sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Sindicato dos Vigilantes do Ceará.


Falar atrás de um computador ou de um celular é fácil.
Fazer julgamentos sem ir para à luta é muito bom.
Querer de qualquer jeito um reajuste de salário sem lutar, sem participar das atividades, sem ir ao sindicato para ver as dificuldades é ótimo.
A todo momento tem Vigilante perguntando sobre o reajuste salarial nas redes sociais e nós compreendemos toda essa ansiedade, mas se o sindicato fechar a campanha logo nas primeiras propostas do patronal, que são só migalhas, esses serão os primeiros a reclamar também.
Lembrem-se que a Campanha Salarial é definida por dois lados, patrões e trabalhadores. O Sindicato não tem poder de decidir sozinho.
E o termômetro da Campanha se dá através das lutas, nas ruas com os trabalhadores.
Não tem como falar de demissão e campanha salarial em um mesmo texto ou na mesma assembleia. Compreendam a diferença e a gravidade dos dois assuntos.
Passem um dia, uma semana visitando o sindicato e verão que temos trabalho para dar e vender.
A luta continua!
E queremos contar com os guerreiros e guerreiras que compreendem esse momento tão delicado para a nossa categoria. Ajudem e não atrapalhem, companheiros. Precisamos de todos vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário