quarta-feira, 15 de abril de 2015

Sindicatos se reúnem em paralisação nesta quarta (15)

NA CAPITAL

 principal intuito do movimento é barrar a aprovação da PL 4330 no Senado
sintro
As manifestações são contra a terceirização em todo o País
FOTO: HELOSA ARAÚJO
A manhã desta quarta-feira (15) deve ser marcada por manifestações contra a terceirização em todo o País. Na Capital cearense os sindicatos filiados a CSP- Conlutas se reunirão em ato a ser realizado naPraça do Carmo, localizada no Centro, a partir das 8h.
Como principal motivo do evento está oProjeto de Lei (PL) 4330. De acordo com os representantes dos sindicatos, a aprovação do PL na Câmara representa um ataque aos direitos trabalhistas. O intuito dos trabalhadores é barrar a aprovação do projeto no Senado sob a ameaça de iniciar a primeira greve geral no Brasil desde a década de 90. 
Na ocasião, estarão presentes membros Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza (STICCRMF), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-Ce) Sindicato dos Gráficos do Ceará(Sintigrace), Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute) e oSindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Confecção Feminina e Moda Íntima de Fortaleza (Sindconfe), filiados a Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas).
Por volta das 22h30 desta terça-feira (14), a reportagem recebeu informações que, devido ao dia de mobilização nacional, a categoria de motoristas e cobradores do transporte público da Capital iria aderir aos protestos. A assessoria do Sintro não confirmou a possibilidade de paralisação, mas ressaltou que, de alguma forma, a categoria deverá participar do ato. 
A data foi definida por cinco centrais sindicais, o CSP-Conlutas, CUT, CTB, NCST e Intersindical/CCT. Os servidores do Instituto Federal do Ceará (IFCE) também protestarão na Praça do Carmo contra a precarização do trabalho docente.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário