá na cara. Descarrega”, diz. Ao final do vídeo, ela lamenta: “Ai, eu não vou dar o meu (tiro) não, é?”. Durante o vídeo, é possível ver um dos assassinos com fogos de artifício na mão, que seriam usados para confirmar a morte. O crime ocorreu durante o dia. A filmagem tem data da última terça-feira (17), no período do Carnaval.

Fonte: Tribuna do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário