sábado, 13 de junho de 2015

Suspeito de matar policial no Ceará havia consumido cocaína

Suspeito conseguiu arma utilizada no crime por meio de trocas, diz.
Policial civil Maria Gorete foi assassinada com tiro no peito enquanto dirigia.

Do G1 CE
O homem apontado pela polícia como assassino da policial civil Maria Gorete havia consumido cocaína horas antes do crime e adquiriu a arma usada no crime por meio de trocas, segundo disse em depoimento filmado por policiais. “Quando ela vai avançar [dirigindo o veículo] eu... não era queixa com ela, não era para roubar, não era nada. Tirei a vida dela. Saí correndo, deixei o carro na [Avenida] Oliveira Paiva e voltei pra casa de mototáxi”, diz o suspeito Francisco José Ferreira Filho, de 24 anos.
Maria Gorete foi assassinada com um tiro no peito enquanto dirigia na Rua José Leon, na manhã desta sexta-feira (12). O homem suspeito de matar a policial civil Maria Gorete no Parque Manibura foi preso horas após o crime.  Ele estava em uma casa na comunidade Piçarreira, no Bairro Sapiranga.  Na casa, foi encontrada uma arma. Segundo a polícia, a vítima estava desarmada e não reagiu. Em depoimento, Francisco José diz que conseguiu a arma usada no crime em uma troca por uns “kits e tráfico de moto”.
O suspeito também afirma no depoimento não se lembrar de alguns pontos questionados pelos policiais civis, como ele obteve uma mala que portava no início da manhã, como mostram imagens de câmera de segurança; e com quem ele havia trocada a arma que utilizou no crime.
Homem foi preso na Lagoa Seca (Foto: Marcélio Bezerra/TV Verdes Mares)Homem foi preso na Piçarreira
(Foto: Marcélio Bezerra/TV Verdes Mares)
Nas imagens, o homem se aproxima do carro no momento em que ela vai fazer a curva. Ele tem uma arma em punho. A policial não para e segue com o carro.
Testemunhas afirmam ter ouvido os quatro disparos. “Estava de saída, quando ouvi quatro tiros. Vi o caro com o revólver e a mulher saindo de carro. Depois ouvi o barulho da colisão”, conta um homem que não quer se identificar. “Vi também o cara fugindo com a arma e muito nervoso”, disse.
Ainda conforme a PM, o homem havia abordado um carro antes de atacar o carro de Gorete, sem sucesso na abordagem. A inspetora foi a segunda pessoa a ser abordada no local e, após ser atingida, ela ainda dirigiu por dois quarteirões, até colidir na Rua José Leon. O suspeito então abordou um terceiro carro, no qual fugiu.
Um vídeo mostra o momento em que ele aborda a policial civil, integrante da Coordenadoria de Inteligência (Coin), no cruzamento das ruas José Leon e Júnior Rocha. (Veja vídeo ao lado.)
Policial desarmada
De acordo com a delegada do DHPP, Socorro Portela, a policial estava desarmada e não reagiu. Ainda segundo a delegada pelo que foi observado pela Perícia Forense que esteve no local, ela foi atingida por um tiro. “Realizamos a perícia e verificamos que ela não estava armada. Ela tentou fugir, talvez pelo susto. Ela foi atingida por um único tiro. Outros três atingiram o veículo dela. No vidro lateral, na frente e outro na porta traseira do lado direito”, disse.
O delegado do Departamento de Inteligência da Polícia (DIP) , Luís Carlos Dantas, disse que está chocado com o crime e que conhecia de perto  a policial civil Maria Gorete. “Ela era uma cidadã, trabalhadora e acima de tudo uma pessoa amiga que todos nós gostávamos. É uma dor que não tem como explicar. A Gorete, desculpe os familiares, estava com uma doença grave. Mesmo assim ia trabalhar todos os dias com dedicação e alegria”, disse.
Duas mortes em menos de uma semana
Essa é a segunda morte registrada de policial civil em menos de uma semana em Fortaleza. Na última segunda-feira (8), policial civil Antônio Márcio Rios de Souza, 35 anos, morreu após ser baleado durante uma tentativa de assalto numa lan house do Bairro Monte Castelo, em Fortaleza.
Segundo o Sindicato Policiais Civis do Ceará (Sinpoci-CE), três suspeitos tentaram roubar uma lan house na Rua João Tomé, quando foram surpreendidos pelo policial civil que estava no estabelecimento e reagiu ao assalto. Houve troca de tiros e o policial foi baleado na cabeça, costas e pernas.
Mulher digiriu ferida por alguns metros e bateu o carro (Foto: GIoras Xerez/G1)Mulher dirigiu ferida por alguns metros e bateu o carro (Foto: Gioras Xerez/G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário