terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Criminoso que foi morto após assassinar policial dentro de delegacia na Paraíba pertencia ao PCC

Criminoso que foi morto após assassinar policial dentro de delegacia na Paraíba pertencia ao PCC O criminoso que na manhã deste domingo (29), cometeu o assassinato de um policial na cidade de Patos, sertão da Paraíba, pertencia ao PCC e tinha tatuagem que representava “ódio a Policiais”.
Detido na delegacia após ser preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acusado estava na delegacia juntamente com um comparsa. Os dois presos estavam na sala do delegado para os procedimentos de praxe quando Emerson Benedito, mesmo algemado, pegou uma arma e efetuou o disparo.
O delegado seccional Sylvio Rabelo, contou que o preso estava na delegacia para ser ouvido em depoimento sobre o seu envolvimento com o grupo PCC (Primeiro Comando da Capital), quando tomou a arma do policial civil, e na troca de tiros, bandido e policial civil foram atingidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário