sexta-feira, 24 de abril de 2015

Corpo carbonizado é achado no porta-malas de veículo

ACARAPE
Image-0-Artigo-1840737-1
O corpo foi achado carbonizado dentro do porta-malas de um veículo, na noite da última quarta-feira (22), no Loteamento 24 de Abril, em Acarape
Um corpo que, conforme Perícia Forense do Ceará (Pefoce) é do sexo masculino, foi encontrado carbonizado dentro do porta-malas de um veículo, na noite da última quarta-feira (22), no Loteamento 24 de Abril, em Acarape (a 54Km de Fortaleza). De acordo com informações da Polícia Militar, o local onde acharam o automóvel fica a seis quilômetros da sede do município.
Segundo informações da 2ª Cia do 4º BPM (Baturité), populares acionaram a Polícia informando que um carro estava em chamas. Quando os militares chegaram ao local, o fogo já havia sido debelado.
Ao fazer uma vistoria no automóvel Fiat, modelo Pálio, de placas HXU-8468, inscrição de Maracanaú, os PMs encontraram um corpo carbonizado. A vítima ainda não foi identificada. "Não temos registros de pessoas desaparecidas aqui em Acarape e ainda não conseguimos chegar ao dono do carro", afirmou o soldado PM Paixão.
Outro caso
Em Barbalha, na região do Cariri, um comerciante saía da Igreja do Rosário, no Centro da Cidade, em direção à residência dele, quando foi abordado e sequestrado por dois homens, na Rua Zuca Sampaio. A vítima foi levada para o bairro Distrito Industrial, em Juazeiro do Norte, onde os criminosos atearam fogo no automóvel Ford Fiesta que o homem dirigia com ele dentro.
Familiares do comerciante estiveram na Delegacia Municipal de Barbalha e registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o caso. Segundo os parentes, a vítima conseguiu sair do carro em chamas e correu até uma rua movimentada. Um popular viu o homem e o encaminhou ao Hospital Maternidade São Vicente de Paulo.
Por conta das queimaduras graves que sofreu no tórax, rosto e braços, ele foi transferido para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), do Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. Segundo o capitão Lucivando Rodrigues, comandante da 2ª Cia do 2º BPM (Barbalha), ainda não foi possível conversar com a vítima e as versões sobre o fato estão desencontradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário