sexta-feira, 17 de abril de 2015

Professor acusado de matar esposa será julgado

Andrei Erik assumiu autoria do crime
Será julgado nesta sexta-feira (16), o professor acusado de assassinar sua esposa no momento em que ela dormia. O crime ocorreu em agosto de 2012. 
De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), Andrei Erik Landim Pimentel será julgado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.
Ana Cristina Vieira foi executada com vários disparos enquanto dormia em sua residência no bairro Jardim das Oliveiras, em Fortaleza. Um dia após o crime, o professor de música compareceu à delegacia e assumiu a autoria do crime. 
Em depoimento, o acusado confessou que matou Ana Cristina porque a vítima havia saído de casa sem o companheiro. Após confessar o crime, Andrei foi liberado pois não foi feito flagrante e sua apresentação tinha sido espontânea. Entretanto, sua prisão preventiva foi solicitada e dias depois ele foi preso. Ainda no depoimento, o professor disse que usava cocaína.
Segundo o TJCE, o acusado foi submetido a um exame de sanidade mental. A avaliação mostrou que Andrei tinha “diminuição da capacidade de entendimento do caráter criminoso do fato”. Conforme publicado anteriormente, o casal morava junto há mais de um ano e segundo familiares, Ana estava depressiva com o ciúme excessivo do acusado.
O julgamento acontecerá no Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza. A sessão será presidida pela juíza Christianne Braga Magalhães Cabral. A acusação ficará a cargo do promotor de Justiça Humberto Ibiapina. 
O Cnews tentou entrar em contato com o defensor público Eduardo Vilaça, responsável pelo caso, mas não conseguimos retorno. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário