terça-feira, 26 de setembro de 2017

Corpo de travesti cearense é encontrado em Pernambuco

O corpo de Pâmela Pamaniki (29), foi encontrado no município de Moreilândia, em Pernambuco, nesta segunda-feira (25), com marcas de violência. A travesti, que trabalhava como garota de programa há aproximadamente 10 anos, morava em Juazeiro do Norte, no Cariri. 

Segundo a Polícia Civil do Crato, Pâmela foi vista pela última vez, na noite de domingo (24), na Praça do Giradouro, em Juazeiro do Norte, onde frequentemente, marcava com seus clientes. Testemunhas afirmam que ela foi abordada na região e em seguida, desapareceu.
Amigos afirmam que desconhecem ameaças contra Pâmela e acreditam que o crime pode ter relação com discriminação por conta da identidade de gênero da vítima. 
O corpo da travesti foi levado para o Hospital Municipal de Moreilândia e será transferido para o Instituto Médico Legal de Petrolina, onde serão investigadas as causas da morte. A Polícia Civil investiga o caso. 
Pâmela era amiga de Ketlin Miranda (31), que foi morta com golpes de faca, em maio deste ano. A travesti, segundo familiares, esteve no velório da amiga, para prestar homenagem e se despedir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário