quinta-feira, 20 de julho de 2017

Morre bancário baleado durante assalto no Centro

Jorge Costa Ferreira, conhecido como “Jorginho”, de 57 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (20), no Instituto Doutor José Frota (IJF), onde estava internado desde a tarde desta quarta-feira (19), após ser baleado durante um assalto ocorrido no Centro de Fortaleza.
De acordo com informações, Jorge estava acompanhado de seus dois irmãos em carro, quando foi abordado no cruzamento da Rua Padre Mororó com a avenida Duque de Caxias, no Centro da Capital.
Ainda segundo relatos, eram dois maiores e um menor. Eles mandaram os ocupantes do veículo descer e ao avistar Jorginho, o adolescente teria o confundido com um policial e efetuou um disparo. O bancário foi atingido na cabeça.
Após o ocorrido, o trio fugiu levando no carro da vítima, um Siena de cor prata.
Jorge foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levado ao IJF, mas não resistiu ao ferimento. A Polícia foi acionada ao local e iniciou as investigações para apurar o ocorrido. Ninguém foi preso.
Jorginho era funcionário do Sindicato dos Bancários do Ceará. O órgão divulgou nota, lamentando o ocorrido (confira abaixo).
“Lamentamos informar o falecimento do nosso companheiro do Sindicato dos Bancários do Ceará, Jorge Costa Ferreira, carinhosamente chamado de Jorginho, às 6h30 desta quinta-feira (20), vitima de um assalto ao sair do trabalho junto com seus irmãos, nesta quarta-feira, 19/7, sendo baleado na cabeça e levado imediatamente ao Instituto Dr. José Frota, onde lutou bravamente pela vida.
Ainda completamente perplexos e abalados por tamanha violência que chega à nossa porta, o Sindicato dos Bancários do Ceará suspende toda sua programação desta semana: a reunião marcada para hoje (20) com os funcionários do Bradesco para discutir o PDVS, foi adiada para a próxima terça-feira, dia 25, às 19 horas na sede do Sindicato. Também fica suspenso o Botequim dos Bancários, que estava marcado para esta sexta-feira, dia 21/7. Nova data será brevemente anunciada, aqui no site e em todos os meios de comunicação do Sindicato.
O Sindicato está dando total apoio à família de Jorginho. Diretores e outros funcionários da entidade, bem como seus familiares e amigos estiveram durante toda a noite numa vigília de oração na porta do IJF, acompanhando seu quadro clínico, muito grave. Jorginho sempre foi um companheiro que vibrava no trabalho e contagiava a todos com sua alegria e carisma.
O momento é de pesar, de dor, de união e de indignação por tamanha violência a que estamos expostos.
Jorginho, Presente!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário