sábado, 8 de fevereiro de 2014

INVESTIGAÇÃO

Capturado no Bom Jardim acusado de matar irmãos
Image-0-Artigo-1541605-1
Delegado do 32º DP (Bom Jardim), Rudson Rocha, informou que as investigações sobre os assassinatos apontaram a identidade do autor
FOTO: NATINHO RODRIGUES
Inspetores do 32º Distrito Policial (Bom Jardim) prenderam Laerte Ângelo Ferreira, 27, acusado de matar dois irmãos num período de seis meses. A primeira vítima foi José Breno Santos da Silva, em fevereiro de 2013. O motivo do crime teria sido o envolvimento do rapaz com crimes e uso de drogas.
Em agosto do ano passado, Francisco Edson Santos da Silva foi assassinado, dentro de casa, após uma discussão com o acusado e comparsas dele, por conta do uso de drogas em um quartinho que ficava no quintal da residência da vítima, na Rua Fernando Augusto, no Bom Jardim.
Maria da Penha santos da Silva, foi reclamar que Laerte Ferreira e os comparsas estavam se reunindo no quartinho localizado nos fundos da casa dela para usar drogas.
Durante a discussão, Edson Santos, filho de Maria da penha, interveio. Laerte Ferreira ficou irritado e invadiu a cozinha da casa e descarregou o revólver calibre 38 que portava em Edson Santos, que teve morte instantânea. Ele, que não tinha antecedentes criminais, tombou sem vida entre o fogão e a geladeira.
O titular do 32ºDP, Rudson Rocha, lembrou que a mãe das vítimas ia à delegacia quase todos os dias. Ela confirmou que ficava incomodada com o fato de Laerte Ferreira e os comparsas ficarem no quintal da casa dela consumindo drogas.
O problema era pior por conta de Laerte Ferreira ser o principal acusado da morte de Breno Santos. Após ser preso, por força de mandado judicial, o acusado confessou o crime, entretanto ressaltou que a arma pertence a Raimundo José Rodrigues Gomes Júnior, o "Júnior Bocão", que também está preso, por ser suspeito de vários homicídios.
Mortos
Laerte Ferreira e "Júnior Bocão" fazem da parte de uma quadrilha composta por Jônathas Lemos Ribeiro, o "Jônathas Gazela"; e Maicon Sales da Mota, mais conhecido por "Maicon Oião", ambos já falecidos. Também fazem parte do grupo criminoso Wesley Valério dos Santos, que está preso, e um adolescente de 17 anos. Wesley Valério teve, no ano passado, duas prisões temporárias decretadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário