quinta-feira, 23 de abril de 2015

Em ação ousada, criminosos roubam transportadora de valores em SP

Ladrões trocaram tiros e queimaram um caminhão para facilitar a fuga.
Polícia suspeita que funcionários tenham envolvimento com o crime.

Do G1 São Paulo
Criminosos roubaram cerca de R$ 6,7 milhões de uma transportadora de valores em São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, pouco antes de 20h de quarta-feira (22). Eles usaram carros clonados para entrar na empresa e incendiaram um caminhão para facilitar a fuga, como mostrou o Bom Dia São Paulo. Ninguém foi preso.
Pelo menos 15 ladrões chegaram à empresa, na Rua Forte Cananeia, em uma Kombi e dois carros idênticos aos utilizados pelo departamento administrativo. Um deles tinha até adesivos semelhantes.
Os criminosos que dirigiam esses carros também se comunicaram com os vigias da mesma maneira empregada pelos funcionários no momento em que se aproximam da empresa. A estratégia ousada levanta a suspeita de envolvimento de algum funcionário ou ex-funcionário com o crime.

Após o roubo, houve um intenso tiroteio com vigias. De acordo com a polícia, os criminosos chegaram a utilizar uma metralhadora .50, que é capaz de derrubar até helicópteros. Um carro que estava na frente da empresa ficou todo marcado por tiros.

Depois da ação, os ladrões atravessaram e queimaram um caminhão na Rua Forte Cananeia para dificultar a ação da polícia. Um dos carros também foi incendiado dentro da empresa.
De acordo com a polícia, nos cofres da empresa, que distribui dinheiro para caixas eletrônicos, tinham R$ 13 milhões e os criminosos fugiram com cerca de R$ 6,7 milhões.
Seguranças da empresa passaram a madrugada prestando depoimento na sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Zona Norte de São Paulo. As imagens das câmeras de segurança podem contribuir para esclarecer o caso.
A polícia investiga se algum dos criminosos ficou ferido na troca de tiros com os vigias. No entanto, os investigadores sabem que uma pessoa com ferimento provocado por arma de fogo deu entrada em um hospital da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário