quarta-feira, 25 de junho de 2014

'Queria dar amor', diz mulher que levou bebê de maternidade no RS

Mulher de 39 anos foi presa durante a madrugada desta quarta-feira (25).
Suspeita tem 5 filhos e disse que pretendia cuidar da criança, diz polícia.
Do G1 RS
Mulher que roubou bebê Porto Alegre (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)Mulher de 39 anos foi presa horas depois de levar
bebê de maternidade  (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)
A hospital de Porto Alegre na terça-feira (24)  tem cinco filhos e não possui nenhum vínculo com a família da criança. Luciana Soares Brito, de 39 anos, disse que pegou a menina Bárbara, de dois dias de vida, para cuidar. Ela foi presa na madrugada desta quarta-feira (25), e a  criança foi devolvida para os pais.
"Eu só queria cuidar dela. Queria dar amor e carinho", disse a sequestradora, acrescentando que comprou roupas para o bebê. A polícia, porém, investiga se ela pretendia vender a criança.
A criança foi sequestrada por volta das 16h de terça-feira (24) e ficou desaparecida por cerca de 10 horas. Segundo a Polícia, a mulher se vestiu como enfermeira e entrou no quarto onde a mãe da criança estava internada, durante o horário de visitas, e disse que levaria a menina recém-nascida para fazer exames. Nas imagens de câmeras de segurança, porém, é possível ver a mulher saindo do prédio e entrando em um táxi com o bebê no colo, em frente ao hospital.
Criança retornou aos pais na Santa Casa (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)Criança retornou aos pais na Santa Casa de
Misericórdia da capital (Foto: Paulo Ledur/RBS TV)
Após receber duas denúncias, a polícia descobriu que a suspeita levou a criança para a casa de um filho, no bairro Lami, na Zona Sul de Porto Alegre, onde foi presa em flagrante por sequestro. "É horrível ganhar uma filha e, no outro dia, saber que a tiraram de ti e não saber onde a menina está", disse o pai de Bárbara, Magnun Lefa.
Para a mãe da criança, Viviane Beatriz Casagrande, a menina "renasceu". "Para mim, ela é minha guerreira. A nossa Bárbara. Graças a Deus, ela está aqui, e não fizeram nenhuma maldade", afirmou a mãe ao reencontrar a filha, emocionada.
De acordo com o delegado Hilton Muller Rodrigues, responsável pela investigação, a mulher já prestou depoimento e foi encaminhada ao presídio feminino Madre Pelletier. A polícia, no entanto, investiga se mais pessoas participaram do crime.
"As câmeras de segurança de outros prédios mostram que ela estava com a criança na mão e falando ao telefone. Temos que ver as ligações que ela fez, para quem foram", afirmou o delegado Hilton Muller Rodrigues.
  •  
Bebê roubado em maternidade de Porto Alegre (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Após roubar criança e deixar hospital, mulher entrou em táxi em Porto Alegre (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário