sexta-feira, 15 de abril de 2016

Metralhadora e drogas aprendidas

Quatro operações realizadas pela Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) resultaram em sete pessoas presas, cerca de 30 quilos de droga apreendidos e no fechamento de um laboratório para refino de entorpecentes. Segundo a Delegada Patrícia Bezerra, as prisões foram resultado de diversas denúncias anônimas feitas à DCTD.
A primeira ação ocorreu no bairro Lagamar onde foi preso José Rodrigues de Almeida Neto. A DCTD recebeu denúncia anônima informando que José Rodrigues entregaria uma quantidade de droga em um carro na Travessa da Alegria, bairro Aerolândia, na última sexta-feira (8). Com ele havia 18 quilos de mineíta, pó utilizado para desdobramento de droga.
A segunda prisão ocorreu no bairro Autran Nunes em que Romário Brasil da Silva entregaria entorpecentes para Maria Franciana Arcanjo da Cunha. O encontro ocorreu próximo ao Terminal do Antônio Bezerra. No momento da entrega, na última segunda-feira (11), a Polícia realizou a abordagem e encontrou dois quilos e meio de maconha.
Com a continuidade das investigações, a DCTD descobriu que Romário Brasil possuía uma casa no bairro José Walter, onde funcionava um laboratório e depósito de droga. No local foram apreendidos sete quilos de cocaína, 13 quilos de maconha, uma prensa hidráulica, um quilo e cem gramas de crack e uma rifle.
O flagrante de Romário Brasil levou a Polícia a descobrir e desvendar outro esquema de comercialização de narcóticos. Na última terça-feira (12), o taxista, Edinardo Teixeira de Oliveira, foi preso junto com Francisca Camila de Aquino, que seria mulher de um traficante.
Audiência
Ela estava sendo levada pelo taxista para uma audiência do esposo no Fórum Clovis Bevilaqua. Após uma denúncia anônima, a Polícia realizou abordagem ao carro e foram apreendidos seis quilos de cocaína. Em uma casa no bairro Vila União, foi apreendida uma metralhadora de fabricação artesanal, com capacidade para 50 tiros. Outras duas pessoas foram presas com crack no bairro Granja Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário