quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

CRUELDADE

Corpo de menina é achado numa vala
Image-0-Artigo-1539675-1
A menina foi morta a pauladas e o corpo jogado numa vala repleta de lama. A garota era usuária de drogas e perambulava nas ruas do bairro
FOTO: BEATRIZ BLEY
O corpo da menina Gerlânia dos Santos Medeiros, de 11 anos, foi encontrada morta, na manhã de ontem, dentro de uma vala com lama, no Rua Alan Kardec, no distrito de Pajuçara, em Maracanaú. A menina, que era conhecida pelo apelido de 'Preá', foi assassinada a pauladas.
Ela foi vista com vida, pela última vez, por de 22 horas de terça-feira, quando passou de bicicleta nas proximidades das casas de parentes.
Viciada
A aposentada Maria Hilda Medeiros, avó paterna, contou que a neta era praticamente moradora de rua. "Ela me disse que começou a fumar 'pedra' quando tinha nove anos", relatou.
Uma moradora da comunidade contou que, por volta de 23 horas de terça-feira, surgiu a informação de que uma mulher teria sido assassinada. Policiais militares, do Ronda do Quarteirão, porém, após várias buscas, nada encontraram.
Pela manhã, o corpo da criança foi encontrado. O delegado George Monteiro, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foi ao local de crime e conversou com alguns moradores que conheciam a menina.
As pessoas confirmaram que a menina era usuária de drogas e que praticamente morava na rua, visto que nem sempre dormia em casa. 'Preá' era sempre vista perambulando sozinha. Só saía com alguém quando ia fumar crack. Em 2010, Paulo Sérgio dos Santos Medeiros, pai de Gerlânia, foi assassinado. Ele era usuário de drogas. Nos anos seguintes, dois irmãos da menina também foram assassinados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário