quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Falsos PMs são flagrados com fardamento dentro de comércio

Dois rapazes foram flagrados utilizando fardamento da Polícia Militar para aplicar um golpe em um mercadinho na avenida Contorno Leste, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo testemunhas, os dois chegaram ao estabelecimento e pediram informações sobre o paradeiro da proprietária do comércio. Como ela não estava, os falsos policiais pegaram diversas mercadorias e foram embora sem pagar. 
"Um deles ainda usava brinco e falava gírias, mas acho que policial não age dessa maneira", disse uma testemunha, que preferiu ter sua identidade preservada. A Polícia Militar foi procurada, mas ainda não se manifestou. 
No ano passado, situações como esta foram frequentes. Em setembro, por exemplo, criminosos utilizaram fardas da Polícia Federal para cometer um assalto milionário em um apartamento na avenida Beira Mar. Em fevereiro, um dançarino utilizou um fardamento semelhante ao da PMCE para realizar uma performance no bairro Vila Velha, em Fortaleza. 
Uma matéria veículada no Jornal da Cidade, em dezembro, levantou um questionamento: Como uniformes de empresas e fardamentos de órgãos de segurança vão parar nas mãos de criminosos? Em muitos casos, são confeccionados em fábricas clandestinas. Há um ano, em uma operação policial, quatro foram presos, uma confecção e três lojas foram fechadas por comercializar os trajes de maneira irregular. "Só em estar em posse, já existe um ato ílicito sendo praticado", explicou o delegado da Polícia Federal, Francisco Martins. 
Uma lei federal de 2012, sancionada pela então presidente Dilma Rousseff, restringe a venda de uniformes, distintivos e insígnias das Forças Armadas, Polícias e Corpos de Bombeiros Militares. No Ceará, a Polícia Militar afirmou que já realiza fiscalizações para combater a fabricação e venda ilegal.
Reveja a matéria do Jornal da Cidade: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário