quarta-feira, 10 de junho de 2015

PF apreende 65Kg de 'coca' boliviana

PORTO DAS DUNAS·         

·          
Segundo a Polícia Federal (PF), a cocaína é de origem boliviana e chegou ao Ceará por via terrestre depois de passar pela Região Norte do País
FOTO: DIVULGAÇÃO/PF
Dois homens foram presos com 65Kg de cocaína, no Porto das Dunas, em Aquiraz. De acordo com informações da equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal (PF), no fim da noite da última segunda-feira, populares desconfiaram da movimentação em uma residência e acionaram os agentes denunciando uma suspeita de tráfico.
Os policiais estiveram na Avenida das Acácias, monitorando o que estava acontecendo nas proximidades e acabaram constatando o cometimento do delito. Os suspeitos, que não tiveram as identidades divulgadas pela PF, foram abordados quando entravam em um veículo Siena, de cor preta, placas HYK-3273, onde estava a droga.
Conforme o delegado titular da DRE, Janderlyer de Lima, um dos presos é natural da cidade de Tangará da Serra, no Mato Grosso e o outro é cearense. "O cearense já responde por tráfico. Movimenta muita droga nos bairros Parangaba e Jóquei Clube", contou o delegado.
Segundo Lima, a cocaína é de origem boliviana e chegou ao Ceará depois de passar pela Região Norte do País. "Não existe produção de cocaína no Brasil. A droga chega da Região Andina e é deixada nos Estados de fronteira, que são Mato Grosso e Rondônia. Da Região Norte, os entorpecentes são distribuídos. Nesse caso foi enviada do Mato Grosso para o Ceará pelas rodovias", revelou o titular da DRE.
O delegado revelou que o mato-grossense preso estava no Ceará com o único intuito de fazer a entrega da cocaína. Segundo a PF, a estratégia dos compradores de hospedar o entregador das drogas no Porto das Dunas, em Aquiraz, era uma forma para que não houvesse suspeitas da ligação deles.
"Levá-lo para a área em que a droga é vendida seria uma maneira de facilitar a descoberta do esquema. Por isso, os compradores hospedavam os entregadores em uma área turística, aparentemente tranquila, exatamente para mantê-lo longe de qualquer suspeita", declarou o delegado Janderlyer Lima.
Autuados

A dupla foi autuada por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. O titular da DRE lembra que não é a primeira apreensão realizada pela DRE no Porto das Dunas. Para o delegado, o local está sendo escolhido por traficantes, que se passam por turistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário