quarta-feira, 28 de agosto de 2013

PM e comerciante são assassinados

JANGURUSSU
Subiu para 16 o número de agente da Segurança Pública assassinados no Ceará neste ano. A décima-sexta vítima foi o sargento da Reserva da PM Otacílio de Sousa Rodrigues, 56. No fim da manhã de ontem, por volta de 11h30, ele foi assassinado, a tiro, no Conjunto Almirante Tamandaré, no bairro Jangurussu. Outro homem, identificado como sendo o comerciante Wellington Ferreira da Silva, foi também morto no mesmo local.

Neste ano, 16 agentes da área da Segurança Pública foram assassinados no Ceará. Somente da PM, foram 13 integrantes, da Reserva e da Ativa FOTO: FERNANDO RIBEIRO

Segundo apurou a Polícia, os dois homens estavam a bordo de uma caminhonete modelo L-200, prata, quando o veículo foi interceptado pelo automóvel onde estavam os atiradores, um Astra branco cuja placa não foi anotada. Ao perceber que estavam sendo perseguidos, os ocupantes da caminhonete tentaram fugir. Wellington da Silva, que estava dirigindo a L-200, ainda conseguiu desembarcar do veículo e correu, mas foi alcançado e eliminado.

Bala

Já o sargento Otacílio, que viajava no banco de carona, morreu dentro da L-200. Ele recebeu vários tiros à queima-roupa. Moradores do local onde ocorreu o crime não quiseram falar sobre o fato. Várias patrulhas do 16º BPM (Messejana) estiveram no local do crime e iniciaram buscas na região, mas os assassinos não foram localizados.

Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local, assim como inspetores do 30º DP (São Cristóvão). Peritos concluíram que as duas vítimas foram eliminadas com vários tiros disparados à curta distância.

Militares

Do começo do ano até hoje, 13 policiais militares (entre da Ativa e da Reserva) foram mortos no Ceará, além de um bombeiro militar, um policial civil aposentado e um policial rodoviário federal. Destes, apenas um morreu quando estava de serviço. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário