segunda-feira, 23 de junho de 2014

Corpos de assaltantes seguem sem identificação

TAUÁ
Os corpos dos dois supostos assaltantes, que morreram durante um confronto com a equipe da Força Tática de Apoio (FTA) da 1ªCia do 13º BPM (Tauá), continuam sem identificação na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) de Quixeramobim. As mortes aconteceram na tarde do último sábado, em um matagal às margens da CE-363, na altura da Serra do Umari, que divide os municípios de Tauá e Mombaça.
Em consequência de uma operação de combate à assaltos, os militares foram até a Serra do Umari, em um carro descaracterizado, à paisana, e simularam uma pane no automóvel. Dois homens se aproximaram em uma motocicleta, e anunciaram um assalto. Os PMs se identificaram e houve um confronto.
Ao fim do tiroteio, os dois criminosos estavam mortos. Os revolveres, calibre 38 e 32, e a motocicleta que a dupla usava foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Tauá.
Informações do 13ºBPM deram conta que nenhum familiar dos mortos apareceu para retirar os corpos. Como os supostos assaltantes não portavam documentos, também não foram identificados pela Polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário