quinta-feira, 11 de junho de 2015

Bandidos roubam agência do Bradesco em Solonópole

INTERIOR·          

Bandidos armados invadiram a agência do Bradesco do município de Solonópole (distante 272 Km de Fortaleza) e roubaram malote e as armas dos vigilantes do estabelecimento bancário.
Foto arquivo web
De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 15, coronel PM Calixto, a ação ocorreu no fim da manhã de ontem. Segundo o oficial, três homens em duas motocicletas chegaram ao local por volta de 12h. Os criminosos invadiram o local, renderam os dois vigilantes, clientes e funcionários e anunciaram o roubo.
Durante a ação, eles roubaram dois malotes que estavam em poder de um cliente. O dinheiro que estava na bateria de caixas também foi levado, assim como ainda tomaram pertences de clientes e os revólveres usados pelos seguranças do banco. Após o roubo, os três homens saíram da agência e fugiram nas duas motocicletas.
No entanto, testemunhas relataram aos policiais militares que atenderam a ocorrência que havia um veículo Honda Civic de cor preta dando apoio aos homens nas motocicletas durante a ação criminosa.
O coronel acredita que o grupo armado foi à agência com a intenção de roubar os malotes que seriam entregues pelo funcionário de um correspondente bancário na boca do caixa.
"Acreditamos que eles perseguiram pessoa até ela entrar no banco, quando foi abordada. E aproveitaram e tomaram as armas dos vigilantes e o dinheiro do caixa", relatou.
Na ação, conforme o oficial militar, os bandidos também tentaram violar o cofre da agência bancária, mas não obtiveram êxito, deixando-o inviolado.
Buscas
As equipes da Polícia Militar, além de agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) realizam diligências na região, mas até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.
"Ainda não há pistas dos suspeitos. Entretanto, imagens das câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais localizados próximo ao banco estão sendo analisadas para ajudar na identificação dos criminosos", afirmou o coronel.
O delegado titular da DRF, Raphael Vilarinho, lamentou o fato de a agência bancária não contar com câmeras de vigilância, o que acaba dificultando o trabalho da Polícia.

Com esse caso sobe para 29 os registros de ataques a instituições financeiras no Estado nos seis meses deste ano.
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário