quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Polícia captura oito suspeitos de ataques a banco em Senador Pompeu

Uma operação realizada pelas forças de segurança do Ceará resultou nas prisões de oito homens envolvidos no ataque a duas agências bancárias situadas no município de Senador Pompeu, no sertão central cearense.
O crime foi cometido nessa quarta-feira, 10, e, desde então, a Polícia trabalha para prender os envolvidos.
As capturas são resultado do trabalho desenvolvido de forma integrada pelas Polícias Civil e Militar do Estado, por meio de equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), do Comando Tático Rural (Cotar), do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da inteligência da PM e com o apoio das Coordenadorias de Inteligência e Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).
Os presos foram identificados como: Fábio Jandson Gomes de Souza (35), conhecido como “Jadson do Feijão”, natural de Quixadá; Lourival Barreto Braga (65), conhecido como “Louro Braga”; e seu filho, Lourival Barreto Graga Junior (27), conhecido como “Alemão”, ambos naturais de Mombaça; Douglas Aparecido Piovesan (23), conhecido como “Paulista”, natural do Estado de São Paulo; Antonio Alexandre Gonçalves (20), natural de Iguatu; Reginaldo Lima do Nascimento (19), conhecido como “Bileu”, natural de Morada Nova; José Aremilton Gonçalves Almeida (34), conhecido como “Tetê”, natural de Pedra Branca; e Antônio Adriano Araújo Rufino (30), conhecido como “Corete”, também natural de Pedra Branca. Um nono suspeito identificado como José Marcelo Rodrigues de Oliveira (24), conhecido como “Bigodinho”, natural de Pedra Branca, foi morto em confronto com a Polícia na cidade de Senador Pompeu, logo após o bando ter realizado a ação criminosa contra as agências e que foi interrompida pela Polícia.
O crime
O ataque contra os bancos, em Senador Pompeu, ocorreu na madrugada da última quarta-feira, 10. Os criminosos explodiram as agências para ter acesso aos cofres das instituições. Mas a ação deles foi interrompida por equipes das Polícias Civil e Militar, que realizavam diligências na região visando inibir crimes desta natureza. Os infratores efetuaram disparos de arma de fogo contra os agentes de segurança e houve troca de tiros. “Bigodinho” não resistiu aos ferimentos e morreu. Durante a ocorrência, uma espingarda calibre 12 e um carro Fiat Pálio, que foi utilizado na ação, foram apreendidos pela Polícia, além de certa quantia em dinheiro que os criminosos não conseguiram levar.
Os suspeitos foram presos nas cidades de Iguatu e Senador Pompeu e, com eles, os policiais aprenderam mais quatro espingardas, várias munições de calibres diversos, uma balança de precisão, uma capa de colete balístico, um fio detonador, uma mala com emulsões de explosivos, outro carro, Hilux de placas OCI 7497, e sete celulares, entre outros.
Eles foram encaminhados para a sede da DRF, em Fortaleza, e autuados por tentativa de roubo, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tentativa de homicídio contra os policiais. As investigações sobre o caso continuam no sentido de capturar os demais envolvidos. A Polícia suspeita que mais de 15 infratores tenha participado do delito.
Fonte: Monólitos Post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário